Um Projeto: Fundação Estudar

Equilíbrio entre vida pessoal e profissional é possível? Duas trajetórias para se inspirar

Por Leticia Moraes

Definir o que é equilíbrio, de acordo com o seu contexto e ambições, é o primeiro passo para conseguir ser feliz nos dois campos. Conheça duas profissionais que se esforçam pela harmonia em ambas as esferas.

Não dá para negar que as conversas sobre equilíbrio entre a vida pessoal e a profissional ocupam um lugar quase cativo nos happy hours

Tem gente que cria o seu próprio método para deixar tudo bem separado e segue isso para conseguir dar conta da rotina. Outras pessoas acreditam que essa duas esferas da vida andam integradas e se misturam a todo momento.  

Provavelmente, a questão gera tantos debates simplesmente porque não existe o certo e o errado. 

Cada profissional e pessoa, precisa saber quais são as suas ambições, os seus limites e maneira como se sente mais feliz. E para descobrir tudo isso, o autoconhecimento é fundamental.  

Leia também: Roda da Vida – a ferramenta que serve para a carreira e vida pessoal

O que é equilíbrio para você?

A Kamilla Cazaroto é Estrategista Digital na Nunca Fiz um Canvas e acredita que o equilíbrio é “uma estabilidade condicionada à felicidade do indivíduo”.

Isso significa que, para ela, o equilíbrio entre vida pessoal e profissional é muito particular e está vinculado ao objetivo de cada ser humano. 

“Em 2019, eu estava totalmente dedicada à minha vida profissional. Sei que algumas pessoas que estão vendo de fora, podem dizer que eu trabalho muito e não consigo equilibrar com a minha vida pessoal. Mas, para mim, de acordo com os meus objetivos, a minha vida está equilibrada.”

Mesmo com foco no seu lado profissional, Kamilla decidiu quais eram as áreas da sua vida pessoal das quais não abriria mão. Ela faz questão de ver a família toda semana, fazer atividade física e sair para comer. 

Tudo isso é frequentemente mostrado em seu perfil profissional no Instagram. Ou seja: as duas esferas da vida se misturam e uma impulsiona a outra. 

Kamilla Cazaroto / Arquivo pessoal

 

“Como a quantidade de coisas que eu faço na vida profissional é muito maior, para manter o equilíbrio, eu procuro sempre estar perto do que eu não negocio na minha vida pessoal.”

Para Kamilla, o mais importante é que cada pessoa descubra como trabalhar e viver de forma inteligente, ao invés de apenas seguir as regras  e buscar o equilíbrio que a sociedade diz precisar existir. 

“Para mim, existe o equilíbrio felicidade e o equilíbrio controle. No primeiro, há uma busca pela estabilidade e no segundo, apenas a culpa e a comparação com outras pessoas. Se eu trabalhei mais do que quem está ao meu lado, começo a achar que estou me desgastando muito e coloco um controle de horas no trabalho, só porque me comparei. Eu acredito que esse tipo de equilíbrio não funciona”, finaliza. 

Equilíbrio na vida como autônoma

Já a Luciane Costa é freelancer em tempo integral desde 2016. Mesmo com o trabalho home office em grande parte do tempo, ela aprendeu a manter a disciplina para respeitar o horário comercial.

“Você não tem a hora que todo mundo começa a levantar da mesa para ir embora e você se vê sozinha no escritório.  Quando eu morava sozinha, eu perdia essa noção de tempo… Comecei a morar com o meu namorado e isso melhorou, porque ele chega e eu paro logo depois.” 

Por trabalhar com marketing e vendas, áreas que exigem muita criatividade, Luciane acredita que muito da sua vida pessoal interfere na profissional. 

Luciane Costa / Arquivo pessoal

 

Mas ela não vê isso como um problema, pelo contrário: muitos dos clientes que atende atuam em áreas pelas quais ela tem interesse.  

“Eu trabalho com uma consultoria de diversidade, por exemplo. Se eu estou vendo um filme ou lendo sobre diversidade, que é um assunto que gosto, eu também estou pensando nos conteúdos que posso criar para aquele cliente.”

Ao mesmo tempo, no dia a dia, ela tem conseguido estabelecer limites claros entre a sua vida pessoal e a sua vida profissional. 

Entre os hábitos que a ajudam, ela destaca três:

#1 Ter um celular corporativo e outro pessoal

“Tenho dois aparelhos. Coloco o profissional em modo avião depois das 19h e nos finais de semana. Antes, mesmo que eu não respondesse, a minha cabeça não desligava quando eu via a mensagem ou o e-mail chegando.”

#2 Saber deixar o WhatsApp de lado

As pessoas cada vez mais querem resolver tudo pelo WhatsApp, que é uma ferramenta ótima mas que tira muito do foco e da produtividade.. Então, encaro os períodos em que preciso estar produtiva como se eu estivesse em uma reunião. Não olho o WhatsApp, tiro as notificações ou coloco em modo avião.”

#3 Planejar a rotina

“Organizo a agenda no final da semana anterior para ter tempos de descanso e de trabalho focado. Também estabeleço turnos para as reuniões externas.”

Liberdade para fazer escolhas 

Quando saiu do trabalho convencional, Luciane diz que não sabia muito bem como lidar com a rotina e a dinâmica entre a sua vida pessoal e a profissional. 

No início, até acabou adotando um comportamento de super disponibilidade para atender demandas, porque acreditava que isso era muito importante para ter sucesso em seu novo modelo de trabalho

“Era terrível porque eu tinha clientes me procurando no final de semana, de noite… Com o tempo, fui vendo que não era uma obrigação. Se eu tinha escolhido um modelo de trabalho diferente, eu podia ditar as regras e colocar meus próprios limites. Obviamente, tem perfil clientes que querem a super disponibilidade e aí o projeto nem vai para frente, por termos essa visão diferente de trabalho e vida pessoal”, explica.  

Hoje, ela sente que consegue lidar melhor com as suas cargas de trabalho porque é ela quem define até onde vai. 

“Eu me coloco um limite para conseguir manter o equilíbrio com minha vida pessoal, entregando um serviço de qualidade, sem sentir que estou devendo algo. Equilíbrio é eu poder fazer escolhas, decidir quando vou fazer o quê. É conseguir dosar a vida pessoal e a profissional da forma que eu entendo que funciona pra mim e é real.” 

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo