Os sinais de cultura forte na empresa (e como identificar)

Pesquisa mostra que profissionais têm dificuldade em identificar qual é a cultura da empresa em que trabalham. Veja dicas para desvendar o seu empregador

Camila Pati, de , em 30.09.2014
executivo digitando em um computador [shutterstock]

Em geral, não é difícil perceber quando uma empresa tem uma cultura organizacional forte. Pesquisa realizada pela consultoria Talenses com 184 profissionais mostra que 63,91% sentem que a empresa em que trabalham tem uma cultura forte. Mas quase metade (49,11%) não sabe identificar, de fato, a personalidade do local de trabalho.

Na opinião do gerente da Talenses, o fato de que metade dos participantes da pesquisa são gerentes e diretores e a outra metade são coordenadores e analistas explica esse fato. “Nem todo mundo sabe a estratégia da empresa. Quanto mais alto o nível hierárquico mais clara é a percepção”, diz ele.

Segundo os entrevistados, os sinais de que a cultura de uma empresa é forte são:

Padrões de comportamento bem definidos: 35,88%

Engajamento do funcionário: 35,88%

Alta taxa de retenção: 9,92%

Capacidade de formar novos sucessores: 9,16%

Forma de fazer negócios: 6,87%

Adaptação a novas tecnologias: 2,29%

Como identificar a cultura de uma empresa
Observar a analisar alguns aspectos pode dar importantes subsídios de como é a cultura da empresa em que você trabalha. Henrique Gamba cita três fatores que merecem atenção na hora de desvendar uma empresa:

1. Como o desempenho é avaliado
“Esta é uma questão prática na hora de identificar a cultura: como o desempenho dos funcionários é medido”, diz Gamba. Há um conjunto de metas claramente definidas? Quais são as notas e o peso dado a cada um dos itens avaliados? Por aí é possível perceber se a empresa é mais voltada para resultados, ou para a relação com o cliente, por exemplo.

2. Remuneração fixa X remuneração variável
Quando a empresa opta por estabelecer um salário fixo abaixo do mercado, mas uma remuneração variável com mais peso é sinal de que ela é mais voltada a meritocracia, segundo Gamba.

3. Quem são os gestores
“É mais fácil determinar qual é a cultura de uma empresa olhando para cima na hierarquia”, diz o gerente da Talenses. O primeiro passo é observar o seu gestor direto e perceber se ele está alinhado à ideia que você faz da cultura da empresa. Ele trabalha na mesma sala? Ou tem uma sala só para ele? Em seguida observe as atitudes do chefe dele, indica Gamba. Ele é acessível? “O objetivo é perceber as diferenças entre ele e o seu gestor”, diz Gamba.

Com base nessas observações, algumas conclusões serão possíveis, levando-se sem conta também o seu mercado de atuação. O quanto a empresa valoriza lideranças jovens e o tempo médio de casa para subir degraus na hierarquia são dois aspectos culturais da organização que podem ser inferidos a partir disto, segundo o especialista.