Um Projeto: Fundação Estudar

9 documentários mostram como os jovens querem (e vão) transformar a educação

Por Porvir

Em busca de inspiração e protagonismo? Confira filmes que retratam inquietações e sonhos de estudantes em busca respeito à diversidade, equidade e qualidade educacional

Críticas aos modelos atuais de educação, anseio pelo respeito à diversidade e ocupação das escolas. Os jovens querem falar e, cada vez mais, deixam claro que desejam se envolver na transformação das suas escolas. Para inspirar educadores e entusiastas da área, o Porvir reuniu nove documentários que mostram como os estudantes podem ser protagonistas na busca por melhorias educacionais.

Baixe o Ebook: 8 mitos sobre a carreira em educação

Entre produções nacionais e internacionais, a lista traz nove documentários que retratam inquietações e sonhos de jovens em busca do respeito à diversidade, equidade e qualidade na educação. Prepare a pipoca e confira:

Últimas Conversas, de Eduardo Coutinho

Quais são as aflições e desejos dos jovens? Na obra póstuma do cineasta Eduardo Coutinho, estudantes da rede pública do Rio de Janeiro contam sobre suas vidas e o que almejam para o futuro. Durante as entrevistas, o documentário entra em assuntos como racismo, religião, bullying e problemas familiares.

Malala, de Davis Guggenheim

Após ser baleada por um membro do Talibã dentro de um ônibus escolar, a paquistanesa Malala Yousafzai ganhou destaque pelo mundo em defesa do direito de meninas frequentarem a escola. No documentário dirigido por Davis Guggenheim, a ativista é retratada sob uma nova perspectiva, tentando equilibrar suas demandas da adolescência enquanto viaja pelo mundo para discursar sobre a universalização da educação.

Nunca me sonharam, de Cacau Rhoden

Na voz de estudantes, gestores, professores e especialistas, o documentário retrata a realidade do ensino médio nas escolas públicas do Brasil. Produzido pela Maria Farinha Filmes e dirigido por Cacau Rhoden, o filme apresenta os desafios e expectativas dos jovens para a educação a partir dos seus próprios depoimentos.

Leia também: 6 oportunidades promissoras para quem quer empreender em educação

Acabou a Paz – Isto aqui vai virar o Chile, de Carlos Pronzato

O documentário traz uma visão dos jovens sobre as ocupações das escolas paulistas, em oposição à proposta de reorganização do ensino da rede estadual. Produzido pelo cineasta argentino Carlos Pronzato, mesmo autor de “A Rebelião dos Pinguins”, o título também faz referência ao movimento estudantil chileno, que foi às ruas para cobrar profundas reformas educacionais.

A Rebelião dos Pinguins, de Carlos Pronzato

Em maio de 2006, estudantes chilenos se mobilizaram para exigir não apenas melhoras na educação, mas também mudanças estruturais no país. O documentário de Carlos Pronzato traz um registro da luta dos secundaristas, que inspirou movimentos semelhantes na Argentina e no Brasil.

Pro dia nascer feliz, de João Jardim

Adolescentes de três estados brasileiros, em diferentes classes sociais, contam sobre sua vida na escola e suas inquietações. O documentário, dirigido por João Jardim, tenta evidenciar o quadro de desigualdades e da violência no país a partir da realidade escolar.

Girl Rising, de Richard E. Robbins

O documentário conta a história de nove meninas, em diferentes países, que encontraram na educação um caminho de autonomia. Dirigido por Richard E. Robbins, o filme tenta mostrar que o acesso à educação é uma das maneiras de diminuir as desigualdades sociais.

USP 7%, de Daniel Mello e Bruno Bocchini

Com direção de Daniel Mello e Bruno Bocchini, o documentário apresenta quatro relatos de luta contra o racismo estrutural na USP, uma das maiores universidades do país. O filme também traz a mobilização em favor da implantação de cotas raciais.

Leia também: Como um engenheiro empreendeu em educação

A Caminho da Escola, de Pascal Plisson

Apesar de viverem distantes uns das outros, na Quênia, Índia, Marrocos e Argentina, os quatro estudantes apresentados no documentário possuem algo em comum: todos os dias percorrem longas distâncias para chegar até a sua escola. Dirigido por Pascal Plisson, o filme mostra a determinação de cada em busca de acesso à educação.

 

Este artigo foi originalmente publicado em Porvir

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo