diferenças entre os três poderes

O Na Prática, em parceria com o Vetor Brasil, lança uma websérie sobre carreira no setor público, idealizada para sanar as dúvidas mais comuns sobre o tópico. Quais são as diferentes formas de iniciar a carreira nesta área? Gestão Pública é a mesma coisa que trabalhar com política? Ao longo de cinco episódios, essas e outras questões serão abordadas.

Fundado em 2015, o Vetor Brasil é uma organização suprapartidária e sem fins lucrativos, que atua em parceria com governos estaduais e municipais para atrair, selecionar e desenvolver profissionais que atuarão na área pública. A organização está com processo seletivo aberto até 6 de outubro; saiba mais aqui, ou inscreva-se aqui!

No primeiro episódio da série, as principais diferenças entre os três poderes: executivo, legislativo e judiciário. Como é atuar em cada um deles?

 

 

Diferenças entre os três poderes

Carol Fernandes, da Fundação Estudar, conversa com Caroline Monteiro, do Vetor Brasil, que é formada em Administração e faz pós-graduação em Gestão Pública. Além de ter atuado no governo de Alagoas, Caroline atualmente trabalha na prefeitura de Jundiaí, em São Paulo.

Na prática, Caroline explica que atuar em cada um dos três poderes se diferencia pelo escopo de atuação – e deve ser exatamente esse o foco na hora de escolher sua trajetória no setor público.

Porém, “é muito necessário ter uma interface entre esses poderes porque um não consegue atuar sem o outro”, afirma ela. Por isso existem instrumentos que facilitem as relações.

Em relação à população, o executivo é o poder que acaba tendo maior (e mais direto) contato. Confira mais sobre o tema, incluindo o foco de cada um dos três no primeiro episódio da websérie.

Os melhores conteúdos para impulsionar seu desenvolvimento pessoal e na carreira.

Junte-se a mais de 1 milhão de jovens!
Casdastro realizado, fique ligado para os conteúdos exclusivos!
Seu cadastro não foi realizado, tente novamente!
O que você achou desse post? Deixe um comentário ou marque seu amigo: