Um Projeto: Fundação Estudar
profissionais sérios assistindo a palestra

CFA ou MBA: como escolher o programa certo para você?

Por Rafael Carvalho

Escolher o programa de especialização certo para potencializar a carreira em finanças depende do momento profissional e dos objetivos em mente

Como sócio de uma empresa que realiza tanto cursos de preparação para os exames CFA e GMAT, como serviços de consultoria na hora do application para MBA e mestrado, nossos estudantes frequentemente me perguntam qual é o melhor caminho para seguir: a certificação de Chartered Financial Analyst do CFA Institute, ou um MBA em uma faculdade internacional de primeira linha?

Leia também: Veja as melhores escolas de MBA da América Latina

Infelizmente, não há uma resposta óbvia para esta questão. Tanto a certificação CFA quanto um MBA em uma escola de negócios reconhecida podem proporcionar grandes benefícios para a carreira de uma pessoa. No entanto, há certos momentos e situações em que uma dessas opções faz mais sentido que a outra. Entenda:

Com o que você trabalha hoje? Conversando com os alunos, a primeira pergunta que fazemos é sobre sua situação atual da carreira. O programa CFA é altamente respeitado dentro das áreas analíticas dos serviços financeiros, tais como sell side, gestão da carteira buy side, private equity, finanças corporativas ou análise de crédito corporativo, para citar alguns. Ser aprovado nos exames CFA exige um conhecimento analítico profundo, e analistas que trabalham dentro desses campos vão se beneficiar muito com o conhecimento adquirido ao longo do processo de conquistar a certificação.

Onde você quer trabalhar? Quem quer entrar no setor de serviços financeiros, mas ainda não tem experiência de trabalho nesta área, geralmente vai encontrar no MBA uma melhor porta de entrada para o setor. Por sua vez, analistas que já trabalham com serviços financeiros em uma das áreas analíticas descritas acima muitas vezes vão se beneficiar mais se continuarem suas carreiras enquanto buscam a titulação CFA, ao invés de interrompê-las para realização de um curso MBA.

Os candidatos a MBA vêm de uma ampla variedade de áreas, incluindo a indústria de serviços financeiros – mas também muitas outras. Se você está interessado em mudar de carreira para começar a trabalhar com serviços financeiros, ou quer sair para tentar algo diferente, um MBA provavelmente terá mais impacto em suas perspectivas de carreira futura. O MBA possibilita uma exposição a todas as áreas de negócio (contabilidade, finanças, marketing, estratégia, operações, etc.) e serve como uma base sólida para aqueles em transição para uma nova carreira.

Leia também: Como se destacar na carreira de analista financeiro?

Em que momento de carreira você está? Os alunos de MBA terão uma experiência acadêmica muito mais enriquecedora se já tiverem trabalhado por alguns anos. A idade média dos candidatos que entram nos programas de MBA nos EUA é entre 27 e 29 anos, e a idade média para os programas europeus é ainda maior. Há também mestrados e programas de MBA Executivo projetados para profissionais mais velhos experientes, que normalmente já estão há dez anos ou mais no mercado.

Se você se formou na faculdade recentemente, o MBA provavelmente não é a escolha certa para você – pelo menos por enquanto.

Aqueles com alguns anos de experiência profissional não só aproveitarão mais a oportunidade do MBA e terão maior probabilidade de serem aceitos no programa, como também poderão compartilhar uma experiência profissional mais ampla com seus colegas de classe.

Para os melhores resultados, faça os dois! Todos ano, quando nos aproximamos da data do exame CFA de junho, temos a oportunidade de conversar um a um os nossos alunos CFA Nível 3 sobre estratégia de teste e o que eles precisam fazer para ter sucesso no terceiro e último exame CFA. Depois de uma série dessas reuniões, eu sempre saio impressionado com a qualidade desses profissionais. Para passar pelos três níveis do exame CFA, o estudante precisa estudar em média cerca de 1000 horas! A última coisa que uma pessoa normalmente quer fazer depois disso é se inscrever em outro programa para estudar ainda mais.

No entanto, há sempre aqueles que ainda não estão satisfeitos e já saem pensando sobre o próximo passo em seu desenvolvimento profissional. Embora seja possível ir atrás de outras certificações financeiras além do próprio CFA, a conversa muitas vezes leva a questões sobre a realização de um MBA ou mestrado em top business schools do exterior.

Leia também: ‘A era de ouro da educação de negócios acabou’, diz reitor de Harvard

Mesmo que todo processo de um MBA demande bastante disciplina, e a conclusão bem sucedida de um programa de CFA exija muitas e muitas noites e fins de semana de estudo ao longo de anos, alguns dos melhores profissionais que conheci concluíram as duas tarefas com êxito!

Se você realmente quer estar no topo do jogo em uma área analítica da indústria de serviços financeiros, optar pelo programa CFA e por um MBA ou mestrado no exterior é a escolha certa para você!

 


Darrin Kerr, CFA é sócio na FK Partners, empresa de treinamentos em certificações financeiras, incluindo CFA, oferece cursos presenciais e online, além de cursos customizados na área de finanças, como Modelagem Financeira e Valuation. Apoia os estudantes que desejam estudar no exterior, com preparação de GMAT, GRE e SAT. Trabalhou anteriormente como Analista de Sell Side na Merrill Lynch e Morgan Stanley.

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo