Um Projeto: Fundação Estudar
Venture capitalists

11 livros que inspiram os principais investidores de startups do mundo

Por Suria Barbosa

Confira os 11 livros - de ficção e não-ficção – mais lidos pelos venture capitalists, investidores especializados em startups que estão por trás do sucesso de empresas como Google, Facebook, Uber, WhatsApp e Snapchat.

Venture capital é uma modalidade de investimento direcionado, principalmente, a startups. Por se tratarem de empresas em estágio inicial, com propostas inovadoras, costumam caracterizar investimentos que envolvem certo risco – portanto exigem bastante cautela e planejamento. Muitas companhias que hoje são reconhecidas (como Google, Facebook, Uber, WhatsApp e Snapchat) contaram com venture capitalists, quando ainda estavam no começo.

Para entender melhor como estes profissionais se inspiram, o economista Joe Hovde coletou dados das entrevistas de todos os venture capitalists no podcast especializado Twenty Minute VC. Como resultado, encontrou 11 obras que foram frequentemente mencionadas por investidores das maiores firmas especializadas em venture capital do mundo. 

Obras de outros investidores e empreendedores

#1 “O Lado Difícil das Situações Difíceis”, de Ben Horowitz

De longe, o mais citado pelos venture capitalists, O “Lado Difícil das Situações Difíceis” (em inglês, The Hard Thing About Hard Things), foi escrito por Ben Horowitz. Com outro venture capitalist chamado Marc Andreessen, Horowitz fundou a companhia de investimento do Vale do Silício Andreessen Horowitz, que apoiou empresas como Airbnb, Twitter e Facebook. Além de contar sua própria história, Horowitz dá conselhos para lidar com os problemas mais difíceis do mundo dos negócios.

#2 “De Zero a Um”, de Peter Thiel

“De Zero a Um” (em inglês, Zero to One) foca em como futuros empreendedores podem criar produtos realmente inovadores, em um mundo saturado de “novidades”. Embora seja mais conhecido como cofundador do PayPal, Thiel também é um grande investidor do Vale do Silício.

#3 “A Startup Enxuta”, de Eric Ries

Em “A Startup Enxuta” (em inglês, The Lean Startup) Eric Ries, outro empreendedor do Vale do Silício, desenvolve uma metodologia de gestão para startups que se tornou reconhecida mundialmente. Com base no conceito japonês de “manufatura enxuta”, o autor aplica ao contexto de startups, princípios que encurtam os ciclos de desenvolvimento de produtos, medem o progresso de forma inovadora e levam em conta o que os clientes querem.

Obras antigas e favoritas

#4 “Como Fazer Amigos e Influenciar Pessoas”, de Dale Carnegie

Por mais de sessenta anos, leitores se apoiam nos conselhos de “Como Fazer Amigos e Influenciar Pessoas” (em inglês, How to Win Friends and Influence People) para alcançar sucesso pessoal e profissional. Nesta obra, Dale Carnegie discorre sobre lidar, agradar e influenciar pessoas.

#5 “Empresas Feitas para Vencer”, de Jim Collins

Considerado pela revista Times Magazine como um dos livros de negócios mais importantes de todos os tempos, “Empresas Feitas para Vencer” (em inglês, Good to Great) mostra, com exemplos detalhados, como as empresas podem vencer e alcançar sucesso duradouro.

#6 “Antifrágil”, de Nassim Nicholas Taleb

Em “Antifrágil” (em inglês, Antifragile), Nassim Nicholas Taleb, matemático, investidor e analista de riscos líbano-americano mostra como a incerteza pode ser desejável – e até necessária – e como muitas coisas só se desenvolvem a partir do “caos”. Por conta disso, o autor propõe a antifragilidade como uma característica indispensável.

#7 “Fooled by Randomness”, de Nassim Nicholas Taleb

“Fooled by Randomness” (sem tradução em português), também escrito por Nassim Nicholas Taleb, trata sobre a sorte e como lidamos com ela em vários aspectos da vida, incluindo o profissional, sob o pano de fundo do mundo dos negócios – com o qual os venture capitalists se identificam.

Obras de ficção que inspiram

#8 “O Alquimista”, de Paulo Coelho

Livro brasileiro mais vendido de todos os tempos, “O Alquimista” é a história de um pastor que viaja em busca de um tesouro perdido. No caminho, ele aprende diversas lições com as pessoas que conhece. Paulo Coelho passa, por meio desta obra, uma mensagem otimista de que o universo pode conspirar para ajudar cada um a alcançar seus objetivos.

#9 “O Mestre e Margarida”, de Mikhail Bulgakov

“O Mestre e Margarida” (em inglês, The Master and Margarita) é um romance satírico sobre a vida da sociedade soviética durante o regime de Stalin. A história se desenrola a partir da visita do personagem “diabo” à Rússia.

#10 “Cem Anos de Solidão”, de Gabriel García Márquez

Em 10º em popularidade entre os venture capitalists, “Cem Anos de Solidão” (em inglês, One Hundred Years of Solitude) é considerado um dos maiores clássicos da literatura latino-americana. Nele, o renomado escritor colombiano Gabriel García Márquez conta a triste história da família Buendía – Iguarán, moradores da aldeia fictícia Macondo.

#11 “O Velho e o Mar”, de Ernest Hemingway

Por último, um dos principais livros de Ernest Hemingway, “O Velho e o Mar” (em inglês, The Old Man and the Sea), que ganhou o Prêmio Pulitzer em 1954. Por meio da história de um pescador que, depois de anos na profissão, estava sem conseguir apanhar peixes há 84 dias, Hemingway trata sobre a coragem, e como tê-la mesmo falhando.

 

Dica do Na Prática:

Conhecer de perto as etapas de um processo seletivo e entender como acontece cada uma delas aumenta as suas chances de contratação. Se você ainda não se sente 100% confiante, não se preocupe, a Fundação Estudar reuniu as maiores referências no assunto em um curso online para te ajudar neste desafio. Inscreva-se agora pagando somente R$ 39 com o cupom PROCSEL_20 clicando aqui.

 

 

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo