Um Projeto: Fundação Estudar
sucesso carreira

“Sucesso na carreira é uma combinação de inspiração e transpiração”, diz diretor executivo do Grupo Abril

Por Tatyane Mendes

Economista e jurista responsável pela reestruturação do grupo Abril, o diretor executivo Augusto Tannure comenta sua trajetória profissional e compartilha dicas importantes para jovens que queiram ter sucesso na carreira empresarial

Diretor Executivo do Grupo Abril, Augusto Tannure sempre teve o desejo de trabalhar construindo negócios. Para alcançar seu objetivo, ele optou por estudar direito e economia. “Eu tinha uma visão clara de que queria ir para o ramo empresarial, não tanto para o direito mas, no mundo e no Brasil especificamente, ter conhecimento jurídico ajuda bastante para fazer negócios”, avalia. Com base na sua trajetória, que conta com passagens por grandes empresas brasileiras de diversos setores, o executivo compartilha algumas dicas para jovens profissionais tenham sucesso na carreira.

Augusto Tannure
Augusto Tannure / Acervo Pessoal

Aproveite as oportunidades

O primeiro emprego de Augusto foi participar da reestruturação de uma empresa, mesmo trabalho que realiza hoje como diretor da Abril. “Eu não tomei nenhum gosto especial por essa área, foi uma oportunidade que se apresentou por isso acho que é importante ter um pouco de flexibilidade. Salvo algumas poucas carreiras que são bastante planejadas, a maior parte é uma combinação entre planejamento e saber aproveitar as oportunidades que a vida te oferece”, aponta. Para ter sucesso na carreira, ele afirma ser essencial estar aberto a ouvir e conhecer propostas diferentes, avaliando o risco da oportunidade.

Busque aprender sempre mais

Com dupla formação em direito e economia, o segundo passo na carreira de Augusto foi trabalhar em uma consultoria estratégica. “É um dos lugares onde mais se aprende. Eu recomendo a experiência para ter sucesso na carreira empresarial, mesmo para quem não queria seguir nesse setor para o resto da vida. Foi bastante intenso, o que é bom quando se é jovem porque você tem gás e energia para isso. Nos primeiros anos da vida profissional, você é uma esponja absorvendo tudo e é quando você tem que de fato estar aberto a conhecer tudo e captar a maior quantidade possível de informações e conhecimentos para ter sucesso na carreira”, aponta.

Leia também: Como funciona o processo de Fusões e Aquisições?

Em seguida, o economista resolveu focar no desenvolvimento de novos negócios, seu setor de maior interesse, e entrou para a área de desenvolvimento da Vale. “Era uma época em que a empresa estava se expandindo internacionalmente  em novos segmentos. Entrei em muitos projetos, rodei o mundo e conheci novas culturas e formas de fazer negócio. Cada projeto foi um desafio diferente”, recorda. Posteriormente, ele trabalhou no início da estruturação da mineradora MMX, de Eike Batista.

Saiba se arriscar

O executivo percebe que, quando se é jovem, o custo de tomar riscos é menor do que quando se tem uma carreira mais estabelecida. “Se arriscar não é algo ruim e, ao longo da carreira, os jovens não deveriam estar de olhos fechador para tomar algum risco. E isso não significa fazer algo maluco, mas saber pesar o risco, retorno e probabilidades das oportunidades para verificar se elas de fato fazem sentido”, afirma. Augusto relembra de quando decidiu empreender, em 2015, contudo, o negócio não seguiu adiante por condições adversas de mercado.

Entenda quando reavaliar seus planos

Depois de falir sua própria empresa, Augusto se perguntou o que iria fazer com sua carreira. “Era uma época no Brasil que você não tinha muito espaço para desenvolver novos negócios porque a economia estava destroçada. O investimento no país era nenhum. Então não era exatamente um ambiente propício ciar novos negócios. Por outro lado, era para reestruturações. Foi quando eu tive essa virada na carreira”, relembra. Foi então que ele entrou como sócio minoritários na Legion Holdings, grupo de investimentos detentor da Abril.

Leia também: 3 técnicas comprovadas para identificar pontos cegos ao tomar decisões

Se dedique a desenvolver habilidades

Augusto percebe que para ter sucesso na carreira é importante ter uma base acadêmica sólida, mas outras habilidades também são relevantes, principalmente para executivos e tomadores de decisão. “Você precisa ter sangue frio, paciência, senso de urgência, saber priorizar bem as demandas, entender que tem que tomar decisões duras por vezes, que nem sempre a vida é um mar de rosas, saber se colocar no lugar dos outros que serão afetados pelas suas escolhas e encontrar diversão nos bons momentos”, exemplifica.

Ponha a mão na massa

“Ter algum grau de sucesso na carreira é uma combinação sempre de inspiração e transpiração. É um pouco clichê mas é verdade. Não adianta a pessoa achar que ele é o Romário (jogador de futebol), que não precisa treinar porque existem muito poucos que resolvem as coisas na hora sem treino. De fato, a questão do treinamento é importante. Você vai ter que se esforçar, fazer além do esperado e ter iniciativa. Se você ainda tiver a inspiração, ótimo! É fundamental, mas acho que temos mais casos de sucesso com caras que são medianos e são bastante esforçados do que com do que o cara que é brilhante mas é pouco afeito ao trabalho”, opina.

 

 

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo