Um Projeto: Fundação Estudar
Ricardo Tadeu da cervejaria Ambev

Ricardo Tadeu conta como chegou a um dos mais altos cargos na cervejaria AB InBev

Por Rafael Carvalho

Bolsista da Fundação Estudar, ele é o executivo que fez a subsidiária mexicana da empresa superar pela primeira vez a rentabilidade da brasileira

No primeiro semestre desse ano, os números da subsidiária mexicana da cervejaria AB InBev se destacaram no resultado global da companhia: foi a primeira vez que a operação mexicana superou a brasileira em rentabilidade, segundo reportagem d’O Estado de São Paulo. A empresa do trio Jorge Paulo Lemann, Marcel Telles e Beto Sicupira tem tradicionalmente na Ambev, no Brasil, os melhores retornos para o grupo.

O nome por trás desses resultados é Ricardo Tadeu Soares, um jovem carioca de 39 anos que o trio de empresários já havia apoiado anos antes, por meio da Fundação Estudar  organização sem fins lucrativos que fundaram para desenvolver jovens talentos. Em 1994 ele recebeu uma bolsa da organização para fazer mestrado em Harvard. Na volta para o Brasil, seguiu carreira no grupo AB InBev e hoje preside a subsidiária mexicana da cervejaria.

Talento precoce

Ainda criança, Ricardo já demonstrava um futuro promissor. Aos dez anos, foi destaque em programa de auditório de Silvio Santos. Com a cabeça baixa, apertando os olhos para se concentrar, ele ouviu o apresentador: “387 mais 429 mais 926…”. Antes de Silvio Santos concluir a pergunta, o menino veio com a resposta certeira: “1.742”. Estava comprovado: conseguia ser mais rápido que uma calculadora.

Nos anos seguintes, provaria também ser mais precoce que qualquer outra criança de sua idade. Aos 12, quando ainda cursava a oitava série, passou no vestibular e ganhou uma autorização especial da Justiça para estudar Direito. Frequentava a escola pela manhã e, à noite, a faculdade. Formou-se aos 16 anos e entrou para o Guinness Book como o advogado mais jovem do mundo.

Quando voltou de seu mestrado no exterior, Ricardo foi contratado pela fabricante de cerveja com a condição de não trabalhar na área jurídica, mas na comercial. O trio queria que ele transitasse pelas diversas áreas da empresa, e mais uma vez provou que tem visão. Aos 24, foi a pessoa mais jovem a ter sua biografia citada no Internacional Who’S Who of Professional Management, entre os executivos mais destacados no mundo. Aos 25, foi o mais jovem a concluir o MBA Master em Business Ambev, classificando-se em primeiro lugar. Não é surpresa que seu desempenho na companhia, conhecida pela forte cultura meritocrática, tenha levado Ricardo ao cargo de comando no México dois anos atrás.

Leia também: O caminho do jovem trainee Ambev que saiu da favela da Rocinha

A seguir, ele compartilha com o Na Prática suas lições de carreira e o que busca em um jovem profissional:

 

Dica do Na Prática:

Conhecer de perto as etapas de um processo seletivo e entender como acontece cada uma delas aumenta as suas chances de contratação. Se você ainda não se sente 100% confiante, não se preocupe, a Fundação Estudar reuniu as maiores referências no assunto em um curso online para te ajudar neste desafio. Inscreva-se agora pagando somente R$ 79 com o cupom PROCSEL_20 clicando aqui.

 

Quais características acredita que te levaram à posição em que está hoje?

O que você busca em um jovem para trabalhar em sua equipe?

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo