Um Projeto: Fundação Estudar
Jovem mulher loira sorrindo para a câmera

O que é talento para as empresas?

Por Rafael Carvalho

Especialista na área de gente e gestão explica como as empresas identificam e valorizam seus talentos

É muito comum lermos ou ouvirmos que gente é o principal ativo de uma organização, ou que gente é que faz a diferença, certo?

Mas na prática, quando olhamos para as empresas e instituições em geral, percebemos que quase todas possuem um efetivo planejamento financeiro, orçamentário, comercial e de crescimento… No entanto, poucas dedicam tempo e energia para planejar gente.

Esse contexto representa um desafio duplo: para as empresas, o objetivo é identificar e reter talentos; para o jovem, por sua vez, é ser percebido como um talento.

Leia também: Estudos apontam ligação entre sucesso e propósito

Afinal, o que é um talento? De maneira simples, são pessoas totalmente alinhadas à cultura e ao valor da empresa em que estão, e que apresentam alta performance. Os talentos possuem, por exemplo, um bom resultado em cumprimento de metas e avaliação de competências e desempenho.

Estas pessoas normalmente são percebidas como um diferencial, e são as primeiras a serem alavancadas para assumir novas posições desafiadoras, postos de maior risco ou novos negócios.

E como eu posso me tornar um talento? Não existe uma receita, até porque muitas vezes você pode ser considerado talento em uma organização, mas não na outra. Existem, no entanto, alguns conselhos que podem te ajudar a se desenvolver com um talento.

O primeiro passo é o cuidado profundo com sua formação educacional e sua preparação para o mercado de trabalho. Este o alicerce para ser visto como um talento pelo mercado.

Faça um bom curso, e durante todo o período da universidade procure engajar-se projetos relacionados a sua carreira, projetos sociais e de sustentabilidade, e projetos que lhe propiciem uma visão de mundo e de negócios mais abrangente.

Participe de empresas juniores, faça estágios, colabore com projetos não governamentais de de relação direta com negócios, como a Enactus Organization. Tudo isso faz uma diferença enorme na construção de uma carreira sólida e acelerada.

Leia também: O que os candidatos a trainee podem fazer para se destacar?

Atração e retenção Toda empresa procura sempre atrair e reter esses talentos. Para identificá-los, costumam implementar alguns sistemas de avaliação.

É através de um bom modelo de metas e performance que as empresas buscam atingir sua visão de longo prazo, e as metas estão refletidas ano a ano para atingir esta visão. O que você faz no seu dia a dia, sua rotina de trabalho, contribui para a empresa permanecer “viva” , mas dificilmente ela dará saltos de resultados olhando somente para o dia a dia.

Os resultados referem-se as metas que a pessoa possui anualmente , o quanto de desafio existente nestas metas e o quanto o individuo supera estas metas. O conjunto de metas que permite os saltos de crescimento na carreira.

Além das metas, há as competências, que referem-se aos comportamentos, ou seja, como você atua para atingir suas metas. O conjunto de valores da empresa pressupõe comportamentos que podem ser medidos, e as pessoas são avaliadas o quanto estão alinhadas a estes valores.

Portanto, ser um talento em uma organização envolve a sua capacidade de entregar seus resultados, mas em um ambiente que combina com o seu comportamento e suas atitudes.

Josue Bressane Junior é CEO da Gemte Consulting, especialista em gente e gestão de negócios. Colunista do Na Prática, ele tem um espaço mensal para dar dicas de carreira e contar um pouco da história e dos bastidores dos processos de seleção de trainees e estágios.

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo