Um Projeto: Fundação Estudar
homem de terno com mãos sobre a mesa

Devo adaptar meu currículo de vaga para vaga?

Por Rafael Carvalho

E importante adaptar as informações do seu currículo de acordo com o perfil de cada vaga? E qual o melhor jeito de fazer isso?

Você pode até ter começado a trabalhar há pouco tempo, mas mesmo sem perceber, já adquiriu as mais diversas experiências profissionais! Alguns fizeram intercâmbio e outros, estágio. Também tiveram aqueles que optaram por atuar nas entidades estudantis dentro das universidades. O que importa é que você aprendeu muito com isso e precisa mostrar ao recrutador seu potencial.

Agora como fazer isso, adaptando as informações do seu currículo de acordo com o perfil da vaga?

Baixe o Especial Na Prática com tudo sobre processos seletivos e trainee

Ressaltar, não mentir Os “nomes” de uma vaga de estágio, trainee, ou efetiva, podem ser similares, como Analista de Marketing ou Trainee de Recursos Humanos, por exemplo. Mas isso não quer dizer que duas empresas diferentes buscam as mesmas experiências nos candidatos. Ou seja, é parte do seu papel como candidato compreender o que a empresa busca e buscar dar destaque as suas experiências e características que são mais relevantes para a vaga.

Segundo a Seja Trainee, o importante é mostrar aquilo que você tem de positivo da melhor forma possível. Às vezes você estagiou e fez um intercâmbio, e o que a empresa busca é alguém com facilidade de interagir com pessoas de diferentes culturas. O que isso quer dizer? Que você pode dar mais força a sua experiência durante o intercâmbio. E se a empresa está procurando alguém com experiência profissional? Fale da sua experiência no estágio ou mesmo em alguma entidade estudantil.

Um dos clientes da empresa passou por esta experiência recentemente. Caio Ribeiro, formado em Administração, percebeu que precisava adaptar seu currículo pois está me busca de vagas na área de marketing. Durante o trabalho de consultoria e coaching que desenvolveu, viu que precisava focar nas experiências que teve na área de marketing, apesar de também ter trabalhado na área financeira de um grande banco.

Leia também: Confira o currículo de dez presidentes de multinacionais

Adaptação “Acho que a importância dessa adaptação está em mostrar para o recrutador o que ele busca para a vaga. Já trabalhei na área financeira de um banco, por exemplo, mas não há necessidade de dar detalhes sobre as análises que fazia, por outro lado, a interação com as outras áreas da empresa ou os projetos que desenvolvi são experiências relevantes para vagas de marketing que valem a pena serem ressaltadas no currículo”, diz Caio.

Conclusão: o currículo é adaptável, sim! Dê ênfase àquilo que você julga ser importante para aquela empresa, desde que a vaga vá ao encontro com o que você quer para o seu futuro.

Você consegue mostrar melhor o que já realizou na vida sendo autêntico. O primeiro passo é começar a entender o que uma empresa está buscando em um candidato e a partir daí encontrar pontos da sua carreira profissional que podem se encaixar com aquela vaga.

Este artigo foi originalmente publicado em Seja Trainee

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo