varias lampadas e uma lampada acesa

Muito se fala sobre novas formas de liderança e a importância da sucessão nas organizações. Afinal, uma empresa que tem um bom gestor no topo, mas um líder que deixa a desejar, provavelmente ficará carente de boa gerência depois que o atual se for. Alguém que inspira e motiva os colaboradores é tão importante quanto um profissional focado em traçar e alcançar metas – ambos ajudam para o crescimento da corporação, estimulando as áreas de maneiras diversas, mas igualmente importantes.

Não seria ideal, então, que as lideranças executivas conseguissem incorporar esses dois lados – do gestor obstinado e do líder que esbanja empatia?

É o que se tenta ensinar hoje a altos executivos e diretores de organizações das mais diferentes áreas e tamanhos – e o que temos tentado passar com o novo método de trabalhar que o Runrun.it inaugurou no Brasil, a partir de pilha de tarefas e priorização, com foco no que tem mais impacto e na transparência das relações. E as formas de desenvolvimento dessas novas lideranças também são bem distintas, de cursos tradicionais a imersões em atividades ao ar livre. Confira:

 

 

Participe do Liderança Na Prática 32h, o programa de formação de lideranças da Fundação Estudar

1. Cursos online: O Coursera tem vários cursos sobre liderança (em inglês), organizados pelas melhores universidades do mundo, incluindo os dois famosos cursos de especialização: Shape Your Life With Leadership, da HEC Paris (École des hautes études commerciales de Paris), e Leading Effectively, da Universidade de Michigan.

2. Cursos presenciais: Se você tem a oportunidade de viajar para desenvolver sua liderança, a Harvard Business School oferece cursos de variadas durações, em vários países. No Brasil, o Na Prática também oferece o Laboratório, curso focado em desenvolver nos participantes os valores de liderança que norteiam a atuação da Fundação Estudar.

3. Outdoor/Aventura: Esqueça a tradicional sala de aula! A NOLS (National Outdoor Leadership School) é uma escola americana que acredita que grandes líderes também saem de experiências na natureza por conta de toda a responsabilidade que ela nos cerca. Os alunos aprendem habilidades e técnicas para serem usadas ao ar livre, liderança e ética ambiental. Os cursos vão de uma semana a seis meses. Os locais são os mais diversos, da Patagônia ao Himalaya, da Escandinávia à Austrália.

Aqui no Brasil, a OBB (Outward Bound Brasil) faz parte de uma instituição mundial de experiências ao ar livre. Fornece práticas desafiadoras desenvolvidas na natureza, visando fortalecer potencialidades pessoais e qualidades de liderança nos participantes. O curso para o desenvolvimento de líderes é focado em empresas e tem duração sugerida de dois a 10 dias.

4. Coaching: A forma mais personalizada de desenvolver técnicas e habilidades de liderança é através de um serviço de coaching. Se este for o método que mais te agrada, a Sociedade Brasileira de Coaching pode te ajudar e encontrar o profissional mais adequado às suas necessidades. Também com o objetivo de atingir o autoconhecimento e autodesenvolvimento, o Na Prática possui o programa presencial Autoconhecimento Na Prática.

 

Este artigo foi originalmente publicado em Endeavor

LABBanner-Final_600x150

Os melhores conteúdos para impulsionar seu desenvolvimento pessoal e na carreira.

Junte-se a mais de 1 milhão de jovens!
Casdastro realizado, fique ligado para os conteúdos exclusivos!
Seu cadastro não foi realizado, tente novamente!

O que você achou desse post? Deixe um comentário ou marque seu amigo: