Site oferece MBA gratuito em engenharia e inovação, com professores da USP e UFSC

O curso, focado em gestão da produção, é totalmente online e possui a possibilidade de avaliação e certificação ao final do programa

Rafael Carvalho, do , em 31.08.2015
Mulher digitando no computador [PublicDomain]

Graças à internet, você não precisa sair de casa e nem mesmo desembolsar grandes quantias de dinheiro para ter aulas com alguns dos melhores professores do planeta.

Se a oferta de cursos de especialização disponíveis gratuitamente online já era grande, recentemente também é possível realizar cursos inteiros por meio da internet. A plataforma Veduca, por exemplo, oferece para qualquer um que se interessar um MBA em engenharia e inovação ministrado por professores da USP (Universidade de São Paulo) e UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina). Segundo a plataforma, trata-se do primeiro MBA aberto online do mundo.

O conteúdo, focado em gestão da produção, também inclui temas como gestão da inovação, engenharia financeira e desenvolvimento de produtos e serviços. Embora as videoaulas do curso fiquem disponíveis livremente para qualquer pessoa com interesse pelo tema, também existe a possibilidade de participar do programa de certificação que é pago e inclui a emissão de certificado ao final do curso, além de avaliações, orientação individual e outros benefícios exclusivos.

Em muitos lugares, um MBA é considerado uma porta de entrada ou um avanço para galgar degraus. Bruna Keiserman, consultora do Boston Consulting Group (BCG), explicou ao Na Prática como seu MBA em Kellogg, que fica na Universidade Northwestern, impulsionou sua carreira. E na McKinsey, outra consultoria estratégica, eles são praticamente onipresentes. “É parte da carreira na McKinsey. São raros os casos de pessoas que não o fazem”, disse Daniela Anderez, sócia júnior na companhia.

Para participar do MBA oferecido ela plataforma Veduca, é necessário aguardar o início das novas turmas. Ainda assim, já é possível registrar interesse no curso por aqui.

Leia também: FGV e ESPM oferecem mais de 50 cursos online gratuitos