Um Projeto: Fundação Estudar
Mark Zuckerberg

Mark Zuckerberg, CEO do Facebook, leu estes livros em 2017

Por Redação, do Na Prática

A resolução de ano novo de Zuckerberg era ler um livro a cada duas semanas. Veja quais obras o CEO do Facebook leu ao longo do ano e seus motivos para escolher cada uma delas

Quando dezembro se aproxima, é comum refletir sobre as resoluções pensadas para o ano que se encerra. No caso de Mark Zuckerberg, o bilionário cofundador e CEO do Facebook, uma das metas (mantidas!) foi ler um livro a cada duas semanas.

A ideia acabou inspirando a criação do A Year In Books, um clube do livro virtual para acompanhar as leituras de Zuckerberg, sempre divulgadas em sua página no Facebook.

A gama de assuntos é ampla e vai de Sapiens a Criatividade S.A. É um reflexo dos interesses atuais do jovem executivo, que incluem filantropia, desigualdade social e saúde pública, além daquilo que é mais conectado ao seu dia a dia, como inteligência artificial.

Abaixo, você encontra os 23 livros que o americano leu até agora e suas explicações sobre as escolhas.

Inscreva-se no curso por e-mail: 7 Livros de Negócios Essenciais

23 livros que Mark Zuckerberg leu em 2017

Livro 1

O fim do poder, por Moises Naim

“É um livro que explora como o mundo está mudando para dar aos indivíduos um poder que tradicionalmente só grandes governos, exércitos e outras organizações tinham. A tendência para dar mais poder às pessoas é algo em que acredito profundamente.”

Livro 2

Os Anjos Bons da Nossa Natureza: Por que a violência diminuiu, por Steven Pinker

“É um livro atual sobre como e porque a violência tem caído de maneira constante ao longo de nossa história e como podemos manter essa tendência. Eventos recentes fazem com que violência pareçam mais comuns do que nunca, então é útil entender que toda essa violência – mesmo terrorismo – está caindo com o tempo. Se pudermos entender como estamos conquistando isso, poderemos manter nosso caminho rumo à paz. Algumas pessoas em quem confio me disseram que é o melhor livro que já leram.”

Em tempo: Zuckerberg avisou que, como este livro era maior que os outros, poderia levar mais que duas semanas.

Livro 3

Gang Leader for a Day, por Sudhir Venkatesh

Gang Leader explora como é a vida daqueles que não vivem sob um governo eficaz. Estou ansioso para ler este e terminar o anterior.”

Livro 4

Imunidade: Germes, Vacinas e Outros Medos, por Eula Biss

“Vacinação é um tema importante e atual. A ciência é completamente clara: vacinas funcionam e são importantes para a saúde de todos em nossa comunidade. Esse livro explora algumas razões que levam pessoas a questionar vacinas e então explica logicamente porque essas dúvidas não tem fundamentos e vacinas são eficazes e seguras. Este livro me foi recomendado por cientistas e amigos que trabalham com saúde pública. E também é um livro relativamente curto, que você pode ler em algumas horas.”

Livro 5

Criatividade SA, por Ed Catmull e Amy Wallace

“Este livro foi escrito pelo fundador da Pixar e trata de sua experiência construindo uma cultura que incentiva a criatividade. Sua teoria é que as pessoas são fundamentalmente criativas, mas muitas forças ficam no caminho entre elas e seu melhor trabalho. Amo ler relatos de primeira mão sobre como construir grandes empresas como a Pixar e incentivar inovação e criatividade. Isso deve ser inspirador para qualquer um que quer fazer o mesmo – e espero que tenha lições que possamos aplicar para conectar o mundo.”

Livro 6

A Estrutura das Revoluções Científicas, por Thomas S. Kuhn

“É um livro sobre a história da ciência que explora se ciência e tecnologia avançam de maneira consistente para a frente ou se o progresso vem em rajadas relacionadas a outras forças sociais. Tendo a crer que a ciência é uma força consistente para o bem do mundo. Acho que todos estaríamos melhores se investíssemos mais em ciência e agíssemos de acordo com os resultados de pesquisas. Estou animado para explorar esse tema em mais detalhes.”

Livro 7

Rational Ritual: Culture, Coordination, and Common Knowledge, por Michael Suk-Young Chwe

“Esse livro trata do conceito de ‘senso comum’ e como as pessoas processam o mundo não apenas com base no que sabem pessoalmente, mas no que sabemos que outras pessoas sabem e também nossos conhecimentos compartilhados.

É uma ideia importante para projetar redes sociais, já que frequentemente enfrentamos tradeoffs entre criar experiências personalizadas para cada indivíduo e criar experiências universais para todos.”

Livro 8

Dealing with China: An Insider Unmasks the New Economic Superpower, por Henry M. Paulson

“Este livro é sobre a experiência de Paulson trabalhando com líderes chineses por mais de duas décadas enquanto era Secretário do Tesouro e chefe do Goldman Sachs.

Ao longo dos últimos 35 anos, a China passou por uma das maiores transformações sociais e econômicas da história humana. Centenas de milhões de pessoas deixaram a pobreza. Qualquer métrica mostra que a China fez mais para tirar mais gente da pobreza que o resto do mundo junto.

Tenho um interesse pessoal como estudante da cultura, história e linguagem chinesa. Estou animado para ler a perspectiva de Paulson sobre o que a ascensão da China significa para o mundo.”

Leia também: Elon Musk, Bill Gates, Steve Jobs e Mark Zuckerberg: infográficos mostram como eles chegaram lá!

Livro 9

Orwell’s Revenge: The 1984 Palimpsest, por Peter Huber

“Muitos de nós estão familiarizados com o livro 1984 de George Orwell. Suas ideias do Grande Irmão, vigilância e duplipensar se tornaram medos penetrantes em nossa cultura.

Orwell’s Revenge é uma versão alternativa de 1984. Após ver o que aconteceu com a história, a ficção de Huber descreve como ferramentas como a internet beneficiam as pessoas e mudam a sociedade para melhor.”

Livro 10

A Nova Segregação. Racismo e Encarceramento em Massa, por Michelle Alexander

“Este livro sobre justiça social delineia as muitas maneiras em que o sistema de justiça criminal dos EUA discrimina contra minorias, coloca-as em desvantagem e previne todos de terem oportunidades iguais.

Tenho me interessado pela reforma da justiça criminal há um tempo e este livro foi muito recomendando por muitas pessoas em quem confio.”

Livro 11

THE MUQADDIMAH: An Introduction to History, por Ibn Khaldun

“É uma história do mundo escrita por um intelectual que viveu nos anos 1300. Seu foco é mostrar com a sociedade e cultura fluem, incluindo  a criação de cidades, políticas, comércio e ciência.

Enquanto muito do que era crença na época foi refutado ao longo de 700 anos de progresso, ainda é muito interessante ver o que era entendido na época e como, no geral, a visão de mundo mudou.”

Livro 12

Sapiens – Uma Breve História da Humanidade, por Yuval Noah Harari

“Este livro é uma grande narrativa da história da civilização humano – de como nos desenvolvemos de caçadores-coletores no começo a como organizamos nossa sociedade e economia hoje.

Como livro seguinte ao Muqaddimah, que era a história da perspectiva de um intelectual de 1300, Sapiens é uma exploração contemporânea de muitas perguntas similares. Estou ansioso para ler essas perspectivas diferentes.”

Livro 13

The Player of Games, por Iain M. Banks

“Este título é uma mudança de ritmo dos livros recentes sobre ciências sociais. É uma ficção científica sobre uma civilização avançada com inteligência artificial e uma cultura vibrante.”

Livro 14

Energy: A Beginner’s Guide, por Vaclav Smil

“Este livro é sobre ciências físicas ao invés de ciências sociais. Explora tópicos importantes relacionados a como a energia funciona, como nossa produção e uso podem evoluir e como isso afeta as mudanças climáticas.

Os trabalhos de Vaclav Smil são altamente recomendados por Bill Gates e outros. Também estou planejando ler seu outro livro, Making the Modern World, quando tiver uma oportunidade.”

Livro 15

Genome: The Autobiography of a Species in 23 Chapters, por Matt Ridley

“O objetivo deste livro é contar a história da humanidade da perspectiva da genética em vez da sociologia. Ele deve complementar as outras histórias mais amplas que li esse ano, assim como seguir Energy nesse foco na ciência.

Estou com vontade de ler os livros de Matt Ridley há um tempo. Seu livro mais recente, O Otimista Racional, sobre como progresso e economia evoluem, também está perto do topo da minha lista que só cresce de livros para ler.”

Livro 16

As Variedades da Experiência Religiosa, por William James

“Quando li Sapiens, achei que o capítulo sobre a evolução do papel da religião na vida humana era o mais interessante e algo em que queria me aprofundar. William James era um filósofo dos anos 1800 que moldou muito do que é a psicologia moderna.

Estou de férias essa semana com a Cilla e essa parecia uma leitura leve!”

Livro 17

Portfolios of the Poor: How the World’s Poor Live on $2 a Day, por Daryl Collins, Jonathan Morduch, Stuart Rutherford e Orlanda Ruthven

“É incrível que quase metade do mundo – quase 3 bilhões de pessoas – vivem com US$ 2,50 ou menos por dia. Mais de um bilhão de pessoas vive com US$ 1 ou menos por dia.

Este livro explica como essas famílias investem seu dinheiro para se financiarem melhor. Espero que esta leitura oferece insights em relação ao que podemos fazer para apoiá-los também.”

Livro 18

Por que as Nações Fracassam. As Origens do Poder, da Prosperidade e da Pobreza, por Daron Acemoglu e James Robinson

“Este livro explora diferentes tipos de instituições sociais e incentivos que nações aplicaram para encorajar prosperidade, desenvolvimento econômico e eliminação da pobreza.

É um bom complemento ao nosso último livro, Portfolios of the Poor, que foca em como as pessoas vivem na pobreza. Este discute porque a pobreza ainda existe e como reduzi-la.”

Leia também: O que pessoas bem sucedidas fazem fora do trabalho?

Livro 19

O Otimista Racional, por Matt Ridley

Dois dois livros que li este ano – Os Anjos Bons de Nossa Natureza and Por que as Nações Fracassam – exploraram como progresso econômico e social trabalham juntos para fazer o mundo melhor.

Os Anjos Bons argumenta que os dois se alimentam, enquantoPor que as Nações Fracassam argumenta que progresso social e político, no fim, controla o progresso econômico de uma sociedade.

Este próximo livro fala o contrário: que progresso econômico é a força maior por trás do avanço social. Estou interessado em ver qual ideia ressoa mais depois de explorar esses dois frameworks.

Este também é o segundo livro de Ridley que leio este ano. Aqui está uma foto tirada há algumas semanas em que estou lendo seu livro Genome, com meu cachorro Beast.”

Mark Zuckerberg com seu cachorro, Beast

Livro 20

O Problema dos Três Corpos, por Cixin Liu

“Este é um livro chinês de ficção científica que se tornou tão popular que agora há um filme sendo feito em Hollywood com base nele.

Também vai ser um descanso legal de todos os livros sobre economia e ciências sociais que tenho lido.”

Livro 21

The Idea Factory: Bell Labs and the Great Age of American Innovation, por Jon Gertner

“Tenho muito interesse nas causas da inovação – que tipos de pessoas, questões e ambientes [estão envolvidos]. Esse livro explora essa pergunta ao olhar para o Bell Labs, um dos laboratórios mais inovadores da história.”

Livro 22

Ordem Mundial, por Henry Kissinger

“Meu próximo livro para o A Year of Books é Física Quântica Para BebêsBrincadeira. Na verdade, é Ordem Mundial, por Henry Kissinger, sobre relações internacionais e como podemos construir relações pacíficas pelo mundo. É importante para criarmos o mundo que queremos para nossos filhos, e é algo em que estou pensando nos últimos dias.”

Livro 23

The Beginning of Infinity: Explanations That Transform the World, por David Deutsch

“Faz sentido terminar o ano com The Beginning of Infinity, de David Deutsch, sobre como o jeito que explicamos as coisas destrava maiores possibilidades.”

Baixe o ebook: O Futuro do Mercado de Trabalho

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo