Um Projeto: Fundação Estudar
mulher profissional apontando para tela

Aprenda como empreender dentro de uma grande empresa

Por Rafael Carvalho

Guy Kawasaki dá dicas para quem trabalha em uma grande empresa e quer "intraempreender", ou seja, liderar o desenvolvimento de inovações e projetos audaciosos

Alguns aspirantes a empreendedores já estão trabalhando para uma grande empresa, onde é possível ser um intraempreendedor – intraempreendedorismo é a versão em português da expressão “intrapreneur”, que significa empreendedor interno, ou seja, aquele que empreende dentro dos limites de uma organização já estabelecida.

Como os empreendedores externos, eles sonham com a criação de produtos inovadores. Também devem prototipar, posicionar, fazer pitch, bootstrap, recrutar, fundar, fazer parcerias, vender e angariar apoio. O objetivo deste texto é para explicar como fazer tudo isso quando você é o funcionário de um grande negócio.

Ironicamente, muitos empreendedores invejam os empregados de grandes empresas – pensam que são pessoas sortudas com recursos financeiros gigantescos, grandes forças de vendas, laboratórios totalmente equipados, fábricas escaláveis e marcas estabelecidas, além de benefícios médicos e odontológicos à sua disposição. Jovens tentando começar uma empresa do zero em suas garagens sempre pensam em como seria maravilhoso poder inventar um novo produto com todo esse luxo e infraestrutura à disposição.

Leia também: Dez livros que todo empreendor deve ler

A verdade, no entanto, é que criar um novo produto dentro desse contexto não é mais fácil. Apenas diferente. Eu contei com a colaboração de Bill Meade, diretor de data science na Neal Analytics, para elaborar a seguinte lista de recomendações aos empreendedores internos:

1. Coloque a companhia em primeiro lugar

A motivação primordial do intraempreendedor – senão a única – deve ser sempre a melhora e evolução da empresa para que trabalha. Intraempreendedorismo não tem a ver com criar um império para você, ou buscar uma forma de ganhar notoriedade e se catapultar para fora da empresa. Quando você tem uma boa idéia para um produto, ela irá atrair um grande número de seus colegas de trabalho, mas de baixo para cima na hierarquia da organização. Eles só vão apoiá-lo se você estiver fazendo isso para a empresa, e não simplesmente para o seu ganho pessoal.

2. Mate as galinhas dos ovos de ouro

Não crie inimizades na empresa espalhando isso para todo mundo, mas a sua tarefa muitas vezes é surgir com um novo produto que vai matar outro produto já existente – muitas vezes o carro-chefe da companhia. O Macintosh, por exemplo, matou o Apple II. Teria sido melhor para a Apple se um concorrente tivesse criado Macintosh? Ou que o Macintosh nunca tivesse sido criado? De jeito nenhum.

3. Esteja no radar

Duas pessoas empreendendo em uma garagem devem tentar obter o máximo de atenção que conseguirem. Quanto mais as pessoas souberem de seus esforços, mais fácil será levantar dinheiro, estabelecer parcerias, fechar vendas e recrutar funcionários. No entanto, o oposto é verdadeiro para intraempreendedores. Você vai quer que a gestão te deixe em paz até que seu projeto já esteja muito avançado para ser ignorado, ou que o resto da empresa já tenha percebido o quanto ele é necessário.

Participe do Imersão Empreendedorismo, programa de decisão de carreira da Fundação Estudar

4. Encontre um padrinho

Em muitas empresas existe a figura do padrinho. São as pessoas mais avançadas na carreira e que estão, de certa forma, mais imunes a certas políticas cotidianas que podem ser meio mesquinhas. Eles são relativamente intocáveis, e tem a atenção e o respeito da alta gestão. Os empreendedores internos devem encontrar um padrinho para apoiar seus projetos, fornecendo conselhos, insights técnicos e de marketing – e, se for preciso, até mesmo proteção.

5. Arrume um lugar separado

Um intraempreendedor, sentado em meio ao fluxo principal de uma grande empresa, vai morrendo à medida que cada gerente de departamento explica porque este novo projecto é uma má idéia. De acordo com Peter Drucker: “O novo sempre parece tão insignificante, tão pouco promissor, quando comparado com a realidade dos negócios maciço em andamento”.

6. Dê esperança aos esperançosos

Dentro de cada cínico corporativo que pensa que “esta empresa é muito grande e estúpida para inovar”, há um idealista que gostaria de ver isso acontecendo. Boas pessoas nas grandes empresas estão cansadas de ser ignoradas, esquecidas, humilhadas e forçadas à submissão. Elas podem ser pisoteadas, mas não estão mortas. Quando você mostra para essas pessoas que está preste a abalar o status quo, com certeza vai atrair apoio e recursos. Em seguida, seu objetivo é fazer essas pessoas passarem do nível de querer ver inovação acontecendo para, de fato, ajudar a fazer acontecer.

7. Antecipe, e em seguida salte nos terremotos

Mudanças ou deformações em uma empresa são uma coisa boa para intraempreendedores. Seja causado por fatores externos, como alterações no mercado, ou fatores internos, como um novo CEO, esse tipo de “abalo sísmico” pode criar uma oportunidade para seus esforços. Intraempreendedores eficazes antecipam essas mudanças e estão prontos para revelar inovações ou novos produtos quando elas ocorrem.

Leia também: Como é trabalhar com inovação em uma grande empresa?

8. Construa em cima do que existe

A desvantagem de tentar inovar dentro de uma grande empresa é clara e bem documentada, mas também há benefícios. Não hesite em utilizar a infraestrutura humana e material existente para tornar a inovação mais fácil. Você não só vai angariar recursos, mas também fazer novas amizades a medida em que outros funcionários começam a se sentir como parte de sua equipe.

9. Colete e compartilhe dados

Ainda chegará o dia em que um auditor ou um advogado vai reparar em você e questionar as razões para a existência de seu projeto. Se você tiver sorte, isso vai acontecer mais tarde, em vez de mais cedo – mas certamente vai acontecer. Você deve se preparar para este dia de duas formas: coletando dados sobre o quanto você gastou e quanto você realizou e, em seguida, compartilhando essas informações abertamente. Em grandes empresas, os dados são capazes de suprimir esses questionamentos. Mas, no momento em que os questionamentos começarem, pode ser tarde demais para começar a obtê-los.

10. Deixe os vice-presidentes irem até você

Você acha que o primeiro passo deve ser conseguir que o seu vice-presidente aprove seu projecto? Não é. Na verdade, este é um dos últimos passos. Um vice-presidente vai comprar a sua ideia e dar mais apoio a ela se ele próprio descobrir o projeto que você vem trabalhando e, em seguida, se aproximar de você para patrociná-lo. Quando for a hora certa, você pode até ter que criar a situação para que o vice-presidente “acidentalmente” descubra sua ideia, mas isso é muito diferente de pedir permissão para começar.

11. Desmonte (só) quando terminar

A beleza de intraempreendedorismo é que ele pode desenvolver novos produtos em menos tempo do que a engenharia tradicional. Infelizmente, a coesão que faz com que um grupo empreendedor seja tão eficaz, também pode levar ao fim desse mesmo grupo se as pessoas ficarem separadas e distantes.

12. Reinicie o seu cérebro

Muitos intraempreendedores vão achar que os conselhos deste texto indicam ações que são contrárias ao que eles já experimentaram, aprendeu, e talvez até mesmo ensinaram nas grandes empresas. A realidade é que criar algo novo dentro de uma empresa já consolidada te obriga a adotar novos padrões de comportamento. Em outras palavras, você vai ter que reiniciar seu cérebro.

Guy Kawasaki é atualmente chief evangelit da Canva, cargo que ocupou durante anos na Apple. Este artigo foi origalmente publicado em seu blog no LinkedIn

 

Dica do Na Prática:

Conhecer de perto as etapas de um processo seletivo e entender como acontece cada uma delas aumenta as suas chances de contratação. Se você ainda não se sente 100% confiante, não se preocupe, a Fundação Estudar reuniu as maiores referências no assunto em um curso online para te ajudar neste desafio. Inscreva-se agora com 20% de desconto com o cupom PROCSEL-20 clicando aqui.

 

1

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo