No centro da imagem, duas amigas se abraçam. Elas vestem calça e blusas de manga curta. Ambas têm mochilas. Ao fundo, é possível ver um gramado que se estende em direção a um prédio. O dia é claro e ilumina a imagem.
Focar na apresentação e criar repertório generalista são as dicas das vencedoras do Prêmio Turim (Foto: Arquivo Pessoal)

O Prêmio Turim, competição de cases voltada para o universo de Family Office, está com inscrições abertas até o próximo dia 22 de setembro. Estudantes de todo o país e de todas as formações podem se inscrever.

Para ajudar futuros participantes e interessados no programa, o Na Prática entrevistou as estudantes Catarina Heimlich e Gabriela Lahtermaher. Elas foram vencedoras da última edição do Prêmio, e compartilharam dicas sobre a experiência.

Confira a seguir.

Inscreva-se no Prêmio aqui

Como ir bem no Prêmio Turim em 2 pontos fundamentais

#1. Foque a apresentação

Embora a competição de cases da Turim MFO seja sobre o universo do mercado financeiro, a estudante Catarina Heimlich garante que a parte técnica não é a mais desafiadora para ir bem. Segundo ela, a apresentação da solução encontrada é, sem sombra de dúvidas, a questão mais difícil.

“A parte mais técnica de criar um valuation foi um grande aprendizado, mas aprender a apresentar de forma clara e sucinta no tempo correto é o mais difícil”, analisa a jovem.

Por essa razão, Catarina diz que é fundamental se preparar bem para a apresentação do projeto, seguindo à risca as restrições estipuladas pelo regulamento da competição. 

Descobrir o que é mais importante e o que pode ficar de fora pode ser decisivo para o resultado final. Para isso, a jovem indica que os participantes assistam a apresentações de outros cases para se ambientar. Assim, é possível desenvolver habilidades que ajudam o orador a se destacar.

Em outro ponto, Catarina diz também que é muito importante estudar a fundo o que vai ser dito ao júri. Como a competição acontece em equipe ou dupla, ela orienta que todos os membros do grupo saibam o conteúdo e que se preparem bem antes do dia da apresentação.

“O que a gente mais fez quando soube que fomos pra final foi treinar em dupla com outras pessoas, com feedbacks, para garantir que poderíamos responder a todas as perguntas”, conta a jovem.

#2. Mantenha-se antenado

Preparar-se para a apresentação e para levar um conteúdo de qualidade são missões facilitadas, na visão de Gabriela Lahtermaher, se você é uma pessoa antenada a notícias e tendências do mercado.

“Mesmo que você não conheça o mercado financeiro, é preciso se manter antenado, ler notícias, compartilhar informações entre a dupla e sempre saber o que esta acontecendo.”

Nesse sentido, Gabriela explica que o fato de o case ser divulgado somente quando a competição começa não deve impedir que os interessados estudem conceitos gerais de mercado financeiro. Conhecer itens básicos, na visão dela, é fundamental.

Para isso, ela indica que os futuros competidores estudem os principais termos do mercado financeiro, leiam notícias, ouçam podcasts e aproveitem as informações disponíveis para se ambientar ao universo.

“Por mais que eu não soubesse nada sobre o setor de veículos elétricos, por exemplo, vários dos termos que trouxemos na apresentação eram de conhecimentos que vínhamos adquirindo tanto no clube [de estudos da faculdade]  quanto em reportagens que líamos.”

Estudantes falam dos ganhos proporcionados pelo Prêmio

Para Catarina, o Prêmio Turim é uma estratégia “inteligente” para ampliar a capacidade de recrutamento e seleção da MFO. No fim, segundo a jovem, a competição acaba se tornando um filtro para avaliar pessoas e identificar o que pode ser considerado um bom trabalho e o que pode ser melhorado. 

“A Turim é uma empresa com pessoas muito excepcionais”, lembra a estudante. “Nunca conheci nenhum outro desafio no Brasil que tenha prêmios tão bons. Nós ganhamos uma viagem com tudo pago, e eu nunca vi isso [como prêmio] para um primeiro lugar.”

Já na visão de Gabriela, é muito difícil definir um único aprendizado ou ganho obtido a partir da participação no Prêmio. Falar em público, realizar análises complexas e lidar com prazos apertados foram habilidades que passaram a fazer parte do repertório da jovem.

Além disso, a relação com sua dupla Catarina também é algo que ficou marcado para a estudante. Elas viajaram juntas e se tornaram grandes amigas a partir da experiência proporcionada pela Turim MFO.

“Foi uma experiência muito incrível”, lembrou ela. “A gente conseguiu estudar um setor que não conhecíamos para montar uma análise super legal no final. Todo o conhecimento acumulado que o Prêmio proporcionou foi muito inspirador, e hoje em dia quando sai uma notícia sobre veículos elétricos, eu já me interesso de cara.”

Os melhores conteúdos para impulsionar seu desenvolvimento pessoal e na carreira.

Junte-se a mais de 1 milhão de jovens!
Casdastro realizado, fique ligado para os conteúdos exclusivos!
Seu cadastro não foi realizado, tente novamente!

O que você achou desse post? Deixe um comentário ou marque seu amigo: