Um Projeto: Fundação Estudar
Relacionamento interpessoal no trabalho

5 dicas sobre relacionamento interpessoal no trabalho

Por Tatyane Mendes

Formar um relacionamento interpessoal no trabalho entre os colegas traz vários benefícios para as organizações e os profissionais como feedback honesto, apoio durante momentos de crise e melhor clima organizacional.

Mesmo profissionais que trabalham em casa dependem de construir boas relações para serem bem-sucedidos. Por isso, desenvolver um forte relacionamento interpessoal no trabalho é uma tarefa importante. Um estudo da Delta State University concluiu que um relacionamento interpessoal positivo no trabalho promove uma variedade de resultados benéficos para indivíduos e que intervenções de gestão podem ser fundamentais para promover amizades no trabalho, iniciando atividades sociais dentro e fora do local de trabalho. Entenda mais:

O que é?

Quando falamos de relacionamento interpessoal no trabalho entendemos a união de vários indivíduos dentro do ambiente corporativo. É comum que essa relação se desenvolva entre profissionais que trabalhem em uma mesma organização ou façam parte de um mesmo time.

“Normalmente o relacionamento interpessoal no trabalho ocorre em empresas de médio e grande porte, em função do maior número de pessoas que integram um sistema de trabalho. As pessoas costumam se aproximar por empatia, fator importante para o relacionamento interpessoal no trabalho e também para a colocação do individuo no mercado”, explica o psicólogo Marcelo Tozato.

Por meio do relacionamento interpessoal no trabalho, profissionais conseguem mais facilmente feedback honesto, apoio durante momentos de crise, uma divisão melhor das tarefas do trabalho e melhora do clima organizacional.

Quer se sentir mais seguro em conversas difíceis e desenvolver seu poder de influência? Conheça o curso Comunicação Interpessoal Na Prática!

Quais fatores que influenciam essas relações?

Em geral, os profissionais que desenvolvem relacionamento interpessoal no trabalho são pessoas que possuem metas e objetivos em comum. Eles compartilham os mesmos interesses, possuem a mesma linha de raciocínio ou vêm de backgrounds parecidos.

“A linguagem verbal e não verbal e o saber ouvir são condições importantíssimas para se estabelecer o vínculo e fortalecê-lo. A liderança tem um papel muito importante neste caso, onde deve se estabelecer por respeito e admiração. Um relacionamento interpessoal no trabalho forte é aquele que, independentemente de posição ou cargo na empresa, se estabelece por empatia e equilíbrio”, ressalta o profissional.

Marcelo Tozato ainda afirma que o departamento de recursos humanos das empresas tem um papel relevante para a construção do relacionamento interpessoal no trabalho. “Depende desses profissionais proporcionar a aproximação dos colaboradores, fortalecendo laços, alinhando e fortalecendo valores e elaborando projetos que vincularão e fortalecerão o vinculo interpessoal”.

Leia também: O que é comunicação interpessoal?

Fases do relacionamento interpessoal

Os relacionamentos interpessoais são dinâmicos e passam por constantes mudanças, mas também tem uma vida limitada, com começo, meio e fim. Um dos maiores estudiosos do assunto, o psicólogo alemão George Levinger propôs um modelo de desenvolvimento de relacionamento que passa por cinco etapas:

Conhecimento – É o primeiro contato que se tem com a pessoa, o que depende de relações anteriores, proximidade física, primeiras impressões, entre outros fatores. Caso haja conexão e afinidade, os indivíduos podem continuar a se encontrar e ir para a próxima etapa para a construção de um relacionamento interpessoal, mas a fase de conhecimento também pode ser bastante duradoura.

Construção – A partir desse momento, as pessoas começam a desenvolver um laço de confiança e se importar umas com as outras. Isso se baseia em uma necessidade de proximidade e de estar com outros que compartilham seus interesses e motivações.

Continuação – Essa fase depende de um compromisso mútuo de construir um relacionamento interpessoal de longo prazo. Costuma se estender por muito tempo e ser estável.

Deterioração – Nem todas as relações acabam se desfazendo, mas as que sim costumam apresentar sinais como insatisfação, tédio e ressentimento. As pessoas tendem se comunicar menos e deixar de revelar alguns aspectos da sua vida. Alguns relacionamentos interpessoais podem se reconstruir e outros podem acabar.

Finalização – A fase final do relacionamento que pode ocorrer por término, morte ou distanciamento.

Leia também: Você é mais tímido ou introvertido? Entenda a diferença!

Construindo fortes relacionamentos interpessoais no trabalho

#1 Pratique a escuta ativa

A escuta ativa é o ato de receber uma mensagem, de forma focada, interpretando com atenção as informações recebidas. Pode ser praticada em uma reunião, conversa casual ou em troca de feedback. Quem escuta deve desenvolver um interesse genuíno no que é falado e criar uma comunicação clara e efetiva com os colegas, o que ajuda a fortalecer um bom relacionamento interpessoal no trabalho.

#2 Mantenha uma atitude positiva

Atitudes positivas são bases importantes para bons relacionamentos, inclusive dentro do ambiente de trabalho. Para isso, desenvolver habilidades como empatia, comunicação efetiva, cooperação e respeito podem contribuir para conexões mais profundas e verdadeiras.

#3 Seja respeitoso

Qualquer ambiente conta com pessoas distintas que podem apresentar pensamentos diferentes e divergência de valores. No ambiente de trabalho, especialmente, é preciso trabalhar para ser tolerante e aberto às diversas perspectivas que venham a ser apresentadas, mostrando respeito pelos colegas e seus históricos. Você pode aprender muito com as diferentes visões de mundo e melhorar suas habilidades em relacionamentos interpessoais.

#4 Esteja aberto a críticas e feedbacks

Um dos pontos positivos do relacionamento interpessoal é obter outras perspectivas, seja de como as pessoas te enxergam, aspectos para melhorar, oportunidades, fraquezas e pontos fortes. Aproveita essas relações para entender melhor como você é visto e buscar o autoconhecimento e autodesenvolvimento.

#5 Estabeleça limites

Apesar de os relacionamentos interpessoais serem muito importantes no ambiente de trabalho, é preciso se manter profissional em termos de foco e produtividade. É difícil dissociar a vida pessoal da profissional, mas também precisamos de um espaço exclusivo para nossa individualidade. Isso não significa ser grosseiro ou evitar colegas, apenas saber os momentos certos para dialogar.

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo