Um Projeto: Fundação Estudar
carreira em consultoria estratégica

Trabalhar em consultoria estratégica é para você? 4 fatos sobre a carreira!

Por Suria Barbosa

Embora muito atrativa, a carreira em consultoria estratégica envolve certas particularidades. Em conversa com o Na Prática, principal do BCG conta 4 aspectos bem característicos – e que podem ser decisivos para os profissionais.

De forma simplificada, o consultor estratégico trabalha analisando e ajudando outras organizações a resolverem problemas complexos e variados. “A carreira te expõe a assuntos de alta relevância para os clientes e você trabalha em um ambiente com pessoas super competentes e motivadas, dispostas a entregar resultados da mais alta qualidade”, conta Fleuri Arruda, principal do Boston Consulting Group (BCG). Além disso, a grande diversidade de projetos e assuntos com os quais se lida na profissão contribui para o desenvolvimento de um perfil muito versátil – e bastante valorizado pelo mercado de trabalho em geral.

Enquanto esses são alguns dos aspectos que atraem muitos profissionais interessados, a carreira em consultoria estratégica envolve certas particularidades que podem ser decisivas. Para entender se o ramo é para você, vale analisar os quatro pontos abaixo, levantados pelo consultor do BCG.

4 fatos importantes sobre a carreira em consultoria estratégica

#1 Os resultados impactam muito as organizações

“A consultoria estratégica exige que busquemos ser sempre exaustivos na resolução dos problemas que chegam. Como estamos geralmente envolvidos em temas da agenda da alta direção das empresas, nossas recomendações têm impacto muito elevado.” As implicações são, inclusive e principalmente, de ordem financeira.

Cursos da Fundação Estudar

Para garantir boas análises e respostas, esses profissionais, então, não podem deixar de levar em consideração o maior número possível de cenários, conta Fleuri.

Leia também: Entenda o processo seletivo do BCG, uma das principais consultorias do mundo

#2 O trabalho não é apenas teórico

“Um equívoco comum é acreditar que o trabalho do consultor é puramente teórico e descolado da realidade diária dos clientes”, diz o principal do BCG. Segundo ele, há muito tempo que essa não é mais a realidade.

“Por exemplo: estou em um projeto agora em que estamos capacitando nosso cliente a implementar uma solução digital completamente nova, que inclui o desenvolvimento de um aplicativo que usa técnicas de machine learning. Fomos responsáveis por desenhar esse conceito e agora estamos completamente engajados na entrega desse plano.”

#3 O principal desafio está ligado ao equilíbrio entre vida pessoal e profissional

A alta carga de responsabilidade, no entanto, não vem sem desafios. E o principal deles é a manutenção do equilíbrio entre vida profissional e pessoal. De acordo com o consultor, saber balancear bem as demandas do trabalho para manter uma vida pessoal saudável – do ponto de vista físico e mental – é o caminho para o sucesso (e a felicidade) na carreira de consultoria.

#4 Os profissionais de destaque combinam três competências

Para evoluir na carreira, três traços são indispensáveis. “Os consultores que mais se destacam são os que conseguem combinar habilidade de trabalhar bem em time, com ótima capacidade de comunicação e elevada competência analítica; que diz respeito ao quanto o consultor consegue resolver problemas desestruturados e ambíguos, sendo fundamental para o trabalho que exercem”, pontua Fleuri.

As habilidades de comunicação e de trabalhar em equipe, por sua vez, são das que mais contribuem para que o profissional se sobressaia.

“Em um mundo cada vez mais digital, o que mais nos diferencia – e vai continuar nos diferenciando das ‘máquinas’ – é nossa habilidade de construir soluções em conjunto com nossos colegas e sermos capazes de comunicá-las adequadamente para quaisquer audiências.”

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo