Um Projeto: Fundação Estudar
Mulher digitando em laptop

O que faz um growth hacker, profissional cada vez mais disputado no Brasil?

Por Redação, do Na Prática

Metodologia desenvolvida para alavancar resultados de startups, growth hacking é uma tendência global de mercado – e leitores do Na Prática ganham 10% de desconto em novo curso prático sobre o tema, em São Paulo

Com cada vez mais negócios no mercado de tecnologia, a presença do termo growth hacking (hacking para crescimento) é crescente no meio empresarial. No entanto, apesar dessa expansão repentina, o tema ainda é desconhecido entre boa parte dos empreendedores brasileiros.

O growth hacking é uma metodologia de crescimento da base de clientes por meio de testes e execução de ações criativas de marketing de forma rápida e com custos reduzidos.

O que é growth hacking

Tudo surgiu nos EUA com o então “especialista em crescimento de startups”, Sean Ellis.  O profissional norteamericano era contratado para aumentar seus resultados, até que percebeu que tinha em mãos uma metodologia consistente baseada em experimentações, comportamento do consumidor, marketing criativo e tecnologias.

Assim surgiu o growthhackers.com, o primeiro portal sobre o assunto no mundo. Deu-se início então a uma metodologia que traz muitos resultados em menos tempo e por menos  dinheiro. E o melhor: o growth hacking pode ser aplicado em todo tipo de organização, em qualquer setor.

Ao implantar a metodologia nas empresas, no entanto, Sean se viu diante de um desafio. Ao final de sua consultoria, era preciso manter uma pessoa para sustentar as práticas de crescimento implementadas: o growth hacker.

Profissionais disputados

Diante de um cenário de crise em que corte de gastos são necessários, empresas de peso como AirBnb, Uber, Spotify, Dropbox, Evernote e Snapchat utilizam a metodologia – e contratam growth hackers – para alavancar suas vendas e resultados.

Ou seja, o profissional que consegue se especializar nas práticas de growth hacking passa a ser extremamente disputado em um mercado cada vez mais sedento por conhecimento e inovação. E o growth hacker não precisa de uma formação específica: marketing de conteúdo até comportamento do consumidor, pode vir de diversos campos de conhecimento.

No Brasil, ainda encontramos dificuldade em preencher vagas com esse perfil com facilidade. E foi pensando nesse gap de mercado que a Elephant Academy, a escola de trabalhadores do futuro, organizou um workshop imersivo e mão na massa sobre o assunto entre 23 e 26 de janeiro, em São Paulo.

O facilitador será o empreendedor e growth hacker Léo Lacerda, cofundador da aceleradora 85 Labs e consultor de inovação e empreendedorismo. E exclusivamente aos leitores do Na Prática, a Elephant Academy oferece um desconto de 10% na taxa de inscrição. 

Interessou-se? Basta ligar para o número de contato e mencionar que é um leitor do portal interessado com vontade se tornar growth hacker. Boas aulas!

Workshop Growth Hacking
Investimento inicial: R$ 1000,00 (leitores do Na Prática pagam R$ 900,00)
Local: Plug CLXT – Rua Lisboa 890, Praça Benedito Calixto, São Paulo
Data: 23 a 26 de Janeiro, das 18h30 às 22h30
Telefone: (85) 99960-6264

 

Dica do Na Prática:

Conhecer de perto as etapas de um processo seletivo e entender como acontece cada uma delas aumenta as suas chances de contratação. Se você ainda não se sente 100% confiante, não se preocupe, a Fundação Estudar reuniu as maiores referências no assunto em um curso online para te ajudar neste desafio. Inscreva-se agora com 20% de desconto com o cupom PROCSEL-20 clicando aqui.

 

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo