Um Projeto: Fundação Estudar
Bill Gates

Como Bill Gates lê livros (e 5 obras que ele indica para as férias!)

Por Redação, do Na Prática

Famoso pela sede de conhecimento, ele recentemente explicou como aprende através de suas leituras: “Livros são a melhor maneira de explorar novos tópicos"

A essa altura, você já está acostumado com Bill Gates e sua incessante vontade de fazer o mundo ler mais.

Como copresidente da Fundação Bill & Melinda Gates, ele saiu do mundo da tecnologia e mergulhou naquele da saúde pública, da economia e do desenvolvimento social, temas que lhe são caros como o maior filantropo do mundo e que ele sentia que precisava entender para atuar de maneira eficaz.

O resultado é que, ano após ano, Gates divulga uma série de listas de livros, do mais inspirador (Os Anjos Bons da Nossa Natureza, de Steven Pinker) à melhor obra sobre negócios (Business Adventures, de John Brooks).

“A leitura é meu jeito favorito de satisfazer minha curiosidade”, resumiu. “Ainda acho que livros são a melhor maneira de explorar novos tópicos em que você tem interesse.”

Em um vídeo recente para o portal de notícias Quartz, ele explicou como consegue extrair o máximo de suas leituras. Ou seja, como lê livros.

4 regras de leitura de Bill Gates

1. Anote nas margens

“Você está se concentrando na leitura? Pegando as informações e anexando esse conhecimento?”, pergunta. “Anotar faz com que eu pense sobre o que estou lendo.”

2. Não comece o que você não vai terminar

Neste caso, Gates fala sobre Graça Infinita, um livro de David Foster Wallace famoso pela originalidade e pelo tamanho: são mais de mil páginas.

O americano está curioso, mas não tanto assim para se comprometer com tanta coisa. “Esta é minha regra para chegar ao final [dos livros]”, fala. “Não quero abrir uma exceção.”

3. Leia do jeito que for melhor para você

No caso de Gates, são livros, jornais e revistas de papel. Uma transição para o digital ainda não aconteceu, porque ele prefere assim. “É ridículo porque viajo com uma mala de livros”, admite.

Ou seja, leia da maneira que for mais conveniente para você – mesmo que seja inconveniente num avião.

4. Reserve uma hora para ler

Cinco, dez ou vinte minutos podem funcionar para um artigo, mas para que leituras mais densas realmente tenham impacto, Gates recomenda reservar uma hora na agenda. “Reserve tempo para realmente refletir e progredir”, aconselha.

5 livros que Bill Gates recomenda para as férias

E para aproveitar o fim de ano, Gates também divulgou 5 títulos, incluindo ficções, que ele aprovou em 2017 e que podem tornar suas férias mais prazeirosas (e educativas).

Descubra quais são suas recomendações e explicações abaixo:

1. O Melhor Que Podíamos Fazer, por Thi Bui

“Essa linda graphic novel é uma autobiografia profundamente pessoal que explora o que significa ser pai e refugiado. A família da autora fugiu do Vietnã em 1978. Após dar à luz à sua única criança, ela decide aprender mais sobre as experiências de seus pais crescendo em um país destroçado por ocupantes estrangeiros.”

2. Evicted: Poverty and Profit in the American City, por Matthew Desmond

“Se você quer um bom entendimento sobre como temas que causam a pobreza estão ligados, deveria ler este livro sobre a crise de despejo no Milwaukee. Desmond faz um retrato brilhante de americanos que vivem na pobreza. Ele me deu um senso melhor sobre o que significa ser pobre nesse país do que qualquer outra coisa que li.”

3. Believe Me: A Memoir of Love, Death, and Jazz Chickens, por Eddie Izzard

“A história pessoal de Izzard é fascinante: ele sobreviveu à uma infância difícil e trabalhou sem parar para superar sua ausência de talento natural e se tornar uma estrela internacional. Se você é um enorme fã como eu, vai amar esse livro. Sua voz nas páginas é muito parecida com sua voz de palco e eu me peguei rindo em voz alta várias vezes enquanto as lia.”

4. O Simpatizante, por Viet Thanh Nguyen

“A maioria dos livros que li e filmes que vi sobre a Guerra do Vietnã focavam na perspectiva americana. O premiado romance de Nguyen oferece um insight muito necessário sobre o que era ser vietnamita e estar entre os dois lados. Apesar de ser pesado, O Simpatizante é uma história emocionante sobre um agente duplo e o problema em que ele encontra.”

5. Energy and Civilization: A History, por Vaclav Smil

“Smil é um de meus autores favoritos e essa é sua obra-prima. Ele mostra como nossa necessidade de ter energia moldou a história humana – da era dos moinhos puxados por burros à jornada de hoje por energia renovável. Não é o livro mais fácil de ler, mas no fim você se sentirá mais inteligente e mais bem informado sobre como a inovação energética altera o rumo das civilizações.”

Inscreva-se no curso por e-mail: 8 Ferramentas Para Ser um Líder Melhor

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo