Um Projeto: Fundação Estudar
rotina da manhã

4 práticas para sua rotina da manhã ser mais produtiva (e o resto do dia também)

Por Tatyane Mendes

Sabia que a forma como você começa suas manhãs pode afetar sua produtividade ao longo do dia? Autor do livro Manhãs Poderosas, o pesquisador Neder Izaac dá dicas pontuais para você otimizar a sua rotina.

Sabia que a forma como você começa suas manhãs pode afetar sua produtividade ao longo do dia? Além de diversos estudos que comprovam essa relação (confira alguns aqui), essa também é a opinião do pesquisador do tema e autor do livro Manhãs Poderosas, Neder Izaac, que defende que se as pessoas fizerem um exercício mental assim que acordam, treinando a mente para ficar mais atenta, criativa e focada, o dia pode render muito mais.

E a técnica é composta por atividades cientificamente comprovadas por universidades como Harvard e Stanford. “Esses exercícios são propostas com resultados comprovados, ao longo dos anos. A ideia é começar o dia com atenção plena (mindfulness) e a mente direcionada, mantendo assim a motivação em alta”, explica.

Neder ressalta que para praticar os exercícios não é necessário acordar em uma hora específica, apenas começar a aplicá-los assim que se levantar. Caso seja necessário, ele recomenda adiantar em meia hora o despertador para incluir a atividade na rotina.

Cursos da Fundação Estudar

Leia também: Os 4 estilos de produtividade: identifique o seu para desenvolvê-la

4 práticas para tornar sua rotina da manhã mais produtiva

#1 Faça um plano para o seu futuro

Neder afirma que é importante fazer um planejamento para focar positivamente sua energia nas suas metas e objetivos. “A pessoa que vai pular da cama com mais motivação é aquela que tem visão de futuro, que tem claro o que ela quer nos próximos dois anos. Tem que saber como ela quer que a vida dela, em geral, esteja”, salienta. A partir disso, a pessoa tem mais claro na mente o que precisa fazer para chegar lá.

#2 Medite

Com duração recomendada de 15 minutos, a meditação funciona como uma forma de ativar a mente. Apesar de existirem várias modalidades, Neder recomenda uma técnica em quatro partes, que afirma ser fácil e profunda para iniciantes. O intuito é que esse momento reduza o estresse e equilibre as emoções, voltando a atenção ao propósito do dia. “É uma meditação que você traz de volta na sua mente aquele plano que você construiu. Além de ter clareza e paz de espírito, você tem mais motivação porque todos os dias você está mentalizando aquilo que quer”, aponta.

#3 Escreva um diário

Depois de meditar, o próximo passo é escrever quais as ações concretas que você não pode deixar de fazer naquele dia. Pode ser desde uma reunião importante até ligar para um parente querido, mas têm que estar relacionadas a suas metas. Neder sugere escolher duas ou três.

“Se você acorda e sai correndo de casa, a chance de você fazer algo para seu futuro é pequena. Você fica refém das urgências e das outras pessoas. Assim, você mantém as metas em mente.”

Leia também: Como parar de procrastinar definitivamente: técnicas, aplicativos e livros

#4 Pratique gratidão

No mesmo diário, o autor aconselha colocar de cinco a dez coisas pelas quais você é grato nas últimas 24 horas. Ele aponta que não devem ser gratidões genéricas (por família, saúde, etc.). É preciso ser específico e escrever à mão para reduzir a velocidade de pensamento. “Isso te dá uma sensação de satisfação com a vida porque a infelicidade vêm de amar o que você não tem. Se você agradece as coisas pequenas, você gera uma espiral positiva”, opina.

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo