O que é preciso para ser um trainee KPMG?

Saiba mais sobre o programa de trainee da auditoria e consultoria KPMG, que está com vagas abertas para Rio de Janeiro e São Paulo

Juliana Maffia, do , em 28.01.2015
Fachada da KPMG [reprodução]

Entrevistamos Ana Carolina Vieira, gestora de Recursos Humanos da auditoria e consultoria KPMG, para entender melhor a vaga de trainee, descobrir o que um jovem profissional pode esperar dentro da empresa e, de quebra, ainda pegar algumas dicas para os candidatos, direto da fonte.

Atualmente, a KPMG recebe inscrições para o KPMG International Case Competition (KICC), uma competição de estudo de casos que envolve jovens universitários e recém-formados de vários lugares do mundo. No Brasil, a KPMG também está usando esta competição como uma ferramenta de seleção de trainees para a prática de advisory (área responsável pelos serviços de consultoria estratégica e de gestão, assessoria financeira, fusões e aquisições, entre outros processos). No site oficial, é possível saber mais sobre o programa e fazer sua inscrição.

Como está estruturado o Programa de Trainee da KPMG?

Ana Carolina Vieira: Nós contratamos em vários blocos no ano. Temos processos que são customizados de acordo com a demanda da área que está contratando naquele momento. Atualmente, as inscrições abertas são para o KPMG International Case Competition (KICC), que é um programa exclusivo para a área de advisory que abrange os escritórios do Rio de Janeiro e São Paulo.

O KICC está estruturado nas seguintes etapas: triagem de perfil, teste de inglês, gamification no perfil do advisory, laboratório de competências, teste online (português, raciocínio lógico, conhecimentos gerais), e entrevista final.

Conte-nos sobre a cultura e os valores da empresa.

Nossos valores são a base para o desenvolvimento de carreira dentro da organização e fundamentais para a rotina do trabalho. Mas destacamos três: lideramos por meio de exemplos, somos abertos e honestos em nossa comunicação, e trabalhamos em conjunto. Estes são alguns dos princípios que estão atrelados a nossa forma de crescimento. Somos uma empresa de formação e desenvolvimento de carreira, o que permite que o profissional seja exposto a diversas experiências, clientes e gestão. Ao mesmo tempo, ele consegue acompanhar sua carreira, pois recebe feedback contínuos. Estas ferramentas são obrigatórias para todos os profissionais, tornando o habito de avaliação contínuo.

Leia também: Aprenda a resolver ‘cases’ em processos seletivos de consultoria

Qual o perfil do jovem talento que contempla o trainee da KPMG?

O perfil dos nossos jovens talentos abrange estudantes a partir do quarto semestre da graduação até dois anos depois de formados. Desse modo, conforme o processo que estamos contratando, fazemos um filtro de candidatos com os cursos pertinentes a área de negócio.

Quais são as competências desejadas?

As características pessoais que buscamos em todos os processos são comprometimento, ambição por carreira, vontade de aprender, resiliência às dificuldades que surjam ao longo do desenvolvimento e interesse continuo por aprendizado.

Como é o processo de desenvolvimento do trainee ao longo do programa?

A maior parte dos trainees que começam conosco ficam, em média, um ano no cargo. A não-promoção à posição seguinte está atrelada a performance e maturidade do talento para assumir novas responsabilidades.

Como todo profissional, o trainee, ao ingressar na firma, passa a ser orientado por um performance manager, um profissional sênior que recebe a função de auxiliar o jovem talento a criar metas de desenvolvimento, acompanhar sua carreira e dar os inputs necessários para que ele possa assumir cada vez mais novas posições e fazer a gestão da sua carreira.

Quais são os principais diferenciais do programa?

A alta carga de treinamento antes de começarem em campo, e-learnings que ficam disponíveis o ano todo e ter coaching durante seus seis primeiros meses de empresa, além da figura do performance manager.

Assista ao bate-papo do Na Prática com a diretora de Recursos Humanos da auditoria e consultoria EY (Ernst & Young)

Muitos jovens procuram os programas de trainee pela chance de um rápido desenvolvimento. Quais as oportunidades dentro da empresa que permitem isso?

As oportunidades fazem parte das nossas características. Temos um plano de carreira muito estruturado, que permite que o profissional possa mensurar onde sua carreira pode chegar.

Os cargos exigem certo conhecimento técnico, maturidade, dando a possibilidade do talento começar como trainee, crescer na organização e se desenvolver, até chegar a sócio. Um dado interessante é que mais de 90% dos nossos líderes começaram na primeira posição da carreira.

Quais dicas você daria para quem quer ser um trainee da KPMG?

O que muitas vezes é clichê também é um diferencial. Entender da cultura da firma, estilo, linhas de negócio ajuda o candidato a sentir-se mais seguro. Foco, objetividade, energia, disposição e interesse são características que sempre consideramos, pois estes são pontos que fazem toda a diferença para o profissional manter-se na empresa e construir uma carreira.

Este artigo foi originalmente publicado em My Trainee