Um Projeto: Fundação Estudar
Como atrair recrutadores no LinkedIn

Em busca de emprego? Saiba como fazer as empresas chegarem até você pelo LinkedIn

Por Tradução do LinkedIn

A jovem coach de carreira Alexandra Galviz explica como aprimorar partes importantes de seu perfil para atrair empresas e outras oportunidades

Aos 25 anos, Alexandra Galviz se viu desestimulada profissionalmente. Pediu demissão, fez uma longa viagem sozinha pela Ásia e voltou com a missão de ajudar outros jovens em busca de carreiras mais inspiradoras através de workshops e sessões de coaching.

Também se tornou expert em usar o LinkedIn, tanto para criar e compartilhar conteúdo quanto para abrir as portas para novas oportunidades.   

Em um post recente para o LinkedIn Pulse, Galviz apresentou um passo-a-passo para aprimorar seu perfil e, assim, atrair recrutadores e outras possibilidades.

Confira abaixo a tradução feita pelo Na Prática:

Como atrair recrutadores no LinkedIn

Muitas vezes, meus leitores perguntam: “Você tem dicas para quem quer achar um emprego ou estágio?”.

E a resposta é: SIM! E você só precisa de uma dica simples, que exige pouco esforço se comparada ao envio de centenas de candidaturas genéricas. Depois de implementada, a manutenção é mínima e vou explica exatamente como faço.

1. A vitrine

Sua manchete, resumo, foto de background e foto de perfil formam sua vitrine e é bom garantir que ela esteja ótima. 

Sua manchete precisa me dizer exatamente quem você é e o que faz, nada de títulos genéricos de trabalho.

As primeiras duas frases de seu resumo precisam ser cativantes e conter as palavras-chave corretas para que alguém clique em “Veja mais” e entre na sua loja.

QUER FAZER O SEU LINKEDIN BOMBAR?
BAIXE O NOSSO CHECKLIST PARA MELHORAR SEU PERFIL!

Não se preocupe em escrever algo perfeito porque você vai continuar mexendo ali conforme sua carreira avança, mas tenha algo ali hoje.

Frequentemente vejo espaços vazios, o que me deixa triste e se traduz, para mim, como uma oportunidade perdida. Quero entender o que te anima, aprender mais sobre você e saber por que eu deveria contratá-lo e não outra pessoa com a mesma experiência e mesma qualificação.

2. Sua rede de contatos é sua fortuna

Você precisa ter as pessoas certas em sua rede para ser notado. Tenho quase todos os colegas com os quais já interagi, o que significa que, quando um ex-colega dá like, compartilha ou comenta em algum post meu, isso roda pela rede do LinkedIn.

E isso significa que você é notado e eventualmente recebe mensagens de pessoas como CEOs ou outros cargos de alto nível em sua indústria (eu recebi duas só em abril).

Se estiver planejando mudar de carreira, comece a adicionar pessoas influentes e seniores que trabalham na indústria que te interessa, com uma mensagem pessoal curta que explica que você está ampliando sua rede com formadores de opinião – isso te leva bem mais longe que só adicionar alguém.

Não se engane: a parte importante não é só aumentar o número de contatos ao adicionar pessoas em massa, mas cultivar essa rede.

Isso significa se engajar em grupos, dar likes em outros posts, compartilhar conteúdos e comentar em conversas que sejam relevantes para sua área de expertise. Mais importante ainda, faça isso de maneira consistente.

Sem querer, você acaba criando uma tribo de pessoas que compartilham os mesmos interesses, valores e ideais que você e isso te trará ainda mais exposição.

Leia também: 65 carreiras promissoras para 2017, segundo recrutadores

3. Os 3 Rs: Real, Relevante e Relacionado

Para ter exposição, você precisa produzir conteúdo que as pessoas leiam e encontrem valor e que as engaje. 

Eu comecei a escrever no LinkedIn dois anos atrás, falando sobre tudo relacionado a desenvolvimento de carreira através de editoriais estudantis. Conforme fui ficando mais confortável, ganhei mais vontade de compartilhar e escrever e, quanto mais escrevia, mais minha voz surgia.

Recentemente comecei a escrever sobre livros que li, histórias de pessoas que conheci enquanto viajava e lições que aprendi em minha vida profissional.

As pessoas começaram a me seguir, gostar de meus posts, comentar e compartilhar meus escritos por três razões: 1) são autênticos e reais 2) elas se identificam e se relacionam com eles 3) são relevantes.

Quanto mais engajamento eu conseguia, mais eu aparecia nos feeds e nas redes dos outros… E assim vai.

4. Conte para os outros

Um jeito mais simples e direto de mostrar para empresas que você está disponível é simplesmente fazer um update de seu status e dizer para todos que você está em busca da próxima oportunidade.

Especialmente se tiver construído uma rede forte de contatos em sua indústria ou em profissões similares à sua, ficará surpreso com quantas pessoas estarão dispostas a ajudar e compartilhar seu post.

Vi isso diversas vezes e é bastante eficaz. Você fica na mente das pessoas, que podem até passar algum contato ou uma vaga que pode te interessar.

Outro jeito de deixar recrutadores sabendo que você está disponível é através da aba Configurações & Privacidade. Clique em Privacidade e ative a função que permite que recrutadores saibam que você está disponível.

Para aqueles que não querem que seus empregadores atuais saibam de seu momento, é um jeito muito discreto de se abrir para novas oportunidades.

Leia também: Passar por diferentes áreas e empresas mancha o currículo? Conversamos com recrutadores para entender!

5. Recomendações e avais

As pessoas cometem o erro de pedir recomendações depois que deixam uma empresa. Minha tática é sempre esperar alguns dias depois de completar um grande projeto ou depois de fazer bastante por alguém interna ou externamente.

A experiência estará fresca na mente das pessoas e elas estarão no mesmo ambiente que você, então não tem como escapar!

As recomendações são muito importantes porque, se um recrutador parar por ali, verão não apenas que você tem credibilidade mas como trata outros, qual é sua ética de trabalho e que valor você agrega.

E você não precisa se preocupar com o que fazer quando seu gerente trocar de emprego e não puder mais escrever sua carta de referência.

Quando fizer esse pedido, personalize as mensagens para cada pessoa. Isso fará a diferença entre ganhar uma recomendação genérica e uma verdadeiramente pessoal.

Em relação aos avais, escolha suas três melhores habilidades e garanta que essas são as top 3 coisas pelas quais você quer ser conhecido – a não ser que a pessoa clique para ver mais.

QUER FAZER O SEU LINKEDIN BOMBAR?
BAIXE O NOSSO CHECKLIST PARA MELHORAR SEU PERFIL!

6. Conclusão

A verdade é que, para quem está buscando emprego, você já está na metade do caminho ao estar no LinkedIn e ler esse artigo.

Mesmo que não esteja buscando emprego, aconselho que você ainda use as dicas acima, que facilitarão muito uma busca posterior.

É de fato amedrontador se expôr dessa maneira, há um medo de ser julgado e você pensa coisas como “como as pessoas vão interpretar isso?” ou “e se eu parecer bobo?”. Mas qual é a melhor coisa que pode acontecer?

Há muitas oportunidades logo na esquina, não só em relação a empregos fixos mas palestras, projetos para freelancers e possíveis colaborações.

A plataforma é sua para explorar – e sempre digo que esse é o melhor segredo!

Artigo originalmente publicado no LinkedIn.

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo