Um Projeto: Fundação Estudar
Arara de roupas da Riachuelo

Riachuelo na prática: por dentro do ambiente de trabalho na sede da empresa

Por Rafael Carvalho

Conheça melhor a sede da Riachuelo, em São Paulo, que funciona como cérebro da gigante de fast fashion brasileira

A rede de fast fashion brasileira Riachuelo possui 257 lojas em todo o país, além de dois parques industriais e três centros de distribuição. Ao todo, ela emprega cerca de 40.000 pessoas.

A empresa pertence ao grupo Guararapes, que abarca também um banco próprio (a Midway Financeira), um centro de compras (Midway Shopping, em Natal-RN) e uma companhia de logística (a Transportadora Casa Verde).

A sede da Riachuelo, em São Paulo, é o seu cérebro. Além de abrigar as funções administrativas, é no local que são criados os produtos (desde a confecção das estampas até o desenho das peças e escolha dos tecidos) e definida identidade das lojas, por exemplo. Conheça um pouco mais sobre o ambiente de trabalho:

Leia também: Veja a rotina de uma estilista que coordena marcas na Riachuelo

Espaço

A sede da Riachuelo fica no bairro da Casa Verde, na zona Norte da capital paulista, desde 1979.

Equipe

No prédio, de 42.319 metros quadrados, trabalham aproximadamente 1.350 funcionários.

Vitrine

Na entrada da unidade, há uma vitrine com as principais novidades que já estão disponíveis nas lojas.

Estilo

O andar onde ficam os setores comercial, de estilo, planejamento e importação tem os espaços de trabalho mais descolados da empresa. O local é repleto de figuras, cores, e produtos fabricados e vendidos pela Riachuelo.

Estampas

Todo o processo de desenvolvimento das roupas da companhia, que antecede a fabricação, é feito na sede. Na foto, as designers criam estampas que serão tema das próximas coleções da rede.

Grafite

No final de 2013, o grafite foi tema das peças criadas pela empresa. Para que as estampas ficassem perfeitas, bem parecidas com uma arte urbana real, os profissionais fizeram suas criações nas paredes externas da matriz antes de levá-las para os tecidos.

Identidade visual

Na sede trabalham também os designers que desenvolvem as peças gráficas da companhia.

Marketing

Nas salinhas de vidro do setor de marketing, ao fundo, de frente para suas equipes, ficam os gerentes de cada seção. Assim eles podem acompanhar de perto o trabalho do time todo.

Leia também: Entenda melhor as oportunidades na indústria do varejo

Inspiração

Na sede também são desenhadas as peças e escolhidos os tecidos, cores e materiais nos quais as roupas serão produzidas. Na foto, é possível ver as referências usadas no desenvolvimento da coleção de outono-inverno 2015, que já está chegando às lojas. No fundo, estão as peças prontas.

Peças e mais peças

Por abrigar o processo de criação do produtos, o lugar é recheado de roupas, calçados e acessórios por todos os cantos. Nem todos os itens que aparecem na imagem, porém, são ou serão vendidos pela Riachuelo. Muitos deles estão em fase de aprovação e nem todos vão ser selecionados para chegar às vitrines. No canto direito, o quadro mostra as peças escolhidas para a próxima temporada.

Mini loja

Toda a identidade visual da Riachuelo é criada na sede. Por isso, uma réplica dos ambientes das lojas é desenvolvida na matriz a cada coleção, com o objetivo de testar a disposição dos produtos e a decoração.

Comando

Em um outro andar da empresa, fica a sala do presidente, Flavio Rocha. Ele é herdeiro do fundador e presidente do Grupo Guararapes, Nevaldo Rocha. Pela decoração de seu escritório dá pra notar em qual empresário ele se inspira – além do pai, é claro.

Administração

Junto da sala da presidência ficam as diretorias comercial, de expansão, a superintendência e a vice-presidência da empresa. A foto registra a recepção dessas salas da administração. Ela já está adesivada com a nova identidade visual da companhia, que iniciou uma reformulação (inclusive de logomarca) em 2013. Os murais da sede estão sendo substituídos gradualmente.

Fornecedores

Há ainda na empresa 23 salinhas usadas para receber fornecedores. Em média, 100 parceiros passam pela companhia por dia.

Restaurante

Há cerca de dois anos, a Riachuelo decidiu assumir a operação de seu restaurante, que antes era terceirizada. Por dia, cerca de 1150 refeições são servidas. Os funcionários podem se sevir à vontade e é descontado na folha de pagamento um valor simbólico de aproximadamente R$ 4. Nas segundas, quartas e sextas-feiras, há a opção “prato do chefe”, que conta com ingredientes especiais.

Café

Além do restaurante, há áreas de café e uma lanchonete na matriz da companhia.

Almoxarifado com cara de CD

Até 2001, a Riachuelo tinha apenas um centro de distribuição (CD), e ele ficava junto da sua sede. Com a expansão, a empresa precisou inaugurar outros três – um em Guarulhos (SP), um Natal (RN) e outro em Manaus (AM). Juntos, os três têm 141.680 metros quadrados, área mais de dez vezes maior do que a do antigo, em São Paulo, de 11.800 metros quadrados, que foi transformado em almoxarifado. Hoje o espaço é usado para armazenar peças que vão para as lojas da companhia, como manequins e objetos de decoração.

Relax

Desde 2012, a empresa mantém, ao lado do restaurante, uma área de convivência ao ar livre. A área de convivência é bastante usada pelos colaboradores após o almoço, para descansar, bater papo e jogar cartas e jogos de tabuleiro.

Este artigo foi originalmente publicado em EXAME.com 

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo