Um Projeto: Fundação Estudar
Jovem olhando para o mapa

Brasileiros dão dicas de como conseguir estágio no exterior

Por Redação, do Na Prática

Feiras de estudos, networking e contato por e-mail são algumas das formas de abordar empresas na busca por estágios. Confira!

Matheus Tomoto era bolsista do Ciência Sem Fronteiras nos Estados Unidos. Enquanto todos os seus amigos que procuravam estágio foram para as opções “seguras” – ou seja, mais fáceis de conseguir – ele se propôs o desafio de justamente mirar no alto: “Primeiro eu selecionei as 10 melhores faculdades dos Estados Unidos. Depois, procurei pelos laboratórios que tinham a ver com a minha área”, explica ele.

Mais de mil e-mails depois, Matheus foi aceito pela melhor universidade do mundo – o Massachussetts Institute of Technology (MIT).

Já Renan Kuntz, da Universidade de Tulsa, optou por participar das feiras de estudos e trabalho promovidas pelas próprias universidades. “As pessoas levam aquilo muito a sério”, comenta. Em seu ano de calouro na Middlebury College, Marcos Souza engajou-se tanto em um estágio na universidade como em uma empresa criada e gerida por alunos da instituição. “Era muito ampla a faculdade, então tem uma diversidade muito grande de interesses”, justifica.

Leia também: Quer conseguir experiência profissional fora do país? Visite o Jobbatical!

Na playlist abaixo, organizada pelo Estudar Fora, veja as dicas que eles dão sobre como se apresentar, como abordar as empresas e conseguir a tão sonhada experiência de trabalho no exterior.

Baixe o Ebook: Como aproveitar o seu intercâmbio

 

Este artigo foi originalmente publicado em Estudar Fora 

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo