Um Projeto: Fundação Estudar

Recruta Stone tem vagas de estágio e efetivas – faça sua inscrição!

Por Suria Barbosa

No processo seletivo da Stone, as vagas são efetivas e de estágio e não há restrição de cursos, ou por experiência. Entenda o que é valorizado nos candidatos e como realizar sua inscrição!

As inscrições da segunda edição da seleção Recruta Stone deste ano estão abertas. Criado em 2014 e antes conhecido como Recruta Arpex, o processo seletivo diferenciado tem como objetivo encontrar novos talentos para a companhia do mercado de pagamentos, que em 2018 se juntou ao restrito ranking das startups unicórnio brasileiras.

Por meio de uma série de etapas-desafio, a Stone identifica os profissionais que mais se alinham com sua cultura para posições efetivas e de estágio. Não há limite de vagas e os selecionados podem atuar em diversas áreas, em qualquer uma das empresas do grupo. O objetivo, com o programa, é formar as futuras lideranças da companhia. Para esta edição, é possível se inscrever até 12 de setembro, pelo site.

Para Karen Correa, participante do Recruta e analista de dados na organização, o ambiente da companhia é dinâmico e com autonomia para criação e execução de novas ideias. “As coisas mudam muito rápido e você tem que se adaptar e conseguir entregar resultado mesmo assim”, conta, “você pode discordar do que não concorda, propor um novo jeito de fazer e executar da maneira que acredita”.

Cursos da Fundação Estudar

Avaliação que busca o fit: o que o profissional precisa ter?

Não há restrição de cursos ou de data de conclusão. Quem está na graduação pode participar para tentar uma vaga de estágio e quem não está na faculdade, se aplica para vagas efetivas. Também não é preciso saber inglês; a única exigência para os candidatos é ter mais de 18 anos.

Há poucos requisitos porque no Recruta Stone o foco principal da avaliação dos participantes é o fit cultural. O que significa que o nível de alinhamento entre o perfil do candidato e a organização é bastante valorizado. Principalmente, se o profissional compartilha dos valores-chave para a empresa: “inteligência”, “energia” e “integridade”.

Além de energia, o senso de propósito alinhado com o da Stone fortalece a resiliência do profissional e o fit com a empresa, segundo Rodrigo Edington, Recruta hoje parte do time de M&A (fusões e aquisições) e Inovação. “Nem sempre as coisas vão dar certo ou sairão da forma planejada, mas ter um propósito e um objetivo claro te fazem persistir e continuar em frente para alcançá-los”, completa ele.

Como funciona o Recruta Stone

Durante a seleção, os candidatos têm chance de conhecer e vivenciar os diversos setores da companhia. Inclusive, fora de São Paulo e Rio de Janeiro, onde ficam os maiores escritórios. Ao final, decidem em que área e empresa querem trabalhar.

Um dos pontos do processo é trabalhar o autoconhecimento dos participantes. “As etapas são pensadas para que a pessoa reflita sobre si mesmo, seja via os testes (são cinco e, no fim, damos uma devolutiva final), seja via questionário sobre a vida ou questionário sobre o livro, em que ele elenca seus
aprendizados do livro com sua opinião sobre o mesmo”, explica Lívia Kuga, Head de Atração e Seleção e sócia da Stone.

“A partir das entrevistas, fazemos questão de dar feedback individual e presencial. Nosso objetivo é que a pessoa saia, de alguma forma, diferente de como
ela entrou.”

Leia também: Por que o fit cultural é tão importante para os processos seletivos atuais

Nesse formato é que o profissional entra para a empresa com um bom conhecimento sobre a organização. É um processo feito 100% dentro de casa em que os próprios líderes e muitos sócios participam do mesmo. Conforme a pessoa vai avançando nas etapas, ela vai identificando mais sobre si mesma ao mesmo tempo que vai conhecendo cada vez mais profundamente a empresa”, destaca a sócia.

As candidaturas estão abertas – realize a sua até 12 de setembro pelo site do Recruta Stone. A inscrição inclui cadastro, com informações básicas, e realização de testes, como de perfil e lógica, além de questionários sobre a vida e livros. A finalização das etapas online está prevista para setembro. Em outubro e novembro, acontecem as entrevistas e dinâmicas no Rio de Janeiro e em São Paulo, respectivamente. A semifinal é em novembro e o processo termina em dezembro.

Depois que o Recruta é selecionado ele passa pelas áreas core da empresa – comercial, logística e relacionamento com o cliente. Cada profissional tem um mentor, que é um líder referência em cultura da companhia, que o acompanha durante esse processo. Depois desse período, escolhe em qual área da empresa quer atuar, com o auxílio do time de Pessoas.

3 dicas para a dinâmica da Stone

Lívia destaca dá três recomendações para se sair bem na dinâmica do processo seletivo Recruta.

  • Seja você mesmo – “não vale a pena fazer um personagem, ele não se sustentará nas
    demais etapas do processo.”
  • Posicione-se e participe do processo – “sei que a vergonha existe, mas se você não falar,
    fica muito difícil de te avaliar, portanto, fale e se posicione.”
  • Leve com leveza – “eu sei que o nervosismo atrapalha. Então, veja como um convite para
    conhecer algumas pessoas legais e se der muito certo, trabalhar em uma empresa legal.”

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo