Um Projeto: Fundação Estudar
Conferências do Na Prática

Prorrogado! Na Conferência Na Prática, estudante de Engenharia se encontrou no mercado financeiro – e conseguiu estágio em empresa de investimentos

Por Suria Barbosa

As Conferências Na Prática conectam jovens talentos às melhores instituições! Aline Bindel, que participou no ano passado, conta como foi fazer seu pitch – que lhe rendeu estágio – e dá dica para aproveitar melhor o evento, que está com inscrições abertas.

“As conferências do Na Prática não são feiras de recrutamento com responsáveis de RH, panfletos e brindes. Ali vão estar disponíveis pessoas de nível sênior para discutir ideias e conhecer candidatos pessoalmente”. É o que diz Aline Bindel, estudante de Engenharia que conseguiu vaga no Pátria Investimentos após fazer um pitch à empresa de investimentos no evento do ano passado.

Neste ano, a Fundação Estudar promove duas edições temáticas da conferência: Gestão Empresarial, no dia 30 de julho, e Mercado Financeiro, no dia 31 de julho. Para participar, é necessário se inscrever pelo site, até o dia 18 de junho.

Destinado a universitários e recém-formados, os eventos gratuitos têm objetivo de conectá-los a diferentes organizações, mercados e funções. O caso de Aline não é isolado, na conferência sobre o mercado financeiro, por exemplo, um a cada quatro jovens é contratado.

Hoje a jovem ainda estagia na empresa de investimentos, em job rotation – passando pelo setor de Real Estate, o próximo a experienciar deve ser o de Infraestrutura.

Leia mais:

Itaú, Burger King, Hypera Pharma e outras empresas buscam talentos nas Conferências Na Prática

“A empresa segue superando minhas expectativas em termos de oportunidades de aprendizado e desenvolvimento. Espero ser efetivada no fim do ano, e poder retribuir o investimento que tem sido feito em mim”, conta ela. “Sinto que encontrei um fit cultural muito bom”, completa.

Esse “fit cultural” não é por acaso. Antes do evento, a Fundação Estudar realiza um mapeamento levando em conta características dos jovens e das empresas, para facilitar a conexão entre talentos e organizações que se combinem.

A Conferência Na Prática Mercado Financeiro terá participação de bancos de atacado e varejo, bancos de investimentos, fundos de venture capital e de private equity, seguradoras e gestoras de meios de pagamentos, como Votorantim, Itaú, Raízen, JP Morgan, XP Investimentos e SumUP.

Já a Conferência Na Prática Gestão Empresarial traz empresas de segmentos como varejo, tecnologia, infraestrutura, bens de consumo, consultoria, educação, saúde, serviços e terceiro setor. Entre as confirmadas estão Itaú, Raízen, Burger King, VLI Logística, Hypera Pharma e ECOLAB.

Benefícios

Uma das grandes vantagens de participar das Conferências do Na Prática é aprender mais sobre os mercados, as funções e os ambientes de trabalho característicos de cada área. Informações que, sem dúvida, ajudam na decisão de carreira, que foi o que aconteceu com Aline.

Ela não só confirmou sua visão prévia de que o mercado financeiro é muito amplo, como aumentou sua segurança para investir na carreira nele. “Fiquei mais calma e otimista quanto à minha competitividade enquanto engenheira nos processos seletivos, e pude fazer disso um diferencial”, explica.

Além das oportunidades de interagir com recrutadores e executivos, passar por speed coaching com especialistas e as inúmeras chances de networking, parte dos selecionados participam do pitch de talentos, momento em que cada um “vende seu peixe” durante dois minutos para os representantes das organizações.

Foi por meio da sua apresentação que Aline conseguiu sua vaga de estágio em job rotation. O processo a fez “olhar para dentro de si” e encontrar em seus valores e objetivos profissionais o que estava sendo procurado pelas empresas pelas quais se interessou. Mas também a fez “olhar para fora”.

“Passei a me perguntar ‘Como me fazer notar, em meio às tantas pessoas incríveis que conheci no dia do pitch’. Senti a barra elevada, e me empenhei em dobro.”

Para aproveitar ao máximo a conexão com figuras do mercado nas Conferências do Na Prática, ela indica pesquisar e “trazer perguntas inteligentes e sinceras, que reflitam as dúvidas e preocupações sobre o modelo de negócio, desafios e cultura da empresa”.

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo