Um Projeto: Fundação Estudar
Bill Gates

O livro de negócios favorito de Bill Gates e Warren Buffett

Por Rafael Carvalho

Dois dos três homens mais ricos do mundo compartilham a mesma opinião sobre qual é o melhor livro de negócios já escrito – descubra qual

Quem deu a dica do livro primeiro foi o investidor Warren Buffett. Em 1991, Bill Gates pediu ao amigo que lhe recomendasse um bom livro de negócios. Ele não hesitou: “Business Adventures (Aventuras dos Negócios), de John Brooks. É o meu favorito. Eu te mando o meu exemplar”.

As aventuras favoritas de Bill Gates

Bill Gates, assim como provavelmente muitos dos leitores desse texto, jamais tinha ouvido falar do livro antes. Isto não deveria ser surpresa, afinal de contas, trata-se de uma publicação de 1969 que traz uma coletânea de textos de jornalismo esconômico publicados na revista New Yorker durante a década de 1960. Os artigos, escritos pelo jornalista John Brooks, mostram os bastidores de diversas empresas da época, como Xerox, Ford e General Eletric.

“As pessoas mais céticas devem questionar como um punhado de matérias dos anos sessenta poderiam se relacionar com os negócios de hoje em dia. Com certeza muitas particularidades sobre business mudaram. Mas os fundamentos continuam os mesmos. Os insights bastante profundos de Brooks sobre negócios continuam tão relevantes hoje quanto eram na época em que foram publicados”, escreveu Bill Gates em artigo para o The Wall Street Journal.

O caso lembra o de outro livro emblemático, The Intelligent Investor, de 1949, considerado por Warren Buffett o melhor livro sobre investimentos que ele já leu até hoje.

“Diferente de muitos autores e jornalistas de negócios atuais, Brooks não construiu seu trabalho ao redor de breves lições de ‘como fazer’, ou explicações simplistas para o sucesso. Você não vai encontrar quaisquer tipos de lista na sua obra. Ele escreveu longos artigos que emolduram certas questões e problemas da empresa, explorando-os em profundidade”, completa o executivo. Ficou com vontade de ler?

Leia também: Leia os mesmos livros que Mark Zuckerberg em 2015

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo