Um Projeto: Fundação Estudar
Miriam Ascenso

Fundação BRAVA: o sonho grande de melhorar a gestão pública no Brasil

Por Cecília Araújo

Organização apoia práticas de gestão empresarial no setor público e acredita que políticas públicas eficientes têm o poder de transformar o Brasil

Desde o início da faculdade, Miriam Ascenso esteve envolvida com o tema de gestão. Primeiro à frente da empresa júnior do curso de Relações Internacionais da Trevisan Escola de Negócios, em São Paulo. Depois, como embaixadora da Brasil Júnior (Confederação Brasileira de Empresas Juniores) na Europa. Também fez parte da primeira leva de embaixadores CHOICE, rede de universitários engajados em negócios sociais promovida pela Artemisia. E participou do Laboratório, programa de jovens lideranças da Fundação Estudar.

Esse engajamento em entidades estudantis e atividades extracurriculares lhe proporcionou ter experiências práticas profissionais muito cedo e se aproximar de muitas pessoas inspiradoras nesse caminho. E foi através delas que conheceu a Fundação BRAVA – uma organização familiar sem fins lucrativos que apoia líderes transformadores comprometidos com o desenvolvimento do Brasil – da qual é hoje gerente de projetos, aos 26 anos.

História da Brava

Criada em 2000, a equipe que faz a BRAVA funcionar é enxuta: são sete pessoas, egressas de cursos como Economia, Administração de Empresas, Gestão Financeira, Engenharia de Produção e Administração Pública. Seu foco é gerar impacto social através da melhoria da gestão pública. Mas a atuação da organização acontece nos bastidores: seu papel é articular parceiros experientes do setor privado a fim de viabilizar e disseminar soluções inovadoras que consolidem a cultura de gestão no Estado e gerem resultados para o Brasil.

Leia também: ‘Gestão não tem ideologia’, diz Vicente Falconi

Ao longo dos últimos anos, a organização apoiou mais de 30 projetos em administrações municipais e estaduais brasileiras – trazendo melhorias para áreas como educação, segurança, gestão e equilíbrio fiscal. Por meio deles, impactou mais de 7 milhões de pessoas diretamente e 100 milhões indiretamente, além de gerar 15 bilhões de reais entre ganhos e economias para o setor público brasileiro – segundo dados da própria fundação.

Todo seu esforço envolve a promoção, dentro do setor público, de valores comuns no dia a dia de empresas privadas – como meritocracia, foco em resultado e um sonho grande desafiador que faça todos remarem na mesma direção. Há mais de três anos na organização, Miriam não tem dúvidas: uma gestão pública eficiente pode transformar Brasil. “O gestor público trabalha tão preocupado em apagar incêndios e resolver questões urgentes, que acaba tendo dificuldades de priorizar análises de longo prazo”, diz.

Legado da BRAVA

E é aí que a BRAVA e a própria Miriam pretendem deixar um legado. “Há uma preocupação grande para a evolução das competências dos funcionários públicos, já que o que nós queremos é aumentar o alcance do impacto da organização sem precisar estar lá”, diz. Ela explica que um dos desafios da BRAVA está na continuidade e na longevidade da mudança de cultura no setor público. “Nossos projetos buscam envolver gestores públicos de carreira em todo o processo e institucionalizar os avanços.”

Leia também: Será que a carreira pública está alinhada aos seus objetivos?

Recentemente, Miriam esteve envolvida de perto no desenvolvimento do portal Meu Município – que organiza e disponibiliza, de forma bem simples, dados sobre as finanças públicas dos municípios brasileiros, provenientes da Secretaria do Tesouro Nacional e do IBGE. Os principais objetivos do site são dar transparência às contas municipais, estimular a participação do cidadão no acompanhamento dos orçamentos públicos e estimular o gestor público a desenvolver políticas públicas cada vez mais eficientes e de melhor qualidade para o cidadão. “Buscamos disseminar e inspirar boas práticas através de projetos como esse”, diz.

Esta reportagem faz parte da seção Explore, que reúne uma série de conteúdos exclusivos sobre carreira em negócios. Nela, explicamos como funciona, como é na prática e como entrar em diversas indústrias e funções. Nosso objetivo é te dar algumas coordenadas para você ter uma ideia mais real do que vai encontrar no dia a dia de trabalho em diferentes setores e áreas de atuação.

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo