Homem cola post-its em uma lousa. Ele desenha os passos necessários para desenvolver a proatividade no trabalho

Quem nunca ouvir falar que é preciso ter mais proatividade e que isso é importante no mercado de trabalho? Acho que ninguém, não é?

Pois é. Ser mais proativo é cada vez mais necessário, principalmente em um momento no qual as empresas procuram por competências emocionais e focam menos as técnicas.

Por isso, o Na Prática te explica neste artigo o que você precisa saber para entender o conceito de proatividade e para desenvolvê-lo de forma plena.

Você vai ler:

  • O que é proatividade
  • Por que a proatividade no trabalho importa?
  • 6 passos para se tornar uma pessoa proativa

Acesse também: 12 modelos de currículo para baixar, preencher e se destacar no mercado

O que é proatividade?

Em linhas gerais, a proatividade é a capacidade que uma pessoa tem de resolver problemas de maneira autônoma e antecipada.

Ou seja: uma pessoa proativa é aquela que tem a capacidade de olhar os processos e enxergar formas de melhorá-los – ainda que ninguém tenha apontado um caminho.

Assim, se uma empresa leva muito tempo para analisar dados de vendas, por exemplo, uma pessoa proativa pode criar um sistema novo para tornar esse processo mais rápido.

Ou, em outro cenário, se a empresa está gastando muito com um conjunto de fornecedores, um funcionário atento pode criar uma base nova de possíveis parceiros – definindo custos, detalhando as possíveis operações e os prós e contras de uma troca.

Os exemplos são infinitos. A dificuldade, porém, é ser proativo da maneira certa. Na maioria das vezes, apenas a postura não basta. Confira a seguir.

Leia também: Como introduzir novos desafios e renovar a motivação em seu trabalho

Por que a proatividade no trabalho importa?

Como vimos, há diversas oportunidades para que uma pessoa tenha uma atitude proativa no trabalho. Essa habilidade, quando bem pontuada, tende a alavancar processos simples e rotineiros, mas também pode melhorar os resultados gerais da organização.

A economia de tempo, a otimização dos processos e a melhor utilização dos recursos pode melhorar, inclusive, os rendimentos da própria pessoa e pode ampliar as chances de ela conseguir um aumento ou ser promovida.

Logo, é possível perceber que a proatividade ajuda a todos: os profissionais crescem e a empresa cresce junto.

O que deve ser levado em conta, no entanto, é que para ser proativo é preciso ter conhecimento amplo e pleno da sua área de atuação, dos processos no entorno dela e da empresa de maneira holística (como um todo).

6 passos para ser uma pessoa proativa

Apesar de a visão conceitual sobre proatividade ser interessante, o mais importante é “colocar a mão na massa” e tentar desenvolver essa habilidade a partir de ações concretas.

Portanto, confira abaixo as dicas para ser uma pessoa proativa no trabalho:

#1. Aprenda tudo sobre os processos da empresa

Conheça tudo sobre a sua função, sobre a missão da sua área e sobre os objetivos gerais da empresa em que você trabalha. Somente assim será possível criar soluções de forma antecipada e ser proativo: você precisa conhecer o seu entorno.

Para isso, siga estes passos:

  • Pergunte aos seus superiores e pessoas mais experientes sobre a empresa;
  • Tenha acesso ao organograma da empresa e entenda como ela opera;
  • Leia sobre a história da empresa e entenda seus objetivos.

#2. Busque aprender mais sobre sua área e sobre outras

Se você foi contratado para realizar um número “x” de tarefas, procure aprender mais sobre essas responsabilidades. Às vezes, é possível ser proativo modificando apenas o seu próprio processo.

Ainda assim, busque entender como se dá o trabalha na sua área, fora do seu escopo, e em outras áreas da organização. Talvez você tenha um conhecimento que os ajude ou talvez você se interesse por aprender mais e quem sabe ampliar o seu leque de habilidades.

Faça cursos para melhorar suas habilidades já existentes e novos para conhecer outras áreas. Esse processo pode ser útil até para definir novos rumos e planos de carreira.

Não deixe de ler: PDI: saiba o que é o Plano de Desenvolvimento Individual e como fazer o seu

#3. Não interfira no trabalho dos outros

Ser proativo não significa ser, de modo algum, intrometido. É preciso respeito, cautela e ter ouvidos abertos, sobretudo, antes de apontar possíveis mudanças nos rumos das operações.

Antes de querer resolver algum problema, descubra se esse problema é realmente importante no vaivém da organização, converse com as pessoas e se aproxime aos poucos dos ambientes que não dizem respeito direto a você.

Assim, você evita que no caminho para ser proativo acabe esbarrando na falta de abertura dos seus pares ou superiores.

#4. Cumpra suas obrigações primeiro

Em direção à proatividade, portanto, é preciso garantir que as obrigações acordadas no início do seu trabalho estejam cumpridas de maneira satisfatória. Até porque não adianta nada querer resolver um problema, se antecipando aos outros, sem antes dar conta das próprias tarefas.

Por isso, não se esqueça: uma pessoa proativa é aquela que consegue, além de fazer o básico – bem feito -, criar novas soluções e resolver problemas.

Leia mais sobre esse tema: Como desenvolver a habilidade de problem solving?

#5. Procure ambientes abertos à proatividade

Por fim, garanta que você esteja cercado por pessoas que também são proativas e que incorporam essa lógica ao dia a dia de trabalho. Tentar inovar em um ambiente fechado a essa postura pode prejudicar a sua avaliação na visão dos seus superiores e é muito provável que as suas ideias não sejam implementadas.

Por outro lado, em um ambiente aberto à autonomia é comum que você tenha as suas ideias acatadas e que a sua habilidade seja ainda mais valorizada e desenvolvida ao longo dos dias. É possível, até, que pessoas proativas sejam recompensadas nesses ambientes.

#6. Resolva problemas já apontados também

Proatividade, no fim das contas, é sobre entender que as responsabilidades da organização são coletivas. Nesse sentido, é importante que as pessoas entendam que, quando um problema está posto, elas podem ir atrás das respostas para resolvê-la.

As pessoas proativas costumam se antecipar às outras na identificação dos problemas, mas também se colocam no primeiro lugar da fila para ajudar pessoas que precisam de uma solução para um problema já identificado.

Estenda a sua mão para os membros da sua equipe.

 

 

Os melhores conteúdos para impulsionar seu desenvolvimento pessoal e na carreira.

Junte-se a mais de 1 milhão de jovens!
Casdastro realizado, fique ligado para os conteúdos exclusivos!
Seu cadastro não foi realizado, tente novamente!

O que você achou desse post? Deixe um comentário ou marque seu amigo: