Um Projeto: Fundação Estudar
mulher fazendo videochamada

Isolamento social: 10 dicas para fazer networking à distância

Por Suria Barbosa

Conversamos com o consultor de carreira Emerson Dias, que aponta a importância do networking para quem busca uma vaga ou não. Selecionamos 10 dicas para fazer seu networking funcionar de qualquer lugar.

O isolamento social, medida recomendada para o controle da disseminação do covid-19, não precisa afetar seu networking. Conversamos com o consultor de carreira Emerson Dias, que aponta a importância da prática para quem busca uma vaga. “É preciso estar no radar das pessoas, porque se alguém sabe de alguma oportunidade essa pessoa precisa lembrar que você pode ser uma boa indicação, e isso só acontece se você tem um networking ativo.”

Seja para conseguir recolocação ou não, o ideal é cultivar a rede de contatos com consistência. “Procurar as pessoas somente quando tiver necessidade não cria vínculos”, explica Emerson. Por isso, “criar vínculos” é um de suas dicas. Confira essa e outras recomendações para fazer networking à distância.

Últimas horas para se inscrever no Conexão, evento virtual que conecta com empresas de todo o Brasil

#10 Networking é prática

A sugestão para começar é direta: praticar. “Uma primeira dica é desafiar-se, pense em alguém que você não tem proximidade, mas gostaria de ter. Agora pense quem poderia fazer essa ‘ponte’ para você chegar até essa pessoa. Pronto, você tem um desafio, um objetivo e agora é pensar nas estratégias para chegar lá. Pode ser uma simples mensagem no WhatsApp, pode ser chamar para uma conversa, mesmo que remotamente… Comece com quem está próximo e vá ampliando a sua rede”, diz o consultor.

 

 

#9 Esteja bem informado

“Procure estar sempre bem informado, o que inclui ler livros, revistas e jornais, assistir filmes, se interessar sobre assuntos variados…”

Leia também: 8 podcasts para entender melhor o contexto

#8 Aproveite o meio do momento

“Use as redes sociais. A internet é um excelente recurso para fazer networking nesse momento. Mídias digitais podem ser ótimas para contatos iniciais, que podem evoluir para encontros presenciais após a quarentena.”

A principal das redes aqui é o LinkedIn. Tire um tempo para atualizar seu perfil, completando todas as informações e colocando uma foto profissional coerente, sugere Emerson. “Além disso, poste artigos e publicações relevantes, compartilhe matérias da mídia que achar interessante, comente nas postagens dos amigos.”

#7 Use os bate-papos online

Marque conversas online com amigos e ex-conversas de trabalho aproveitando as diversas ferramentas de comunicação gratuitas disponibilizadas hoje.

#6 Reconecte-se com conhecidos

Se sentir que sua base de contatos atuais está “esgotada”, retome contato com antigos colegas, da faculdade, de infância ou de antigos trabalhos.

#5 Para abordar pessoas afastadas, busque gerar identificação

“Descubra algo sobre a pessoa, algo que tenha em comum, algo que saiba que a pessoa se interessa, uma coisa que possa gerar empatia entre vocês. Com isso, comece uma conversa, envie uma mensagem; com o cuidado de não ser invasivo, veja se a pessoa pode falar naquele momento, se não, peça um horário para contato futuro.”

#4 Foque em criar vínculos

“Com o tempo, vamos aprendendo a diferenciar pessoas interesseiras de pessoas interessantes. Então, o melhor dos mundos é criar vínculos. Mas para isso você precisa cuidar de duas coisas: manter um interesse genuíno nas pessoas e cuidar da sua reputação. Interessar-se verdadeiramente por quem você conhece é essencial”, destaca.

Sobre reputação, Emerson explica, a ideia é cuidar para que o que você diz seja exatamente o que você é com o cuidado de manter a boa educação e gentileza. “Não confunda grosseria e falta de educação com ser sincero e transparente.”

#3 Prepare-se para as conversas

“Faça pesquisas, observe bastante e seja um bom ouvinte. Ao contrário do que muitos pensam, não é preciso falar muito, basta fazer as perguntas certas. Dessa forma, além de demonstrar seu interesse você vai conseguir colher informações para os próximos encontros.”

#2 Seja honesto para não parecer interesseiro

“Se você se aproxima de alguma pessoa porque precisa que ela te apresente alguém, fale a verdade, pergunte se ela pode te ajudar, diga que ficará grato por isso e que estará à disposição para retribuir esse favor.”

“Querer ‘ficar amigo’ da pessoa para depois apenas ‘usá-la’ pode pegar mal”, esclarece o consultor de carreira. Se você mostrar desde o princípio sua intenção, a importância que esse contato tem e também gratidão que nutre, o pedido soa muito diferente e bem melhor. “Só fica chateado ou não entende isso quem não sabe o valor de um bom networking”, finaliza o especialista.

Vagas home office: confira nossa seleção mensal de oportunidades de trabalho remoto

#1 Compartilhe pensando na sua reputação

“Construa sua reputação. Espalhar fake news não ajuda nisso, portanto combata-as e avise quando alguém compartilhar uma. Sempre faça esta pergunta a você mesmo antes de compartilhar algo: estou compartilhando porque isso confirma o que eu acredito ou estou compartilhando porque chequei a veracidade?”

 

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo