Um Projeto: Fundação Estudar
Três pessoas conversando em ambiente profissional

3 perguntas que você pode fazer em uma entrevista de emprego

Por Redação, do Na Prática

O momento em que o entrevistador abre espaço para o candidato é perfeito para tirar dúvidas e se enxergar em mais detalhes naquela oportunidade

“E você, o que quer saber?” Essa pergunta, geralmente nos últimos minutos do encontro, é outro clássico de entrevistas de emprego.

Mesmo assim, uma quantidade substancial de pessoas esquece de se preparar para esta parte do processo seletivo. Afinal, que tipo de dúvidas você pode ter?

A resposta é: todo tipo de dúvida, mesmo que elas tenham surgido nos últimos cinco minutos de conversa.

Está em dúvida se entendeu algo corretamente? Então confirme. Quer saber o que eles acham de horários flexíveis? Pergunte. Quer saber quais são as possibilidades de viagem, que tipo de exposição à liderança existe ou se a empresa oferece planos de desenvolvimento individual? Esse é o momento!

Recentemente, a Fast Company reuniu 3 exemplos de perguntas muito úteis para ter na manga e entender melhor a oportunidade profissional em questão.

Em tempo: se quiser impressionar ainda mais os recrutadores nessa e em outras fases da seleção, prepare-se com o novo curso online Processos Seletivos Na Prática!

3 perguntas para entrevista de emprego

1. O que significa sucesso para funcionários em posições iniciais nessa empresa?

O que essa pergunta quer dizer é: como você pode ter sucesso nessa posição, de acordo com a empresa?

A resposta do entrevistador vai envolver as qualidades buscadas nesses jovens profissionais, o que esclarece o que você deve fazer quando chegar lá ou se destacar no processo seletivo – e pode fazê-lo logo depois da resposta, caso já tenha uma informação nova para oferecer.

2. Como você descreveria a equipe e o gerente do time em que eu trabalharia?

A lógica é a mesma da pergunta anterior: entender o que acontece no dia a dia e o que você deve esperar desse trabalho, além de aprofundar seu entendimento da cultura organizacional.

3. Se você me oferecesse o emprego, o que recomendaria que eu fizesse para começar com o pé direito?

Ou seja, o que você precisaria fazer logo no primeiro dia e que tipo de desafios enfrentaria de cara?

Segundo Jeremy Paine, vice-presidente e chefe de operações da empresa Remote Year, isso ainda ajuda o entrevistador a visualizar o candidato naquela posição.

E como ele está pensando em você individualmente naquele momento, os conselhos são ainda mais específicos e os insights, mais úteis: o que você, com suas habilidades e competências, precisaria ou poderia fazer.

Inscreva-se no curso por e-mail: Como Acabar Com a Autossabotagem na Carreira

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo