Um Projeto: Fundação Estudar
empresa em expansão

Como conseguir uma vaga (e trabalhar) em uma empresa em expansão

Por Suria Barbosa

Vice-presidente de Operações do Dr. Consulta, que está com processo seletivo aberto para trainees, explica o que é mais valorizado nos profissionais em uma empresa em fase de crescimento acelerado, caso da rede de centros médicos.

Como se sabe, as estratégias de uma empresa em fase de expansão diferem das outras. Mas fato é que isso se estende até na hora de contratar alguém: nos processos seletivos, as características e habilidades procuradas se modificam para contemplar competências necessárias para cumprir os desafios envolvidos no crescimento de uma companhia.

“O perfil que buscamos em expansão é um perfil complexo”, conta Marcelo Tardin, Vice-presidente de Operações da rede Dr. Consulta. A organização, que atualmente conta com 49 centros médicos na Grande São Paulo e um no Rio de Janeiro, planeja abrir mais unidades nestas cidades, além de Belo Horizonte, até o fim deste ano.

Em 2019, o desafio é ainda mais ambicioso: dobrar o tamanho da operação, expandindo para outras capitais do Brasil. Além de ter a ampliação da rede como sua responsabilidade, Marcelo também cuida da operação dos centros médicos. Como Vice-presidente do setor, destaca que em operações há espaço para profissionais que se identifiquem com gestão de gente e de resultados, e que consigam ser “donos de uma operação em sua totalidade”.

Para acompanhar seu crescimento, o Dr. Consulta está com processo seletivo aberto para trainees – as inscrições podem ser feitas até 16 de setembro pelo site. Todos os cursos são aceitos e a seleção tem poucos requisitos; o foco é mesmo o fit cultural. “Buscamos pessoas que na largada já estejam alinhadas”, destaca Marcelo. 

“O mais importante é entender nosso propósito, cultura e valores e avaliar se ela ou ele tem a ‘cara’ do Dr. Consulta. Por exemplo, somos super informais, acelerados e temos uma cultura de dono muito forte.” Essa avaliação – por parte do candidato e dos recrutadores – é o que garante o alinhamento de ambas as partes para um desempenho e comprometimento necessários para a estratégia da rede.

Propósito que sustenta o crescimento

A identificação com a missão é parte importante do recrutamento de uma empresa em expansão. No caso do Dr. Consulta, esse propósito é o de “reinventar a saúde no Brasil e trazer qualidade de vida à população”, resume o Vice-presidente. “Sabemos por experiência própria dentro de nossas operações que dá para fazer saúde de um jeito diferente, mais eficiente, humano e com tecnologia, qualidade e resolutividade.”

Dentro, existe ainda um trabalho para reforçar os valores da companhia, principalmente por parte da liderança. Isso se dá de diversas formas no dia a dia: em apresentações e discussões entre a equipe, em visitas aos centros médicos e nos processos de tomada de decisão, por exemplo.

Durante os recrutamentos, a empresa se dedica a explicar esses pontos e, uma vez que o profissional entrou, Marcelo considera que a exposição à equipe e à rotina do Dr. Consulta também colaborem para fortalecer a cultura.

Perfil e desenvolvimento em uma empresa em expansão

Marcelo explica que, na prática, os colaboradores hoje trabalham para garantir as metas nos centros existentes, a fim de promover um crescimento sustentável, de forma geral. Para isso, afirma ele, além de ajustes na estrutura e times trabalhando em paralelo em diferentes estados, a empresa busca trazer novos profissionais, que, desde o início terão responsabilidade em relação ao crescimento da companhia.

Para este momento em que está o Dr. Consulta, o perfil buscado é “complexo”, como ele disse anteriormente. Um mix de qualidades analíticas (para fins, por exemplo, de análise de dados), comerciais (para atividades que envolvam negociações) e empreendedoras (inerentes a uma empresa em fase de “scale-up”).

Do outro lado, a fase de expansão possibilita aprendizado e desenvolvimento diferenciado também dos colaboradores, relata o Vice-presidente de operações. “Quanto mais a companhia cresce, desde que seja obviamente um crescimento sustentável e estruturado, maiores as oportunidades de crescimento para todo o time”, afirma ele. “Em uma empresa consolidada que cresce pouco ou nada, as oportunidades se dão em sua maioria por turnover voluntário ou forçado, o que inevitavelmente vai resultar em um número menor de oportunidades.”

 

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo