Um Projeto: Fundação Estudar
participante do Prêmio Péter Murányi 2016

Fundação dá 250 mil reais para projetos de Ciência & Tecnologia

Por Suria Barbosa

Realizado anualmente, o Prêmio Péter Murányi contempla pesquisadores brasileiros que tenham trabalhos que promovam melhorias à qualidade de vida da população. Podem participar pessoas e instituições; inscrições vão até 31 de agosto.

Criado em 2002 pela fundação de mesmo nome, o Prêmio Péter Murányi busca reconhecer pesquisadores brasileiros que se dediquem a projetos que que tragam melhoria à qualidade de vida da população.

A competição, que é realizada anualmente, contempla quatro áreas em cda edição: saúde, ciência & tecnologia, alimentação e educação. Neste ano, o Prêmio dará R$ 250 mil a trabalhos que envolvam Ciência & Tecnologia. Os projetos podem ser enviados até dia 31 de agosto.

Desde a primeira edição, foram investidos cerca de R$ 2,65 milhões na premiação e 1.440 trabalhos foram avaliados. Podem participar instituições de ensino, empresas e entidades que tenham iniciativa na área e resultados que atestem evolução na qualidade de vida do público-alvo.

Leia também: Qual a diferença entre a pesquisa e desenvolvimento no Brasil e em outros países?

Também são elegíveis pesquisadores (individualmente e em times), contanto que tenham sido indicados por uma instituição (por meio de um documento que é obrigatório para todas as candidaturas).

Após análise de uma comissão técnica e, posteriormente, de um júri, os vencedores serão premiados na cerimônia de entrega, prevista para acontecer em abril de 2019.

O valor de 250 mil será dividido entre o vencedor (que recebe 200 mil reais), o segundo (30 mil reais) e o terceiro colocados (20 mil reais). Além da quantia em dinheiro, recebem diploma, e o primeiro colocado também um troféu.

Como participar do Prêmio Péter Murányi

O primeiro passo para se inscrever no Prêmio Péter Murányi é enviar os documentos solicitados no regulamento (disponível no site para download) para o e-mail premio2019@fundacaopetermuranyi.org.br.

É necessário que os trabalhos sejam indicados por instituições cadastradas no Colégio Indicador da edição, o que também deve ser feito por e-mail, conforme as instruções disponíveis em modelo (também para download no site).

Além da carta de indicação, os participantes devem mandar declaração e formulário de participação, Currículo Lattes, uma síntese e uma apresentação do trabalho.  

As instituições podem indicar quantidade ilimitada de trabalhos, contanto que eles atendam aos três critérios principais para a edição deste ano: abordagem inovadora, aplicabilidade prática e beneficiar as populações em desenvolvimento. Confira mais informações pelo site da Fundação Péter Murányi

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo