objetos vistos de cima: notebook, mouse, câmera e vaso de flores

Por Raíssa Cavaignac 

 

A pandemia movimentou o mercado de trabalho, acelerou processos e fez muita gente correr atrás de novos conhecimentos e habilidades. Se 2020 chacoalhou a vida – e a carreira – da maioria dos brasileiros, 2021 promete abrir um novo leque de possibilidades para quem quer se aprofundar em uma área nova ou buscar algo diferente. 

A empresa de recrutamento Robert Half divulgou recentemente seu guia anual com as carreiras mais promissoras deste ano. Feito desde 2008, o estudo tem participação de líderes brasileiros e dá aquele empurrãozinho para quem quer entender melhor as tendências do mercado. 

 

 

Dentre os setores de maior crescimento, estão o de tecnologia; finanças e contabilidade; vendas e marketing; engenharia e recursos humanos. Confira. 

As cinco áreas e profissões mais promissoras de 2021

Tecnologia

2020 parece ter sido um divisor de águas para os profissionais da área, que ganharam destaque ao repensar e viabilizar modelos de negócios em um curto espaço de tempo. A tecnologia se mostrou presente em organizações que ainda nem tinham adotado a tal falada transformação digital e vem ditando as regras desde então. 

O estudo sugere algumas posições de destaque, como segurança da informação; cientistas/engenheiros de dados; desenvolvedores/engenheiros de software; infraestrutura/Cloud e Business Intelligence. 

Já dentre as carreiras do futuro, estão: 

  • arquitetos de segurança; 
  • detetives de dados; 
  • engenheiros de inteligência artificial; 
  • especialistas em transformações digitais 

A importância da tecnologia não se restringe apenas aos profissionais da área. “Hoje em dia, qualquer profissão que você vá seguir, você vai estar em contato com tecnologia. Você pode ser médico, engenheiro ou advogado. As profissões, não só do futuro, mas as do presente, envolvem você conhecer mais a área, saber de transformação digital, o que está por vir e o que é tendência em cada indústria”, indica Ricardo Alencar, talent acquisition de uma multinacional em São Paulo. 

Finanças e contabilidade

Saúde financeira é o objetivo de muitas empresas do Brasil e do mundo após um ano tão caótico e desafiador. Por conta disso, os profissionais de finanças e contabilidade têm tudo para ser mais disputados nesse ano que se inicia. Revisão de gastos, plano financeiro e saúde da empresa a longo prazo? É para já! As posições em alta incluem tesouraria; contabilidade/fiscal; fusão e aquisição; controles internos e planejamento financeiro/curadoria. 

Os setores em crescimento: 

  • Agronegócio;
  • Tecnologia;
  • Saúde;
  • Alimentos e bebida; 
  • Mineração 

“É fundamental um profissional que entenda de gerenciamento, análise e planejamento das finanças. O cargo de CFO (Chief Financial Officer) tem se destacado durante a crise da pandemia, devido à sua capacidade de análise financeira. Ele observa o cenário, realiza diagnósticos internos, elabora estratégias para controlar ou reduzir custos, e identifica oportunidades de crescimento. Assim, as empresas têm maior possibilidade de atravessar a crise com o menor impacto possível”, explica Rodrigo Mayorga, economista especializado em finanças pela Universidade Federal do Ceará. 

Vendas e Marketing 

Em um mercado com tantas opções, vai se destacar também o profissional que souber vender melhor seu produto/serviço e entender as reais necessidades de seus clientes. São muitas as possibilidades do profissional de Marketing e Vendas, que viu neste ano um aumento em áreas como e-commerce. As posições em destaque são: head of growth; CX (customer experience); executivo de vendas; gerente comercial e gerente de e-commerce. 

Carreiras do futuro: 

  • Business Intelligence/CRM ou, numa tradução livre, gerenciador de relacionamento com o cliente; 
  • Marketing Digital 

Leia também: 21 (possíveis) profissões do futuro para conhecer hoje

Engenharia 

Uma das áreas mais procuradas pelos estudantes, a engenharia passou por diversas transformações nos últimos anos. O foco em sustentabilidade tem crescido e oferecido aos profissionais possibilidades de rever processos e avaliar o uso de recursos de uma forma mais racional. No último ano, vimos também a retomada da engenharia civil e o crescimento de segmentos como e-commerce e marketplace. Vale ficar de olho nas áreas de logística, que agregam valor, eficiência e otimização de custos para as empresas.

Dentre as profissões de destaque no relatório estão: comprador, engenheiro de aplicação, gerente de operações, gerente de supply chain e gerente de projetos. 

Carreiras do futuro: 

  • piloto de drone; 
  • engenheiro de georreferenciamento; 
  • engenheiro de dados
  • engenheiro de inovação 

Recursos Humanos

Se a pandemia acelerou processos e fez muita gente trabalhar de casa, imaginem então o que  ela fez para os profissionais de RH, que tiveram que se adaptar de uma hora para outra, engajar seus funcionários, fazer contratações de forma remota e auxiliar no gerenciamento de custos em um cenário muitas vezes caótico. 

A área nunca foi tão valorizada como agora e o desafio é passar pelo “novo normal” de uma forma inovadora e produtiva para todos os funcionários da empresa. As posições de destaque são: remuneração e benefícios; business partners; departamento pessoal; gerentes de RH generalistas e head de RH. 

Carreiras do futuro: 

“Toda aquela parte demorada do profissional de RH, de ficar avaliando e checando o currículo dos candidatos, cai com a chegada do analytics. Essa é uma ferramenta que agrupa as informações dos funcionários de uma forma muito mais integrada. E o people analytics é quem trabalha com as transformações digitais, informações e dados. Muitas vezes esse profissional contrata fazendo um ‘match’ dos requisitos da vaga com as habilidades e skills do candidato. Já o especialista em transformação atua com toda a parte de gestão da mudança, de colaboradores e funcionários ligados à transformação digital. Você nunca vai conseguir fazer uma transformação se você não transformar também a mente das pessoas, já que elas são  muito resistentes à mudança e processos. Então, esse profissional entra para facilitar tudo isso,  com treinamentos específicos para que essa transformação seja melhor assimilada”, explica Ricardo. 

Leia também: Brasileiros são os mais preocupados com mudança de habilidades para profissões do futuro, diz pesquisa

Habilidades essenciais 

Independente da área de escolha, existem competências consideradas essenciais para os profissionais de hoje. Saber lidar com as mudanças, se adaptar a novas realidades e seguir em frente com tantas inovações são comportamentos que destacam muitas vezes um profissional do outro.   

“Hoje, tudo muda muito rápido e é importante ter uma mente de inovação. Quando eu falo em inovação, não é ‘descobrir a roda’, mas uma simples mudança em algum processo que você faz já causa uma diferença e impacto. Então, a dica é tentar olhar para os processos de uma forma diferente. Acredito que adaptabilidade, flexibilidade, saber lidar com mudanças e ter uma mente disruptiva são habilidades importantes. As empresas têm procurado isso”, reforça o recrutador. 

Já em termos técnicos, ele indica pré-requisitos, como programas específicos de cada área, conhecimentos no pacote Office e ter um inglês minimamente avançado. 

 

Os melhores conteúdos para impulsionar seu desenvolvimento pessoal e na carreira.

Junte-se a mais de 1 milhão de jovens!
Casdastro realizado, fique ligado para os conteúdos exclusivos!
Seu cadastro não foi realizado, tente novamente!

O que você achou desse post? Deixe um comentário ou marque seu amigo: