Um Projeto: Fundação Estudar
Habilidades para o futuro

3 conjuntos de habilidades que vão garantir que você não fique sem emprego no futuro

Por Suria Barbosa

A consultoria estratégica McKinsey divulgou resultados de sua mais nova pesquisa sobre mercado de trabalho e automação. Confira suas descobertas sobre as habilidades para o futuro – e as que vão sofrer mais com o avanço da tecnologia.

Quando se trata do mercado de trabalho, a discussão mais atual é a automação e como se preparar, a fim de não se prejudicar com os avanços. Sobre isso, o Na Prática já trouxe pesquisa reveladora da McKinsey & Company, a opinião de professor e até de especialista em recrutamento.

Recentemente, no entanto, a consultoria estratégica global apresentou os resultados de mais um estudo relacionado em uma conferência em Paris. “Skill shifts: Automation and the future of the workforce” (para acessar o documento completo em pdf, clique aqui) defende que existem três conjuntos de habilidades para o futuro – ou seja: essenciais para os trabalhadores à medida em que as indústrias evoluem com o desenvolvimento da tecnologia.

Confira as descobertas a partir de um resumo do site Quartz.

O futuro das habilidades 

A McKinsey, uma das maiores consultorias estratégicas do mundo, analisou e agrupou as skills características do ambiente de trabalho em cinco grupos:

  1. Habilidades físicas e manuais
  2. Habilidades cognitivas básicas
  3. Altas habilidades cognitivas
  4. Habilidades sociais e emocionais
  5. Habilidades tecnológicas

 

Combinando dados gerados por suas próprias técnicas, de pesquisas de executivos e entrevistas com funcionários de recursos humanos, a organização projetou quantas horas seriam trabalhadas anualmente, em média, por habilidade, na economia do futuro.

Habilidades para o futuro do mercado de trabalho / Reprodução Quartz
Dados: McKinsey Global Institute, US Bureau of Labor statistics / Reprodução Quartz

Habilidades para o futuro

Enquanto algumas funções serão perdidas, de acordo com a pesquisa, novos empregos serão criados – e elas serão relacionadas a esses três conjuntos de competências:

Altas habilidades cognitivas

Incluem instrução e escrita avançadas, habilidades quantitativas e estatísticas, pensamento crítico e capacidade de processamento de informações complexas.

Habilidades sociais e emocionais

Segundo a McKinsey, são muito importantes no mundo do trabalho em evolução. Incluem habilidades avançadas de comunicação e negociação, empatia, aprendizado contínuo, capacidade de gerenciar os outros e adaptabilidade – características da chamada inteligência emocional.

Você sabe qual o seu nível de inteligência emocional? Faça nosso teste grátis e descubra!

Habilidades tecnológicas

Desde habilidades básicas a avançadas em TI, análise de dados, Engenharia e pesquisa.

 

Dica do Na Prática:

Conhecer de perto as etapas de um processo seletivo e entender como acontece cada uma delas aumenta as suas chances de contratação. Se você ainda não se sente 100% confiante, não se preocupe, a Fundação Estudar reuniu as maiores referências no assunto em um curso online para te ajudar neste desafio. Inscreva-se agora com 20% de desconto com o cupom PROCSEL-20 clicando aqui.

 

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo