quatro pessoas vestidas camisas escritas volunteer

Impacto social e retribuição à sociedade estão sempre entre as razões do trabalho voluntário. Contudo, indo mais além, essa atividade pode ser um grande diferencial na hora de buscar um emprego. Afinal, seja qual for a área de atuação, o voluntariado tem se mostrado uma maneira eficaz de revelar aos empregadores habilidades específicas e engajamento em um propósito.

A respeito disso, o Na Prática reuniu profissionais de diversas áreas de atuação para compartilhar como foi (e é) a experiência com trabalho voluntário. Além disso, eles também destacaram de quais maneiras a vivência auxiliou no desenvolvimento de suas carreiras e quais lições aprenderam durante o período.

Interessado em fazer voluntariado? As inscrições para ser Voluntário de Vendas da Fundação Estudar foram prorrogadas e podem ser realizadas 4 de fevereiro pelo Na Prática.

Mas, afinal, o que é o trabalho voluntário?

O trabalho voluntário é uma atividade não-remunerada da qual é realizada um conjunto de ações de interesse social e comunitário. Apenas no Brasil, o voluntariado é feito por 6,9 milhões de pessoas, conforme revela a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio Continua, referente a 2019, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Isso significa que aproximadamente 3,3% da população realiza esse tipo de atividade.

Desse total de participantes, mais de 90% o fizeram por meio de empresas, organizações ou instituições. Esse, aliás, é o caso de Bill Kenedy Pereira, técnico de Riscos e Compliance e Facilitador Voluntário da Fundação Estudar. Após participar de um dos cursos da organização, e ter contato com diferentes projetos, histórias e propósitos, passou a querer também contribuir para o benefício da sociedade.

“O aprendizado constante e a possibilidade de causar impacto positivo nas pessoas me motivam, dia após dia, a realizar o trabalho voluntário. Durante os cursos, e algum tempo depois, recebo mensagens dos participantes e é impossível não ficar com os olhos brilhando ao ver que eles alcançarem melhores versões de si próprios e conquistarem seus objetivos. Fazer parte disso é uma energia que nos move”, revela Bill.

Por que fazer o voluntariado?

Quem relata experiência semelhante é Mário Alves, analista de Cultura de Inovação e consultor de Transformação Digital. Ele também atua como voluntário da Fundação Estudar e em outras instituições, e pontua a necessidade de retornar valor à sociedade por meio de impacto social ou ambiental e desenvolvimento das pessoas.

Leia mais: Intercâmbio voluntário: como, onde e por que fazer? 

“É muito bom o sentimento de auxiliar outras pessoas a se perceberem líderes e acreditarem no poder de atuação de cada um para a mudança da sua realidade. Foi isso que me guiou ao longo dos anos enquanto voluntário em vários projetos”, explica Mário.

Ele ainda conta que o voluntariado o expôs a diversas situações que, eventualmente, também aconteciam em sua rotina de trabalho. “Pude estar mais bem preparado para lidar com elas. Jogo de cintura, habilidade de falar em público e o próprio conteúdo do curso fazem a diferença hoje, e sei que vão me acompanhar, na memória, ainda por muito tempo”, completa.

Também voluntária da Fundação Estudar e com experiência em diferentes projetos sociais – desde criança, inclusive –, Maiara Rosa, Customer & Community Experience Lead, revela as motivações que a fizeram se aprofundar na causa: conhecer outras realidades, histórias e pessoas, além de melhorar o currículo de atividades extracurriculares.

“Atuei em ONGs e projetos de extensão, e pude ver na prática a teoria que aprendemos na sala de aula”, conta Maiara, que cursou Gestão e Análise Ambiental (UFSCar). Além disso, entre outros pontos positivos, a experiência a permitiu trabalhar em equipes multidisciplinares e desenvolver hard e soft skills que foram complementares à sua formação. E isso, segundo ela, levou-a a outra patamar durante e após a graduação.

Voluntariado e mercado de trabalho

Nem todo mundo sabe, mas o trabalho voluntário tem um forte impacto na vida profissional de seus realizadores. Segundo a Corporation for National & Community Service, agência federal que promove o voluntariado nos Estados Unidos, candidatos que acrescentam essa experiência aos currículos têm uma chance 27% maior de serem contratados ante aos não-voluntários.

“Ser voluntário e facilitador nos permite desenvolver diversas competências e isso conseguimos aproveitar em qualquer situação. No trabalho não é diferente”, afirma Bill. “Sinto fortemente uma grande valorização com a atribuição de importantes projetos, além de diversos convites para palestras, workshops, processos seletivos e até mesmo outros trabalhos voluntários.”

Leia mais: Últimos dias! Inscreva-se para ser Voluntário de Vendas da Fundação Estudar

Enquanto isso, Mário destaca que ao acrescentar essa experiência ao currículo, notou desde curiosidade à valorização do voluntariado por parte de recrutadores e até gestão. “[Após a experiência] sinto que transmito conhecimento para pessoas de diversas vivências, obtive bom NPS (Net Promoter Score) nas entrevistas e o retorno sempre é positivo. Eu recomendo muito a experiência de ser voluntário”, salienta.

De maneira semelhante, Maiara também conta que a experiência não apenas foi critério de desempate em uma oportunidade, como também foi um dos pontos que a fizeram ser contratada em seu atual emprego. “O próprio CEO entrou em contato comigo, ao saber que eu estava disponível, e pontuou que o trabalho voluntário, principalmente o realizado na Fundação Estudar, foi fundamental para o interesse.”

Segundo os três voluntários, a vivência os auxiliaram, ainda, a criarem mais conexões, a buscarem por mudanças efetivas e resultados melhores, além de assimilarem e difundirem conhecimentos. “É o nosso papel enquanto cidadão, pessoa e profissional. Acredito que se todos fizessem, mesmo que um pouquinho, o mundo seria um lugar melhor”, finaliza Maiara.

 

Os melhores conteúdos para impulsionar seu desenvolvimento pessoal e na carreira.

Junte-se a mais de 1 milhão de jovens!
Casdastro realizado, fique ligado para os conteúdos exclusivos!
Seu cadastro não foi realizado, tente novamente!

O que você achou desse post? Deixe um comentário ou marque seu amigo: