Teste de autoconhecimento: você sabe quais são os seus valores?

A avaliação pode ajudar a guiar suas escolhas no futuro e evitar a incompatibilidade de valores que causa insatisfação profissional no médio e longo prazo

Equipe de conteúdo, do , em 23.09.2016
reflexo de menino no espelho [pexels.com]

Valores são um conjunto de crenças pessoais que guiam nossas escolhas e avaliações – e também influenciam nossa satisfação profissional no médio e longo prazo. Nem sempre eles afetam de forma direta as nossas ações, mas quando agimos de acordo com os nossos valores nos sentimos mais felizes e satisfeitos, enquanto quando eles são violados nos sentimos incompletos.

Na prática, isso significa que, quando trabalhamos em uma empresa que compartilha nossos valores, tendemos a nos sentir mais felizes e engajados. E vice-versa: caso não haja compatibilidade, tendemos a nos sentir infelizes e falta engajamento.

O teste de valores utilizado pelo Na Prática, que pode ser feito gratuitamente online, é baseado naquele criado por Shalom Schwartz, psicólogo social israelense com mais de 25 anos de estudos sobre o tema. Suas pesquisas foram feitas em dezenas de países e identificaram 10 valores universais, que são observados em maior ou menor grau dependendo da população analisada.

A compatibilidade entre funcionário e empresa, chamada de fit cultural, é a probabilidade de um candidato estar de acordo com e se adaptar aos principais valores e comportamentos presentes naquela companhia. 

É muito possível que um profissional já tenha passado pela experiência de ter um fit baixo em alguma organização e não saber exatamente o que estava errado: era a função, as tarefas, a organização ou ele? Um teste de valores ajuda a elucidar este tipo de situação e evitar que ela aconteça novamente, tornando-se um insumo para que o profissional possa tomar decisões mais bem informadas.

Leia também: Descubra como o autoconhecimento pode te ajudar em uma entrevista de emprego

Os valores de Schwartz são divididos em quatro blocos: transcendência própria, conservação do indivíduo, aprimoramento próprio e abertura para mudanças. Considerado o mais amplo dos quatro testes utilizados pela Fundação Estudar desde 2014 – os outros são sobre estilo de trabalho, interesses e personalidade –, o teste de valores é empregado também para descobrir as áreas e setores que mais fazem sentido para cada um.

A ideia por trás do conjunto de avaliações não é apenas complementar o processo seletivo da organização – que o utiliza para auxiliar jovens a encontrar empresas compatíveis na Conferência ENE, por exemplo –, mas oferecer ao usuário um retrato com suas principais características. É algo que pode ser útil em seu processo de autodesenvolvimento e, consequentemente, resultar em decisões mais acertadas no futuro.

Para que o retrato realmente reflita a realidade, é importante que as respostas sejam francas. Evite enviesar os próprios resultados pensando num “modelo ideal” de perfil ou em como você gostaria de ser. Não há nenhum gabarito escondido e o nível de honestidade das respostas está diretamente ligado à utilidade dos resultados.

Vale lembrar que os testes não compõe uma estrutura definitiva que prevê sua carreira ideal. Para encontrá-la, a Fundação Estudar sugere que o jovem também leve em consideração outros fatores, como autorreflexão, sonhos e aptidões individuais.

CLIQUE AQUI PARA
FAZER O TESTE