Um Projeto: Fundação Estudar
Montagem de advogados de grandes escritórios brasileiros

O que grandes escritórios brasileiros de Direito buscam num candidato?

Por Rafael Carvalho

Bichara Advogados, Mattos Filho, Souza Cescon e TozziniFreire respondem qual é o perfil profissional de seus advogados

Assim como qualquer outra empresa, escritórios de advocacia sabem o que buscam em profissionais que querem se juntar aos seus quadros. Para facilitar a busca de jovens advogados, o NaPrática.org consultou 4 grandes escritórios brasileiros para entender o perfil que procuram em candidatos.

Também vale lembrar que estudantes e jovens recém-formados em Direito que estão em busca de vagas podem participar gratuitamente da Conferência Na Prática Jurídica, feira de carreiras voltada especificamente para esses profissionais e que reúne escritórios de advocacia, startups e grandes empresas. O evento acontece em São Paulo, no dia 31/10, e as inscrições devem ser realizadas por aqui até 3/9. As vagas são limitadas.

Todas as firmas citadas neste texto estarão presentes na Conferência e em busca de novos talentos. Além da chance de conversar pessoalmente com representantes das organizações, os jovens também podem participar de um dia intenso de palestras e networking.

Baixe o ebook: Direito e Empreendedorismo: Como É O Trabalho de um Advogado de Startups no Brasil

Bichara Advogados

Voltado ao Direito Empresarial, o escritório Bichara Advogados tem mais de 130 advogados e cerca de 400 colaboradores em seus espaços em São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Belo Horizonte e Vitória.

Segundo Mateus Pardim, gerente de Recursos Humanos do escritório, que é focado em resultados práticos, um advogado ali precisa ter “uma cultura de disponibilidade total para o cliente.”

Além disso, há competências organizacionais fundamentais, como polivalência, capacidade de entender o negócio do cliente e de pensar em soluções práticas. Também buscam inteligência emocional e capacidade de lidar com imprevistos. “São duas características muito valorizadas por nós.”

Mattos Filho

Ao todo, o escritório Mattos Filho atua em cerca de 30 áreas do Direito e representa diversos tipos de clientes, como empresas, fundos de investimento e organizações sem fins lucrativos.

Situado em São Paulo, onde mantém dois espaços, também conta com escritórios no Rio de Janeiro, Brasília, Nova York e Londres.

Segundo Juliana Gebara de Sene, advogada do Mattos Filho na área de Propriedade Intelectual há uma década, o escritório busca principalmente pessoas comprometidas e que queiram aprender.

“Aqui damos oportunidades para quem realmente quer”, afirma. “Também não podem desistir facilmente, porque haverá obstáculos e muito trabalho. Se você estiver disposto a se desenvolver, vai conseguir crescer aqui.”

Souza Cescon

Presente em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília e Salvador, o escritório de advocacia empresarial Souza Cescon atua em 17 áreas do Direito e setores diversos, como óleo e gás, hospitalidade e entretenimento.

Segundo Maria Angélica de Carvalho, gerente de Recursos Humanos, para enfrentar os desafios diários é preciso ter inglês fluente, excelência acadêmica e um mindset global, além de muito entusiasmo para encontrar novos caminhos.

“Nossos advogados se destacam pelo esforço colaborativo, multidisciplinar, atenção aos detalhes, dedicação máxima e comprometimento com a defesa dos interesses de nossos clientes e pela atuação em operações altamente sofisticadas e muitas vezes inéditas no mercado”, resume.

Leia também: O dia a dia de Fernanda Bastos, advogada do Souza Cescon que assessora fusões & aquisições bilionárias

TozziniFreire

O escritório TozziniFreire atua em todas as áreas de Direito Empresarial e tem unidades em São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Porto Alegre, Campinas e Nova York.

Segundo Rodrigo de Campos Vieira, head da área de Inovação e Startup do escritório que já falou sobre seu dia a dia aqui, é preciso primeiro ser apaixonado pelo Direito. “É preciso ser curioso”, fala.

Espírito colaborativo, fluência em inglês e estar disposto a aprender também são pontos fundamentais.

“Exigimos que as pessoas sejam flexíveis para termos a liberdade de testá-las em uma área ou outra. Não adianta ser um grande advogado na área empresarial mas que não sabe conversar sobre a área contenciosa”, explica. “O jovem advogado precisar estar aberto a fazer um rodízio entre diversas áreas para ter uma gama maior de conhecimentos.”

QUER TRABALHAR NA ÁREA JURÍDICA?
Inscreva-se em Conferência de Carreiras gratuita até 03/09!

O evento, que acontece em São Paulo em 31/10, contará com grandes escritórios e organizações de vários setores da carreira jurídica em busca de novos talentos. Saiba tudo sobre mercado de capitais, M&A, reestruturação, insolvência, concorrencial, contencioso, tributário e jurídico de empresas e converse pessoalmente com as melhores empresas do ramo.

As vagas são limitadas e as inscrições encerram em 03/09. Garanta a sua inscrição agora mesmo!

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo