Um Projeto: Fundação Estudar
mães que querem empreender

Fundadora de aceleradora especializada dá dicas para mães que querem empreender: “não tenha culpa”

Por Suria Barbosa

Foi com objetivo de diminuir as desigualdades de trabalho que Dani Junco fundou a B2Mamy, aceleradora de startups com foco em mães empreendedoras. No Dia das Mães, ela dá dicas para quem quer empreender.

Embora deem mais lucro, empresas fundadas por mulheres costumam receber significativamente menos investimento – em média, cerca de 1 milhão de dólares em relação às criadas por homens (dados de estudo da consultoria Boston Consulting Group com a aceleradora MassChallenge). Se, para as mulheres em geral, o ecossistema empreendedor é menos convidativo, para as que são mães há barreiras ainda maiores e mais “decisivas”, muitas vezes.

Foi com foco nas desigualdades profissionais entre homens e mulheres que Dani Junco fundou, em 2016, a B2Mamy, uma aceleradora de startups com foco em mães empreendedoras. A motivação inicial veio da própria história: quando engravidou, em 2014, começou a se perguntar como conciliaria os negócios (ela já empreendia) e vida materna.

Ao fazer um questionamento nas redes sociais, percebeu que muitas mulheres tinham os mesmos dilemas. Resolveu, então, ir mais fundo em suas pesquisas sobre o assunto. Até que a B2Mamy nasceu. Segundo ela, com a missão principal de “conectar mães ao ecossistema de inovação e tecnologia através de capacitação, conexão e senso de pertencimento”.

Cursos da Fundação Estudar

Para atender especificamente esse público, os programas da aceleradora precisaram incluir aspectos como flexibilidade nas agendas dos conteúdos, espaços para os filhos das empreendedoras, desenvolvimento de soft skills e um “olhar empático”.

No Dia das Mães, o Na Prática traz as principais dicas de Junco para mães que querem empreender. Confira!

Mães que querem empreender: dilema família x carreira 

“O dilema só tira energia e é mais uma coisa para você administrar”, diz Junco. “Entenda seus desafios, como é sua rede de apoio e até onde pode contar com ela e não tenha culpa”, completa a fundadora da B2Mamy.

“Você é a melhor mãe que seu filho poderia ter. Invista em momentos de conexão com atenção total com seu filho e com a sua empresa, cada um no seu momento.”

Veja o relato de quatro mães empreendedoras sobre como conciliar família e carreira

Dicas para mães empreendedoras

#1 “Seja gentil com as pessoas (isso inclui você mesma)”

#2 “Mas seja agressiva com números”

#3 “Coloque seu sonho na coluna de Excel e veja o que os números de respondem”

#4 “Estude, se capacite” 

#5 “Peça ajuda, desenvolva uma rede de apoio”

#6 “Conecte-se a comunidades de empreendedorismo, participe de eventos, faça networking

#7 “Goste de vender”

#8 “Esteja disposta a falhar e correr riscos”

 

 

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo