Um Projeto: Fundação Estudar
função da comunicação

Funções da comunicação: quais são e como usá-las de forma eficaz

Por Tatyane Mendes

Com base nas pesquisas do especialista norte-americano em comportamento organizacional Stephen P. Robbins, conheça as principais funções da comunicação e descubra como utilizá-las a seu favor para se comunicar de forma eficaz

Saber se comunicar uma é habilidade importante em qualquer ambiente. E para que essa troca seja efetiva é essencial entender as funções da comunicação para que a mensagem seja recebida de acordo com o intuito desejado. Pensando nisso, o doutor especialista em gerenciamento e comportamento organizacional Stephen P. Robbins aponta quatro funções da comunicação dentro de um grupo ou organização, em seu livro Comportamento Organizacional.

Funções da comunicação

#1 Controle

Robbins afirma que a comunicação pode ser utilizada como um método para controlar o comportamento dos membros do grupo, principalmente em organizações com hierarquias mais autoritárias e regras bem delimitadas. Quando algum colaborador precisa fazer alguma queixa ou reclamação a seu superior imediato ou comentar alguma política da empresa que esteja afetando seu trabalho, por exemplo, a comunicação entre ambos está desempenhando a função de controle.

Curso Comunicação Interpessoal Na Prática: desenvolva sua habilidade de comunicação interpessoal 

O especialista ressalta que mesmo a comunicação informal, como conversas casuais no trabalho, pode atuar como forma de controle de comportamento. No livro, ele dá o exemplo de quando os pares brincam ou chamam atenção de alguém com alta produtividade (e que por consequência faz os outros parecerem menos competentes, como ele define). Mesmo que a conversa seja informal, o grupo usa a comunicação para controlar o comportamento daquele que se destaca.

#2 Motivação

A segunda função da comunicação seria a de incentivar a motivação dos colaboradores, esclarecendo o que deve ser feito, o nível de qualidade do trabalho entregue e o que pode ser feito para melhorar o desempenho, caso ele seja menor do que o esperado. A formulação de metas específicas, troca de feedbacks durante o processo, assim como reforçar o comportamento desejado pelos colaboradores gera motivação e requer uma boa comunicação.

#3 Expressão emocional

Robbins aponta que, para muitas pessoas, seus grupos de trabalho são sua fonte principal de interação social e a comunicação que ocorre dentro desse grupo é um mecanismo fundamental para que seus membros expressem sentimentos, tanto de satisfação como de frustração. Portanto, a comunicação funciona como uma ferramenta de expressão emocional de sentimentos e de satisfação de necessidades sociais.

Leia também: Comunicação Não-Violenta (CNV): o que é, como funciona e como aplicar o conceito

#4 Informação

A função final da comunicação é o de facilitar o processo de tomada de decisões. Por meio da comunicação é fornecida a informação para que indivíduos e grupos possam se juntar, trocar dados e conhecimentos para identificar e avaliar opções alternativas. Bancos de dados e redes de conexões são boas formas de trabalhar essas capacidades e tomar decisões de qual a melhor medida a ser adotada.

Por fim, o especialista afirma que nenhuma das quatro funções deve ser vista como mais importante que as outras. Para que as empresas produzam e tragam resultados de forma efetiva, elas precisam manter algum tipo de controle sobre seus colaboradores, estimular membros da equipe a entregar resultados, promover espaços para a expressão emocional e tomar decisões. Ele finaliza ressaltando que quase todas as comunicações em grupo assumem uma ou mais dessas funções.

Faça o teste e descubra seu estilo de comunicação!

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo