Um Projeto: Fundação Estudar
Caixas de loja de departamento

Magazine Luiza na prática: uma trainee na área de marketing

Por Cecília Araújo

Talitha Évely conta sua rotina na área de marketing da empresa e dá dicas a outros jovens que desejam seguir esse caminho

“Esta é a década do varejo”. A frase otimista é repetida à exaustão pela presidente da rede varejista Magazine Luiza, Luiza Trajano. Ela emprestou a expressão de Flavio Rocha, presidente da Riachuelo e de uma entidade que representa o setor. Os indícios econômicos mostram que eles podem estar certos: nos últimos dez anos, as redes varejistas cresceram mais do que o PIB, e a entrada de 40 milhões de brasileiros na classe C, ávidos por consumir – e ser bem tratados – impulsionam as vendas.

Foi pensando nesse contexto que a comunicadora social mineira Talitha Évely, de 23 anos, decidiu concorrer com outros 15 mil inscritos a uma das 14 vagas para trainee na empresa de Luiza. Depois de um longo processo, ela foi selecionada e começou a atuar na área de marketing. “Via essa oportunidade como uma forma de impulsionar a minha carreira, entrar em uma empresa com importância nacional e ter contato com profissionais da área”, comenta.

Não foi uma mudança muito fácil. Apesar de ter nascido em uma cidade média, Juiz de Fora, com cerca de 550 mil habitantes, a transferência para a capital paulista causou impactos profissionais e pessoais. Mas parece ter valido a pena. Os desafios constantes e a busca incessante para atender as exigências dos clientes tornam o seu trabalho bastante dinâmico. “O varejo é o coração da economia. É uma área que muda a cada dia. Isso exige que o profissional seja muito veloz também, que consiga se adaptar e ser flexível”, explica.

Um dos fatores que mais chamou a atenção de Talitha na empresa foi o foco no cliente. “Falamos a língua do cliente, respiramos o cliente, conseguimos pensar como ele e entender o que ele quer”, diz. E o que ele quer, afinal? “Os consumidores hoje estão mais exigentes, informados. Eles estão sintonizados com as melhores marcas do mercado e já conhecem um serviço mais personalizado. Ele não quer só o produto pelo melhor preço, ele quer uma empresa que se preocupe com ele no pós-venda”, completa.

Leia também: Varejo, a engrenagem por trás da gôndola

Magazine Você
Dentro da empresa, ela atua em uma área relativamente nova de marketing e vendas: o Magazine Você, que oferece aos clientes a possibilidade de criar uma mini loja virtual – hospedada dentro do site oficial da empresa. Ela dá a possibilidade ao cliente de “vender” aos amigos produtos da Magazine Luiza selecionados e recomendados por ele. Sempre que um produto é vendido através dessas lojinhas, o divulgador (nome dado ao cliente que montou sua página própria) recebe alguma bonificação em dinheiro.

“Esse serviço foi criado porque temos pesquisas que comprovam que as pessoas têm mais tendência a comprar um produto que foi indicado por um amigo a um que foi sugerido por um vendedor na loja”, explica. “A ideia é que, no Magazine Você, aquele seu amigo que sabe tudo de computadores, expert no assunto, crie uma lista a partir do que temos para oferecer e liste os pontos positivos e negativos daqueles produtos para os seus amigos.”

Essa foi uma maneira diferente que a empresa encontrou para se aproximar dos clientes. “Considerando a concorrência acirrada, a estabilidade do site e o prazo de entrega podem fazer a diferença”, diz. “O marketing tem que ser inovador e diversificar as formas de conversar com os consumidores em todas as plataformas e frentes possíveis.” Com metas de vendas pressionando, os profissionais da área precisam trabalhar sempre pensando no dia seguinte, fechar a ação de um mês imaginado a do próximo. “Trabalhamos muito com a área comercial, para saber o que está chegando de novo no mercado e pensar em como isso vai ser levado ao cliente para despertar o interesse pela compra”, afirma.

Em um mercado tão concorrido e volátil quanto este, não há muito espaço para comodismos. E, se Luiza Trajano estiver correta, e esta for mesmo a década do varejo, ele pode ser um excelente setor para se atuar.

Leia também: As possibilidades de carreira para quem sonha em trabalhar no varejo

Esta reportagem faz parte da seção Explore, que reúne uma série de conteúdos exclusivos sobre carreira em negócios. Nela, explicamos como funciona, como é na prática e como entrar em diversas indústrias e funções. Nosso objetivo é te dar algumas coordenadas para você ter uma ideia mais real do que vai encontrar no dia a dia de trabalho em diferentes setores e áreas de atuação.

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo