Inovar não é um trabalho simples – ainda mais para uma companhia centenária e com longos anos de tradição. É o caso da B3. Mas, apesar disso, ela tem encarado o desafio e, dentre as suas transformações, tem encontrado resultado ao focar em seus clientes.

“Como uma empresa de infraestrutura de mercado, a B3 é ampla e tem muitos tipos de clientes. E quando falamos de clientes, é na linha do B2B e até mesmo B2B2C – modalidade em que se atinge o cliente final (pessoas físicas e investidores) ao fornecer insumos ao cliente intermediário”, explica Fernando Enami, head de CRM no time de Centralidade do Cliente da B3.

Leia também: As transformações que estão por vir no mercado financeiro brasileiro

Como um dos painelistas do Trampo Na Prática, evento imersivo da Fundação destinado a jovens profissionais, o executivo detalhou quem são os clientes da empresa de infraestrutura de mercado financeiro.

 

 

“Em 2017 tivemos uma reestruturação da área de clientes. Assim, criarmos a figura do RM – especialista nos clientes – e segmentamos o mercado para dar foco nas peculiaridades de cada um deles.”

Entre eles, dentro do B2B, estão:

  • Corretoras atreladas a banco ou independentes
  • Empresas listadas
  • Seguradoras
  • Financeiras
  • Fintechs
  • Comercializadoras de energia

Tradição x inovação

A B3 é uma empresa centenária e referência, porém nem por isso tem deixado de lado a sua capacidade de inovação para sua perenização. Conforme já mencionado, dentre as estratégias adotadas está o foco no cliente.

“Temos que ser a plataforma de escolha! E também fazer com que nossos produtos e projetos estejam sempre em linha com o que os nossos clientes esperam de nós. O maior desafio é ser ágil e conseguir entregar na velocidade que o mercado muda, garantindo o time-to-market”, pontua Enami.

Para isso, segundo ele, algumas frentes dentro da companhia sendo têm sido criadas com duas linhas de atuação. Como, por exemplo:

  1. Garantir a solidez do negócio (conforme sua missão e valores), bem como solidez operacional e credibilidade
  2. Inovação com foco no cliente, atendendo as demandas do mercado e responder de forma rápida.

Trampo Na Prática da B3

Uma das propostas do Trampo Na Prática era de que os participantes solucionassem cases reais das empresas participantes. Por isso, entre os desafios propostos pela B3, estava como aumentar a quantidade de investidores na bolsa colocando o futuro cliente no centro (entendendo as preocupações e motivações) – assunto relacionado ao painel do head de CRM da organização.

Os jovens profissionais selecionados para participar do evento tiveram 1h30 para resolver o case proposto. Diz pra gente, você também conseguiria solucionar esse desafio?

Os melhores conteúdos para impulsionar seu desenvolvimento pessoal e na carreira.

Junte-se a mais de 1 milhão de jovens!
Casdastro realizado, fique ligado para os conteúdos exclusivos!
Seu cadastro não foi realizado, tente novamente!

O que você achou desse post? Deixe um comentário ou marque seu amigo: