Um Projeto: Fundação Estudar
Vetor Brasil

Inscrições abertas para o programa de trainee Vetor Brasil, para carreira no setor público

Por Rafael Carvalho

Já se perguntou como é, na prática, a carreira no setor público? O Vetor Brasil busca jovens talentosos para trabalharem em um órgão do governo por até dois anos; inscrições vão até 14 de abril

Ao se graduar, o desejo de muitos jovens profissionais é trabalhar com algo que realmente “faça a diferença” na sociedade, certo? Foi pensando nisso que bolsistas da Fundação Estudar criaram o Vetor Brasil, um projeto que pretende unir este interesse de jovens à experiência de carreira no setor público.

Por meio do Programa Trainee de Gestão Pública do Vetor Brasil, que está com inscrições abertas até o dia 14 de abril, o Vetor Brasil selecionará jovens talentosos para trabalhar em órgãos públicos em mais de 24 governos brasileiros. Os jovens poderão começar a trabalhar a partir de junho de 2017.

Como funciona o Vetor Brasil

Os candidatos devem estar dispostos a morar entre um e dois anos em uma cidade brasileira parceira do Vetor Brasil e trabalhar em um projeto desafiador no setor público. “O trainee fará parte da equipe de um órgão do governo, e estará envolvido na implementação de um projeto daquele órgão”, explica Joice Toyota, diretora executiva e co-fundadora do Vetor Brasil, acrescentando que os trainees são contratados como funcionários do próprio governo.

“Antes de começar o trabalho, nós traçamos com ele um plano de desenvolvimento individual, no qual buscamos esclarecer o que o trainee quer aprender e desenvolver com essa experiência, e como é possível trabalhar isso ao longo do programa”, acrescenta Tâmara Andrade, líder de desenvolvimento de talentos do Vetor Brasil. Além disso, ele conta com treinamentos periódicos, o apoio constante da equipe do Vetor Brasil, além de sessões de coaching e mentoria.

Leia também: “Precisamos de gente talentosa no setor público”, diz Mateus Bandeira

Um dos trabalhos do Vetor Brasil é, inclusive, buscar dentro dos diversos órgãos e instâncias públicas líderes que querem efetivar mudanças — ou seja, lugares em que os jovens selecionados encontrarão espaço para realizar um trabalho de impacto. São ambientes com pressão por resultados e eficiência.

Ainda assim, ela faz questão de enfatizar que o trainee também terá exposição às dificuldades do setor público: “Ele vai sofrer dos mesmos problemas de quem está lá, vai viver uma experiência legítima de governo”.

Dessa forma, o impacto vem em mão-dupla: “Por um lado abrimos caminho aos jovens e por outro oferecemos aos órgãos públicos profissionais capacitados”, diz Joice.

Processo de seleção

O Vetor Brasil já recebeu mais de 24.000 candidatos em seus processos seletivos e alocou 84 trainees de gestão pública em 24 governos com governantes de oito partidos diferentes. Para José Frederico Lyra Netto, co-fundador do Vetor Brasil, isso demonstra uma demanda alta por este tipo de trabalho. “Sabíamos que há jovens que querem ter uma experiência com o setor público e ir além do discurso de ‘fazer a diferença’, só faltava um ‘como’ colocar a mão na massa”. Ele acredita que um dos resultados do programa será, também, um fortalecimento da gestão local.

Baixe o Ebook: O Guia de Como Fazer a Diferença no Setor Público

Perfil do candidato

Não há exigência por um curso específico para os jovens que se interessem pelo Programa Trainee de Gestão Pública. A seleção envolve testes online de inglês, atualidades, lógica e entrevistas. “Na verdade não tem muito segredo, buscamos quem queira gerar mudança”, explica José. A capacidade de resiliência e a vontade de fazer a transformação acontecer é que são as grandes qualidades aqui.

Para quem tem grande preocupação com a carreira, participar do programa pode ser interessante para se manter no setor público, mas é também vantajoso pela experiência. Para Joice, essa vivência de setor público gera um aprendizado proveitoso para a atuação em diversos outros setores.

“Queremos que esse projeto gere impacto de curto prazo, mas principalmente a longo prazo, criando uma rede de transformadores com uma experiência rica e profunda”, finaliza José Frederico.

bota-inscreva-np

Saiba mais sobre o Vetor Brasil nos textos a seguir:
Como é ser trainee dentro de um órgão público?
De estagiária a gerente de projeto estadual no governo do Mato Grosso do Sul
Minha experiência como trainee no governo do Pará
Como a atuação de uma trainee no governo impactou a educação no Ceará

 

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo