Um Projeto: Fundação Estudar
Love Mondays

Pesquisa da Love Mondays revela 4 tendências do mundo profissional em 2019

Por Suria Barbosa

Segundo a plataforma Love Mondays de avaliação anônima de ambientes de trabalho, a satisfação do profissional brasileiro mudou e quatro tendências vão tomar conta do mercado e dos recrutamentos em 2019.

A Love Mondays, a marca no Brasil da plataforma Glassdoor, reuniu dados das mais de 1,9 milhão de avaliações de ambientes e trabalho, processos seletivos e benefícios que possui para mapear a felicidade dos profissionais brasileiros e as tendências do mercado de trabalho.

Como resultado, o estudo mostrou que os indicadores de satisfação subiram em 2018, em relação a 2017. Em uma escala de 0 a 5, o sentimento quanto à “remuneração e os benefícios” foi de 3.36 para 2.40, em relação às “oportunidades de carreira”, de 2.95 a 3.01 e à “qualidade de vida”, de 3.27 a 3.30. O maior aumento, no entanto, foi no quesito “cultura da empresa”: de 3.30 em 2017 a 3.38 em 2018. A pesquisa do Love Mondays indica que a satisfação, de modo geral, subiu de 3,59 no último trimestre de 2017 para 3,66 no mesmo período em 2018.

Outro ponto contemplado pela plataforma foram as tendências que devem ganhar força no mundo profissional neste ano. Confira!

As 4 tendências profissionais de 2019, segundo a Love Mondays

#1 Empoderamento de funcionários

A possibilidade de disseminação de discurso que a tecnologia proporciona a diversos grupos se expande para o mercado de trabalho, segundo a Love Mondays. Empoderamento, então, diz respeito ao sentimento de poder cobrar posições éticas, de acordo com Luciana Caletti, CEO e cofundadora da plataforma. “Eles internalizam a cultura e os valores do lugar onde trabalham e cobram uma postura condizente daqueles que ocupam cargos de liderança.”

#2 Transparência nos processos seletivos

Em um levantamento com base em mais de 27 mil relatos de usuários do site de avaliações mostrou que um quarto de todos eles nunca recebeu feedback das empresas das quais participaram em processos seletivos.

Para o Love Mondays, o cenário muda em 2019: a chamada experiência do candidato (candidate experience) deve ser foco de atenção das organizações. “Os profissionais de RH têm percebido que a transparência durante esse processo não só melhora a satisfação do candidato, mas também diferencia a empresa na competição para capturar um talento”, destaca Luciana.

Leia também: “Não é a inteligência artificial que substitui empregos, é a emocional”

#3 Inteligência artificial em recursos humanos

A utilização de inteligência artificial (IA) em processos típicos de recursos humanos, a fim de otimizá-los, é algo que já ocorre. Como na identificação dos profissionais mais alinhados com a oportunidade, no agendamento de entrevistas, na gestão de desempenho de colaboradores e na retenção de talentos, por exemplo. Em 2019, porém, a plataforma Love Mondays prevê que a integração entre IA e RH torne-se ainda mais profunda,

#4 Valorização da qualidade de vida (e outros fatores, além do salário)

Um estudo da Glassdoor, empresa da qual o Love Mondays faz parte, revela que, para todos os níveis de renda, o principal indicador de satisfação no local de trabalho não é o salário, mas a cultura e os valores de cada organização, seguidos pela qualidade de liderança e oportunidades de carreira na empresa.

 

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo