Um Projeto: Fundação Estudar
sede da wmccann

Executivo da WMcCann fala sobre carreira na publicidade

Por Rafael Carvalho

Descubra como o publicitário André Mansano se tornou gerente de projetos sênior da WMcCann e conheça o dia a dia de um profissional da área

“Acredite fielmente em você”. Se pudesse dar um conselho para os jovens que estão começando agora sua carreira na publicidade, esse seria o escolhido por André Mansano. Formado em Publicidade e Propaganda pela USCP (Universidade Municipal de São Caetano do Sul) e pós-graduado em Comunicação Estratégica pela ESPM (Escola Superior de Propaganda e Marketing), ele construiu toda a sua vida profissional trabalhando em agências de publicidade. Entre as suas experiências, as de maior destaque foram como Produtor Digital e Gerente de Projetos da Africa, e como Gerente de Projetos Sênior da gigante WMcCann, uma das mais respeitadas agências de publicidade do mundo.

A vocação para seguir a área apareceu cedo, logo aos 15 anos, quando escolheu a faculdade que queria fazer: “Minha formação acadêmica foi ótima porque tive bons professores, bons colegas de classe e acima de tudo muita dedicação a minha escolha. Na faculdade vivi muitas situações simuladas onde exemplos reais eram debatidos e questionados, para que pudéssemos nos aproximar das exigências diárias que um profissional de propaganda tem que encarar. Naturalmente não haviam clientes ou produtos, verba ou salário, mas professores que aprovavam e desaprovavam. Estas analogias com certeza foram importantes para que no futuro as surpresas e novidades do mercado pudessem ser melhor compreendidas”, conta.

Trajetória da carreira na publicidade

Já depois de formando, André ingressou no mercado trabalhando em uma agência como Assistente de Atendimento, mas ainda no primeiro ano percebeu que tinha uma série de características pessoais que poderiam ser mais bem exploradas se trabalhasse na área de Projetos.

Conheça o Imersão Marketing e Comercial, veja as datas e participe!

Ele decidiu seguir a sua intuição e ainda hoje acredita que o ponto de partida para formação de um ótimo profissional é o autoconhecimento: “Precisamos conhecer nossas características humanas e aí identificar em qual área da profissão vamos trabalhar, e não o inverso. Um Gerente de Projetos precisa ser um cara organizado, com visão ampla, sensibilidade para o que pode dar certo e o que pode dar errado, o que fazer se a variável for A e o que fazer se a variável for B. Precisa ser um cara que tenha muito equilíbrio perante a pressão e a cobrança, ter total conhecimento sobre processos, sobre obrigações e responsabilidades de todas as áreas, inclusive a sua. Naturalmente sempre fui um ser humano comedido, precavido, organizado, mais racional do que emocional, com muita argumentação e logo vi que meu rumo seria me tornar Gerente de Projetos”, explica.

O dia a dia de trabalho

André explica que atualmente não existe um padrão operacional que defina completamente a função de um Gerente de Projetos até porque esta área surgiu há pouco tempo dentro das agências: “Dependendo do grupo de comunicação, ele pode ter contato com clientes diariamente se tornando um híbrido entre Atendimento e Projetos, mas também pode trabalhar somente internamente, tendo contato com todas as áreas e apenas esporadicamente com o cliente”, explica.

andre wccann
André Mansano [AcervoPessoal]

Apesar das diferenças, no geral, o passo inicial de qualquer trabalho de um Gerente de Projetos é a entrada de uma nova demanda ou a manutenção das existentes, que sempre chegam através dos profissionais de Atendimento: “Na prática, o Atendimento trás as necessidades do cliente, se reúne com o Gerente de Projetos e a partir daí o Gerente de Projetos vai se esforçar ao máximo para entender o que precisa ser feito, tornando-se o elo entre todas as áreas dentro da agência. É assim que nasce o briefing de criação, com subsídios, dados, datas, números e valores para que as demais áreas possam ter ferramentas para construir”.

A partir do momento em que o trabalho começa a caminhar o Gerente de Projetos tem que criar um planejamento, que especifica como serão as entregas; o cronograma macro e por tarefas, apontando responsáveis. Também deve levantar e relacionar todos os custos, mídia e produção; aprovar internamente os documentos finais e posteriormente solicitar ao Atendimento à aprovação por parte do cliente: “É preciso estar acessível a todas as áreas, alertar sobre riscos, se atentar a oportunidades e necessidades, sempre sinalizar e posicionar o Atendimento diariamente, cobrando quando preciso e dando suporte às áreas criativas e produtivas”.

Liderando em uma grande agência 

Atuando como Gerente Sênior de Projetos na WMcCann, André teve a oportunidade de liderar uma equipe responsável pelo atendimento de grandes contas como Nestlé, Garoto, Estadão e Globo.com: “Minha equipe era formada por mim, por uma Supervisora de Projetos e por dois Analistas. Meu papel era dar suporte a eles no dia a dia quando necessitassem, identificando falhas e possíveis melhorias, enaltecendo qualidades mas principalmente definindo processos, especialmente na entrada das demandas e no passo a passo, junto as demais áreas como Atendimento, Mídia, RTV, Financeiro e Criação”.

Leia também: Bob Wollheim, do Grupo ABC, fala sobre carreira e o futuro da publicidade

Entre as outras funções que faziam parte do seu cargo de liderança André também destaca a mensuração da rentabilidade (horas trabalhadas X horas vendidas), a avaliação dos perfis profissionais necessários e vendidos por conta e o controle de todas as datas-chave, custos e entregas: “Acredito que os maiores desafios foram conter pressão, evitar desgastes entre os profissionais das áreas, conciliar urgências e principalmente construir uma imagem de confiança e parceria”, avalia.

Orgulho publicitário 

Assistir a TV e ver um comercial, abrir o jornal e dar de cara com um anúncio, acessar a internet e perceber que aquela campanha feita para um cliente viralizou… O publicitário é um dos poucos profissionais que pode ter o reconhecimento quase instantâneo do público e se sentir grato pelo seu trabalho durante essas simples ações do dia a dia.

andre wmccann 2
André com o publicitário Washington Olivetto [AcervoPessoal] 

No caso de André, ele diz que também se sente muito orgulhoso por ter realizado os sonhos que o fizeram estudar propaganda: “Trabalhei e vi como trabalham ícones como Nizan Guanaes e Washington Olivetto. São lembranças e momentos que levarei pra vida toda, histórias para contar, para passar, experiências e privilégios de muito poucos. Há também outro grande orgulho que alcancei despretensiosamente durante minha carreira, que foi ter me tornado líder e principalmente ter tido reconhecimento dos meus liderados, mesmo após o fim da relação chefe e subordinado. Isso me faz crer que valeu a pena encarar, vestir a camisa, estar um passo adiante e me dedicar pra valer. Espero que isso possa servir de estímulo e inspiração para os jovens que estão apenas iniciando suas carreiras”, finaliza.

 

Dica do Na Prática:

Conhecer de perto as etapas de um processo seletivo e entender como acontece cada uma delas aumenta as suas chances de contratação. Se você ainda não se sente 100% confiante, não se preocupe, a Fundação Estudar reuniu as maiores referências no assunto em um curso online para te ajudar neste desafio. Inscreva-se agora com 20% de desconto com o cupom PROCSEL-20 clicando aqui.

 

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo