Um Projeto: Fundação Estudar

Quando buscar mentoria? Essa e outras 4 perguntas sobre a prática respondidas!

Por Suria Barbosa

Conversamos com João Kohn, sócio e diretor da Learn to Fly, plataforma que conecta a mentores em uma jornada de desenvolvimento, para ajudar a desmistificar a prática respondendo algumas dúvidas frequentes sobre ela.

Você já ouviu falar em mentoria? A prática pode ajudar no desenvolvimento profissional e pessoal. Pensando nas questões que rodeiam o tema para desmistificá-lo, o Na Prática conversou com João Kohn, sócio e diretor da Learn to Fly, que é uma plataforma que conecta a mentores em uma jornada de desenvolvimento.

Atualmente, a Learn To Fly está com inscrições abertas para a próxima turma de mentoria até 31 de agosto. Saiba mais pelo site da plataforma!

#1 Quais são os benefícios da mentoria?

 

 

“A mentoria é um excelente ferramenta para o autodesenvolvimento, com objetivo de ajudar o mentorado a se conhecer melhor, mapear suas forças e fraquezas, gerenciar seus aprendizados” e construir uma jornada mais promissora, com crescimento pessoal e profissional”, explica ele.

O quesito “crescimento pessoal e profissional”, muito além dos aprendizados estritamente técnicos, é onde está é a diferença de uma boa mentoria, segundo João.

#2 Para quem é a prática?

A prática de mentoria é para todos!

Isso porque, em qualquer cenário, as habilidades que nos ajudaram nos desafios passados não são as mesmas que precisaremos para lidar com os próximos, destaca. “Dentro dessa lógica, não existe restrição de públicos!”

#3 Quando buscar mentoria?

“Ao longo da nossa vida, tivemos inúmeros mentores/mentoras, formais e informais. Quem não lembra dos bons conselhos que nossos avós, pais e familiares nos deram?” Para o sócio da Learn To Fly, é extremamente saudável construir uma rede de apoio de mentores informais, como a família, mas o ideal é buscar outros em momentos específicos, que trazem consigo necessidades específicas também.

“A busca pelo primeiro emprego, recolocação, mudança de carreira, primeiros desafios de liderança e conflitos de relacionamento são ótimos exemplos de situações nas quais um mentor formal pode ajudar muito.”

E qual é o melhor momento? Essa pergunta, de acordo com João, não possui uma única resposta exata. “Na prática, a experiência que tivemos na Learn to Fly ao longo desses três anos operando aponta que a mentoria é fundamental para quem está iniciando sua carreira profissional, assumindo cargos de liderança e mudando de empresa ou setor.”

Job shadowing: ser a “sombra” de um profissional pode ajudar sua carreira

#4 O que preciso saber ou fazer antes de começar?

Que o processo de mentoria é fundamental para nosso crescimento pessoal e profissional e ameniza a sensação de estar sozinho frente a todos os desafios que a vida traz.

“A percepção da solidão é um sintoma real da nossa sociedade, que impacta milhões de jovens mundo a fora. Digitalmente, estamos mais conectada do que nunca, contudo, emocionalmente não. E construir uma rede de apoio, com mentores/mentoras dando suporte na nossa jornada, muitas vezes, é o que faltava para termos uma trajetória mais leve, agradável e próspera.”

#5 Com o que a mentoria sempre pode me ajudar?

Para o diretor da plataforma Learn To Fly, a mentoria sempre promoverá autoconhecimento. “Ter um agente externo apoiando nossa jornada, sem que esteja mergulhado nos desafios que vivemos diariamente, é fundamental para nos conhecermos melhor”, afirma. “Muitas vezes, não enxergamos com clareza o que nos move, quais são nossas maiores forças e fraquezas e quais são os passos que precisamos dar em seguida, por estarmos tomados pela rotina. Nossa balança da vida fica ‘descalibrada’. E o mentor se encaixa justamente na construção de uma balança sem viés, capaz de pesar nossas atitudes e sentimentos.”

 

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo