Pessoa cria mapa em seu projeto de UX Design.
Foto via Unsplash

O mundo atual demanda profissionais cada vez mais especializados em interfaces digitais e, nesse universo, profissionais de UX Design têm se sobressaído.

Mas você sabia que eles e elas não fazem um trabalho de um designer comum, não é?

Bom, é totalmente diferente.

Por isso, o Na Prática conversou um profissional na área, o Welton Ferreira, e ele nos ajudou a montar este conteúdo que pode te ajudar a entender.

Aqui você vai aprender:

  • O que é UX Designer;
  • Qual a diferença entre UX design e o designers comuns;
  • Por que UX Design é tão importante;
  • Quem contrata esses profissionais;
  • Onde encontrar trabalho na área;
  • Como se especializar.

O que é UX Designer?

Primeiramente, é preciso que a gente entenda o que a palavra quer dizer.

É muito simples.

UX é uma sigla que significa User Experience, em inglês, e Experiência do Usuário, em português.

Assim, quando juntamos UX a Designer, temos um Designer de Experiência do Usuário.

Ou seja: o UX Designer é uma pessoa responsável por desenhar e planejar como será a experiência de uma pessoa ao utilizar um produto ou serviço.

Até aí ok, né?

Em outro ponto, é preciso entender também que o UX Design é um trabalho do mundo digital.

Dessa forma, é comum que vejamos seus efeitos na construção de sites, plataformas de compras online, aplicativos e coisas do tipo.

UI e UX Design: qual a diferença?

Para entender o trabalho de um profissional de UX Design, é importante entender o que o diferencia de outro profissional: o UI Designer.

Basicamente, podemos entender o UI Designer como o profissional que desenha o meio pelo qual alguém vai utilizar um produto.

Porém, ele não planeja esse meio. E essa é a grande diferença.

Entenda:

Um UX Designer é quem cria os mapas, monta os caminhos e prevê as necessidades que alguém vai ter ao se deparar com uma ferramenta nova.

Ao contrário, um UI Designer executa um projeto visual que já tem um conceito e um fundamento definido.

Por que o UX Design é tão importante?

Atualmente, as empresas estão orientando suas ações cada vez mais a partir de dados.

Ou seja: é muito comum que profissionais capacitados para criar a partir de dados se destaquem hoje em dia.

O UX Design é uma das áreas que mais se beneficia dessa situação.

Vamos entender melhor.

Acontece que, para criar os mapas que falamos antes, o UX Designer precisa entender as necessidades dos clientes.

Afinal, é impossível criar um site para um adolescente que funcione da mesma forma que um site para idosos.

Cada um tem desejos e maneiras diferentes. E os profissionais de UX sabem disso a partir da análise de pesquisas e, é claro, seus dados.

Tudo isso torna as criações mais eficientes e faz com que as criações sejam mais úteis.

Normalmente, criações mais úteis querem dizer mais dinheiro. Portanto, um bom UX Designer é essencial para os negócios digitais.

Quem contra especialistas em UX Design?

Agora, precisamos entender quais são as empresas que costumam precisar de UX Design.

A reposta pode parecer simples, mas é mais pura verdade.

As empresas que mais têm precisado de UX Designer são basicamente todas.

Sim. Isso mesmo.

Ainda assim, empresas de tecnologia, aplicativos e comércio online costumam contratar muitos profissionais.

Por outro lado, é possível atuar para agências especializadas e tocar projetos de diversos segmentos.

O caminho é amplo e depende muito de cada profissional.

Onde ficam os trabalhos?

Na maioria das vezes, existem três maneiras principais de encontrar pessoas e empresas interessadas em UX Design:

Plataformas de trabalho freelancer

Plataformas como 99Freelas, Trampos e Workana são repletas de oportunidades para projetos de UX Design – a maioria trabalhos freelance.

LinkedIn

Muitas empresas publicam vagas no LinkedIn e parte delas até aborda possíveis funcionários por lá. Pode ser uma chance de mostrar seu trabalho e ainda encontrar gente à procura de profissionais.

Behance

O Behance é uma plataforma ótima para designers e profissionais criativos de todos os tipos. Por lá, é possível publicar seus trabalhos em um grande mural aberto. Assim, fica fácil te encontrar e mais fácil ainda te contratar.

Como se especializar

Primeiramente, é preciso entender que a graduação em design, ou áreas relacionadas, é muito importante.

Feito isso, os interessados na área precisam conferir se os cursos observados oferecem aulas práticas ou mais conceituais.

No fim, porém, será necessário fazer cursos de especialização para entender o design pela perspectiva da UX.

Plataformas como Domestika e EBAC possuem cursos legais de UX Design e que podem ajudar os novos profissionais.

Conclusão

Viu como a área de UX design é bem diferente do design comum? Os caminhos e as formas de se especializar também variam muito, não é?

Confira os cursos, as áreas de atuação e questione-se. Pode ser que o UX seja uma ótima ideia de carreira.

 

Os melhores conteúdos para impulsionar seu desenvolvimento pessoal e na carreira.

Junte-se a mais de 1 milhão de jovens!
Casdastro realizado, fique ligado para os conteúdos exclusivos!
Seu cadastro não foi realizado, tente novamente!

O que você achou desse post? Deixe um comentário ou marque seu amigo: