Um Projeto: Fundação Estudar

Esse é livro que transformou a vida de Warren Buffett

Por Redação, do Na Prática

Aos 19 anos, o futuro investidor encontrou uma obra do economista Benjamin Graham que moldou sua trajetória - hoje, ele considera esse livro o melhor já escrito sobre investimentos

A amizade de Warren Buffett e Bill Gates é lendária. Os dois se conheceram num passeio em 1991 – a princípio, Gates nem queria ir – e, desde então, tornaram-se inseparáveis. Compartilham, entre outras coisas, um amor profundo pela leitura.

Numa conversa recente da dupla no auditório da Columbia University, onde Buffett obteve seu mestrado em Economia em 1951, o investidor falou sobre o livro que transformou sua vida: O Investidor Inteligente, de Benjamin Graham, que ele descreve como “o melhor livro sobre investimentos já escrito”.

“Li quando tinha 19 anos e já tinha lido todos os livros sobre investimentos do meu pai e da biblioteca da cidade”, disse ele. “Eu já sabia o que todos pensavam sobre o assunto, mas o que Graham escrevia fazia sentido.”

Na obra, Graham explica o conceito de “valor de investimento”, quando um investidor compra ações de qualidade em baixa e as guarda por muito tempo, focando no longo prazo, algo que acabou sendo fundamental para o estilo de Buffett.

Hoje à frente da holding Berkshire Hathaway ao lado de Charlie Munger, Buffett é tido como um dos investidores mais poderosos do mundo.

Baixe o Ebook: O Guia Definitivo para Iniciar sua Carreira no Mercado Financeiro

A importância da leitura

Buffett chegou em Columbia especificamente para ter aulas com Graham – que eventualmente o contratou depois de formado – e se aprofundou em sua obra através da biblioteca universitária, onde ele “praticamente vivia”.

“Puxei um livro que falava sobre meu professor e aquilo me mudou”, disse. “Eu queria saber mais sobre aquilo que tinha aprendido. Somos donos da [seguradora] Geiko hoje porque a bibliotecária me direcionou para outros livros depois disso.”

O apetite por conhecimento não diminuiu com a idade: Buffett passa cerca de cinco horas por dia lendo, “um quinto do ritmo de Bill”, riu.

Além das obras de Graham, Buffett recomenda a leitura de biografias. “Você pode viver as vidas de pessoas extraordinárias e aprender suas lições”, explicou. “Não dá para cansar de ler.”

Leia também: O conselho de Warren Buffett e Charlie Munger para quem está buscando emprego

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo