Um Projeto: Fundação Estudar
pessoas apresentando um dashboard

Cremer na prática: a rotina de uma gerente de categoria de produtos

Por Cecília Araújo

Marisa Cazassa é responsável pelo desenvolvimento e a execução do plano de marketing das categorias, além da gestão de algumas das marcas da empresa

A solidez de uma carreira profissional passa pelo estabelecimento de metas e a construção de planos. Estes, no entanto, podem mudar, e muito, durante o percurso. Foi o que aconteceu com Marisa Cazassa, gerente de categoria de produtos da Cremer. Formada em engenharia de alimentos pela Unicamp, Marisa acreditava que trabalharia com o desenvolvimento de novos produtos alimentícios, mas não foi o que aconteceu. “Já no primeiro ano da faculdade entrei na empresa júnior e comecei a perceber que gostava muito das áreas administrativas. Ao mesmo tempo, comecei uma iniciação científica na área de CRM (Customer Relationship Management) e me encantei pelo marketing”, conta a engenheira.

Longe dos laboratórios há bastante tempo, Marisa passou por diversos cargos administrativos em diferentes empresas, desde o término do curso de engenharia até a chegada na Cremer. Já atuou no setor de logística, foi analista de marketing em uma indústria de panificação e trabalhou no departamento de marketing da Cargill. Deixou o setor alimentício para ingressar, em 2009, como analista de marketing da linha respiratória da gigante farmacêutica Boehringer-Ingelheim, onde permaneceu até 2012. Foi então que ingressou na Cremer, já como gerente.

Leia também: O trabalho de uma gerente de finanças na Cremer

Marisa conta que a decisão de trabalhar na Cremer surgiu a partir da troca de experiências com profissionais com quem trabalhou previamente e de um empurrãozinho de uma empresa de headhunter. Também se sentiu motivada pelos desafios que enfrentaria no setor hospitalar. “Acreditei na empresa, senti que eu poderia fazer a diferença para ela e que ela faria a diferença para mim. Queria participar ativamente da construção de uma grande organização”, relata.

A gerente aponta que um dos motivos por que gosta de trabalhar na companhia é que nela o coletivo é priorizado. “A mensagem é clara: vamos crescer juntos. A Cremer é uma empresa que dá oportunidades para você criar, falar, expor suas ideias e executá-las. Não há barreiras”, diz. A identificação com as pessoas e a chance de inovar diariamente são fatores que a motivam dentro da companhia.

Leia também: O trabalho de um gerente de planejamento na Cremer

Marisa Cazassa [reprodução]

Rotina de trabalho

Como gerente de categoria de produtos, a engenheira é responsável pelo desenvolvimento e a execução do plano de marketing das categorias, além da gestão de algumas das marcas da Cremer e do gerenciamento de P&L (Profit & Loss Statement, ou demonstrativo de lucros e perdas), com foco nas metas de vendas da empresa e da sua rentabilidade.

“No meu dia a dia, preciso garantir a execução dos projetos de desenvolvimento de novos produtos. Acompanho a performance de vendas, o estoque e verifico necessidades e oportunidades com o time de vendas”, conta. “Há dias em que participo de reuniões com clientes, reuniões com agências e empresas que podem se tornar parceiras em ações de divulgação da marca.”

Leia também: A trajetória de um coordenador comercial na Cremer

Perfil do profissional

Quando pensa no profissional que a Cremer busca para a sua área, a gestora lista algumas competências que fazem a diferença na hora de se destacar e deixar a sua marca na história da empresa. “É preciso ser hands-on, ter vontade de aprender e crescer. E também é preciso ser bastante resiliente”, ressalta.

Na sua área, especificamente, é preciso ter uma visão holística do negócio e interagir bem com outras áreas da empresa para a tomada de decisões. “Para lançar um produto, por exemplo, não olho apenas o mercado, mas avalio junto com as áreas responsáveis os ganhos que traremos para a produção”, diz.

Leia também: Como entrar na Cremer, conheça o programa de trainee da empresa

O setor de saúde

Marisa destaca que o setor de saúde cresceu nos últimos anos no Brasil e tem uma perspectiva ainda maior de expansão, com o envelhecimento da população e com o aumento do poder de compra da “nova classe C”. “As pessoas passaram a ter acesso a planos de saúde e utilizar hospitais privados”, conta. “Nesse contexto, a saúde é um dos nichos empresariais brasileiros em que mais se demanda atenção, planejamento, execução e também inovação.”

Para ela, trabalhar no setor de saúde é uma forma de contribuir com a sociedade, uma vez que o produto final da Cremer ajuda a salvar vidas e a tornar o cotidiano de outras pessoas melhor. “Nossos produtos são para proteger, confortar e cuidar de alguém”, orgulha-se. Ao jovem que busca uma vaga nos quadros da Cremer, ela incentiva. “Vá em frente! São muitos os desafios, mas é um trabalho bastante gratificante.”

Esta reportagem faz parte da seção Explore, que reúne uma série de conteúdos exclusivos sobre carreira em negócios. Nela, explicamos como funciona, como é na prática e como entrar em diversas indústrias e funções. Nosso objetivo é te dar algumas coordenadas para você ter uma ideia mais real do que vai encontrar no dia a dia de trabalho em diferentes setores e áreas de atuação.

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo