Um Projeto: Fundação Estudar
pessoas em uma sala de reuniao

As possibilidades de carreira para um analista financeiro

Por Cecília Araújo

Especialista na área de finanças descreve habilidades e competências necessárias para diversas formas de atuação na área

Uma das principais perguntas que surge quando nos reunimos com jovens analistas financeiros, que estão começando suas carreiras, é: qual o melhor caminho a seguir? Esta não é uma pergunta fácil de responder, pois há muitos caminhos de carreira disponíveis para esse profissional. Por esta razão, é importante que eles conheçam mais sobre as possíveis áreas de atuação, além das habilidades e competências necessárias para ser bem sucedido na profissão.

De uma maneira geral, um analista financeiro precisa ter curiosidade intelectual e fortes habilidades analíticas. Deve também ser capaz de comunicar de forma clara, através de todos os canais, incluindo e-mails, relatórios, apresentações, telefonemas, reuniões etc. Se for trabalhar no mercado financeiro, o conhecimento sobre mercado de capitais e fluência em inglês são muito importantes.

Um bom analista ainda deve ter compreensão profunda da contabilidade financeira, assim como saber ler as demonstrações financeiras a fim de visualizar plenamente as perspectivas de uma oportunidade de investimento. Além disso, desenvolver habilidades de avaliação e modelagem financeira são essenciais para o analista progredir através de sua carreira.

INSCREVA-SE NO NOSSO CURSO POR EMAIL:
COMO COMEÇAR A CARREIRA NO MERCADO FINANCEIRO

Assista também: Descubra como Fabio Barbosa escolheu trabalhar com finanças

Agora, vamos detalhar o trabalho e o perfil de analistas financeiros em diferentes carreiras:

Analistas de Buy Side

Fornecem consultoria para investimento exclusivamente para os gestores do recurso no fundo de investimento em que trabalham. Eles costumam se concentrar em um estilo de investimento específico, tais como ações de valor ou de crescimento. Eles são muitas vezes designados para cobrir um determinado setor ou grupo de setores relacionados e mantêm estreito contato com os departamentos de Relações com Investidores de empresas que sejam interessantes para o seu fundo de investimento. O caminho do analista Buy Side de médio a longo prazo envolve a transferência da função de analista para se tornar um gerente de portfólio.

Analistas de Buy Side e gestores de carteiras trabalham em diferentes tipos de fundos de investimento, incluindo fundos de pensão, fundos de hedge, entre outros. As horas não são tão extensas como os outros cargos de analista, e o equilíbrio do tempo no trabalho versus vida pessoal costuma ser muito bom. Por outro lado, o trabalho pode causar altos níveis de estresse, pois faz parte da natureza dessa função ter um grande volume de recursos para ajudar a fazer a gestão. Além disso, fique preparado para algumas viagens de negócios para visitar empresas consideradas para as carteiras ou para monitorar as empresas do portfólio.

Nos níveis mais altos, os gestores de carteiras também são frequentemente envolvidos na captação de recursos, visitando potenciais novos clientes e participando da gestão de relacionamentos com os investidores atuais.

Analistas de Sell Side

Também conhecidos como analistas conselheiros, seu trabalho é emitir opiniões sobre todo o universo das empresas em que fazem cobertura para os Analistas de Buy Side e gestores de carteira. O conselho é sugerido através de uma opinião de investimento ou classificação (muitas vezes Compra, Venda ou Neutro) em cada empresa ou setor coberto, juntamente com metas de preço (geralmente 12 meses), ganhos estimados e relatórios de pesquisa. Analistas de Sell Side mantêm modelos financeiros detalhados de cada empresa coberta com todas as informações necessárias para tomar uma decisão.

Eles desenvolvem um relacionamento profundo na empresa através do contato constante com a administração, área de Relações com Investidores e outros membros da empresa. Uma parte do tempo é gasto com marketing, vendas e ideias de investimento sobre o mercado para que seus clientes tenham sucesso.

Analistas de Sell Side trabalham dentro de departamentos de pesquisa, em corretoras maiores ou em “boutiques” independentes de pesquisa. O trabalho exige longas horas de comprometimento em torno de resultados, especialmente quando as empresas cobertas relatam seus resultados trimestrais. Esta posição envolve um pouco de tudo, inclusive muito tempo gasto analisando as empresas, conhecendo e conversando com os colegas de Buy Side, desenvolvendo e escrevendo sobre formas interessantes de ver o todo universo de seu setor. O trabalho também envolve uma quantidade significativa de viagens de negócios para visitar as empresas cobertas, manter contato com clientes potenciais e participar das reuniões das empresas.

Investment Bankers

Os Investment Bankers aconselham as empresas sobre as atividades de finanças corporativas, fusões e aquisições, reestruturações, aquisições de ativos e vendas. Eles ajudam as empresas a obter financiamento no mercado de capitais através da venda de títulos de dívida com IPOs. Podem representar o comprador ou o vendedor na transação, e em atividades de reestruturação societária.

Eles trabalham longas horas, especialmente quando o mercado de capitais está ativo, e há muita atividade de M&A (fusões e aquisições). As tarefas típicas para os analistas de bancos de investimento incluem: orientar potenciais clientes sobre o cenário da indústria e economia e as possibilidades de fusões e aquisições. Construir modelos financeiros de clientes para consultoria, realizar ofertas de estruturação e operações de fusões e aquisições também fazem parte do dia a dia. Realizar novas ofertas de emissões de ações ou de dívidas. Estão incluídas viagens de negócios para os clientes da consultoria, busca de novos negócios e acompanhamento dos clientes durante o processo de emissão de ações e dívidas, para explicar melhor a operação e a estrutura da empresa aos investidores potenciais.

Investidores Private Equity / Venture Capitalist

Diferentemente de um Investment Banker, que presta serviços de consultoria por uma taxa, um analista de Venture Capital é um investidor. Esses profissionais investem em empresas privadas através de uma carteira de investimentos que eles acreditam ter potencial significativo de valorização. As responsabilidades incluem captação de recursos para a carteira, a escolha das empresas para a realização de investimentos, administrar as empresas do portfólio e por último realizar o planejamento e execução de estratégias de saída.

Algumas das principais diferenças entre Private Equity e Venture Capital incluem o tamanho do investimento e do estágio do ciclo de vida da empresa em que o investimento é feito. Nos Private Equity, os investidores tendem a investir em empresas mais estabelecidas quando comparado com Venture Capital, que muitas vezes procura empresas startup (no começo da existência).

Esse tipo de trabalho envolve muitas horas com o tempo dividido em várias áreas. Assim, habilidades de gerenciamento do tempo são necessários para o sucesso. Fortes habilidades analíticas e profundo conhecimento das empresas investidas são essenciais quando se analisam novas oportunidades de investimento. Acompanhar e avaliar a evolução operacional e financeira das empresas do portfólio é outra peça-chave do dia de trabalho. Compreender como e quando sair requer uma forte compreensão do mercado de capitais e avaliação de investimentos. A captação de recursos é necessária que seja feita em nível sênior para levantar capital para os fundos de investimento.

Analistas de Crédito

Os analistas de crédito avaliam a qualidade de crédito dos requerentes de crédito (clientes ou potenciais clientes). Os tipos de candidatos a empréstimos pode variar desde pessoas que procuram casa, carro ou empréstimos para empresas que buscam financiamentos para a expansão dos negócios, as despesas de capital, fusões e aquisições ou outras necessidades. Os analistas de crédito são responsáveis pela análise das perspectivas de um indivíduo ou empresa e a capacidade do candidato pagar o empréstimo. O analista precisa determinar se deve ou não emprestar, quais os termos do empréstimo, e mais tarde monitorar a carteira.

INSCREVA-SE NO NOSSO CURSO POR EMAIL:
COMO COMEÇAR A CARREIRA NO MERCADO FINANCEIRO

Os analistas de crédito pode trabalhar em qualquer empresa que forneça crédito ou análises. Muitos trabalham em bancos comerciais nas áreas de crédito. Esses analistas farão as análises das pessoas ou empresas que buscam financiamento. Habilidades analíticas fortes são necessários para todos os tipos, principalmente para aqueles que a concessão de financiamento da empresa ou projeto exigirá uma compreensão mais profunda das demonstrações financeiras. O tempo de um analista é dividido entre a busca de novos negócios e acompanhar o desempenho da carteira de crédito atual. Especialistas de crédito podem trabalhar na reestruturação de empréstimos problemáticos.

Profissionais de Project Finance

Analistas de Project Finance trabalham com o financiamento e desenvolvimento de projetos para fins específicos, como energia, transporte ou infra-estruturas sociais (escolas, biblioteca, etc). Os analistas estão muitas vezes envolvidos com um projeto inteiro, do começo ao fim incluindo a construção, financiamento e operação do projeto. O processo começa quando uma entidade (governamental ou privada) quer construir. Em seguida, as partes interessadas se lançam para ser capaz de construir, financiar e operar o projeto. Como nenhuma empresa geralmente tem a experiência para construir, financiar e operar, diferentes partidos se reúnem para trabalhar na operação através do uso de um veículo para fins especiais Sociedade de Propósito Específico (SPE).

Experiência no setor e um entendimento de determinados tipos de projetos é essencial. As viagens de negócios são rotina para visitar diferentes projetos e como eles se comportam através dos vários estágios de desenvolvimento. A oportunidade de ajudar a criar algo “real” pode ser muito atraente para aqueles que trabalham em Project Finance. A análise financeira é diferente para esse produto, normalmente com saídas nos primeiros anos antes de quaisquer entradas começar.

Darrin Kerr, CFA é sócio na FK Partners, empresa de treinamentos em certificações financeiras, incluindo CFA, oferece cursos presenciais e online, além de cursos customizados na área de finanças, como Modelagem Financeira e Valuation. Apoia os estudantes que desejam estudar no exterior, com preparação de GMAT, GRE e SAT. Trabalhou anteriormente como Analista de Sell Side na Merrill Lynch e Morgan Stanley.

Leia também: Certificações, um passo importante para a área de finanças

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo